Aten­ção: a ca­pi­tã che­gou

No ál­bum ‘Kis­ses’, a can­to­ra Anitta dá mais um pas­so em di­re­ção à car­rei­ra in­ter­na­ci­o­nal e can­ta em por­tu­guês, es­pa­nhol e in­glês. Com par­ce­ri­as que vão de Sno­op Dogg a Ca­e­ta­no Ve­lo­so, as dez fai­xas são acom­pa­nha­das por cli­pes

Metro Brazil (Espirito Santo) - - { CULTURA} -

Anitta cos­tu­ma­va di­zer que, na era do stre­a­ming, pre­fe­ria lan­çar sin­gles avul­sos a dis­cos com­ple­tos. Mas o de­se­jo de ex­tra­po­lar as fron­tei­ras bra­si­lei­ras e con­quis­tar o mer­ca­do in­ter­na­ci­o­nal a fez mu­dar de ideia. “Kis­ses”, seu pri­mei­ro dis­co tri­lín­gue e au­di­o­vi­su­al, é o re­tra­to do em­pe­nho da ca­ri­o­ca por se tor­nar uma ar­tis­ta glo­bal.

“Sem­pre que eu ia apre­sen­tar o meu tra­ba­lho em ou­tros paí­ses, me per­gun­ta­vam: ca­dê o CD? E eu só ti­nha ál­buns em por­tu­guês. En­tão, cri­ou-se es­sa ne­ces­si­da­de”, ex­pli­ca Anitta.

Já no pri­mei­ro ver­so da fai­xa de aber­tu­ra, “Aten­ción”, a can­to­ra dei­xa o re­ca­do: “Aten­ção, a ca­pi­tã che­gou!”. A fra­se fun­ci­o­na co­mo uma es­pé­cie de pró­lo­go pa­ra o tra­ba­lho, que apre­sen­ta 10 mú­si­cas acom­pa­nha­das por vi­de­o­cli­pes gra­va­dos em di­ver­sos lu­ga­res do pla­ne­ta.

Do dis­co, emer­ge uma ar­tis­ta cos­mo­po­li­ta, com can­ções de for­te influência la­ti­na e par­ce­ri­as que vão do rap­per ame­ri­ca­no Sno­op Dogg ao MPB de Ca­e­ta­no Ve­lo­so.

Em “Ba­na­na”, a bra­si­lei­ra con­vo­ca a ame­ri­ca­na Becky G pa­ra mis­tu­rar in­glês e es­pa­nhol. Já em “Get to Know Me”, ela mos­tra sua fa­ce­ta mais pop com uma pro­du­ção do DJ su­e­co Ales­so.

“Não gos­to de pen­sar nas par­ce­ri­as só pe­lo que elas vão so­mar na mi­nha car­rei­ra em ter­mos es­tra­té­gi­cos. Eu ou­ço a mú­si­ca e ve­jo com quem tem a ver”, re­ve­la.

A ex­ce­ção foi com Sno­op, que apa­re­ce em “Onda Di­fe­ren­te”, ao la­do de Anitta e Lud­mil­la. “Eu es­ta­va em No­va York e to­cou meu te­le­fo­ne: era ele. Eu qua­se ti­ve um ata­que epi­lé­ti­co”, lem­bra a Po­de­ro­sa, que, na mes­ma ho­ra, li­gou pa­ra o pro­du­tor Pa­pa­ti­nho e pe­diu pa­ra que ele in­cluís­se um ver­so pa­ra o rap­per.

Em “Tu y Yo”, o pro­ces­so foi in­ver­so. Anitta re­ce­beu a com­po­si­ção do ja­mai­ca­no Ch­ris Marshall, que não é can­tor, e de­ci­diu dei­xá-lo na can­ção. “Eu gostei mui­to do jei­to co­mo ele es­ta­va can­tan­do. Não que­ria na­da di­fe­ren­te da­qui­lo”, con­ta.

De­pois de en­fi­lei­rar rit­mos dan­çan­tes, “Kis­ses” ter­mi­na com a cal­ma “Vo­cê Men­tiu”, com par­ti­ci­pa­ção de Ca­e­ta­no. “Ele foi uma das pri­mei­ras pes­so­as que me aju­dou, ao me co­lo­car pa­ra can­tar com ele e o [Gil­ber­to] Gil na aber­tu­ra da Olim­pía­da de 2016”, diz.

“‘Kis­ses’ é um pro­je­to com­ple­to, vi­su­al, co­mo sem­pre so­nhei. Tra­ba­lhei mui­to pa­ra que ca­da de­ta­lhe fi­cas­se per­fei­to.”

ANITTA, CAN­TO­RA

| GUI PAGANINI/DIVULGA­ÇÃO

Can­to­ra no cli­pe de ‘Ro­sa’: to­das as fai­xas têm ví­de­os

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.