Co­mis­são ti­ra Co­af das mãos de Mo­ro

Ór­gão fis­ca­li­za­dor de ope­ra­ções fi­nan­cei­ras pas­sa­rá pa­ra Eco­no­mia

Metro Brazil (Espirito Santo) - - PRIMEIRA PÁGINA -

Ape­sar da ex­pec­ta­ti­va de que a me­di­da pro­vi­só­ria 870, que tra­ta da re­or­ga­ni­za­ção dos mi­nis­té­ri­os, fos­se vo­ta­da on­tem no ple­ná­rio da Câ­ma­ra, uma ques­tão de or­dem fez com que o pre­si­den­te da Ca­sa, Ro­dri­go Maia (DEM-RJ), en­cer­ras­se a ses­são sem a vo­ta­ção.

Des­de quar­ta-fei­ra, par­ti­dos de cen­tro e di­rei­ta cos­tu­ra­vam acor­do com o pre­si­den­te da Ca­sa pa­ra que a me­di­da fos­se vo­ta­da na sequên­cia de sua apro­va­ção na co­mis­são mis­ta, da for­ma co­mo fos­se apro­va­da pe­lo co­le­gi­a­do. O tex­to re­ce­beu o aval on­tem com a mu­dan­ça do Co­af do Mi­nis­té­rio da Jus­ti­ça pa­ra a Eco­no­mia.

Mui­tos de­pu­ta­dos da­vam co­mo cer­ta a apro­va­ção no ple­ná­rio no iní­cio da tar­de, sem obs­tru­ção. No en­tan­to, lo­go de­pois que Maia abriu os tra­ba­lhos, o de­pu­ta­do Di­e­go Gar­cia (Po­de­mos-PR) fez pe­di­do pa­ra que fos­se res­pei­ta­da a or­dem das ou­tras me­di­das pro­vi­só­ri­as que já es­ta­vam na fi­la. “Tem mui­ta me­di­da pro­vi­só­ria ain­da e es­sa (dos mi­nis­té­ri­os) ven­ce só da­qui qua­tro se­ma­nas. Co­mo a ba­se ain­da es­tá mui­to de­sor­ga­ni­za­da, vai ter de ter uma or­ga­ni­za­ção rá­pi­da da ba­se pa­ra po­der or­ga­ni­zar e su­pe­rar to­das as que es­tão pa­ra che­gar na MP 870”, dis­se Maia.

O adi­a­men­to da vo­ta­ção po­de ter co­lo­ca­do em ris­co a va­li­da­de da MP que ven­ce em 3 de ju­nho. Se a me­di­da não for apro­va­da até es­sa da­ta, o go­ver­no re­to­ma a es­tru­tu­ra do go­ver­no Mi­chel Te­mer (MDB), com 29 mi­nis­té­ri­os.

Co­af

Pa­ra o mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Sér­gio Mo­ro, o go­ver­no fa­lhou na ar­ti­cu­la­ção pa­ra apro­var a per­ma­nên­cia do Co­af no Mi­nis­té­rio da Jus­ti­ça. Ape­sar de in­ten­so cor­po a cor­po, a co­mis­são de de­pu­ta­dos e se­na­do­res de­ci­diu, por 14 vo­tos a 11, trans­fe­ri-la pa­ra o Mi­nis­té­rio da Eco­no­mia. “Apa­ren­te­men­te não fo­mos bem-su­ce­di­dos, pe­lo me­nos em re­la­ção à de­ci­são da co­mis­são.”

| M.BONOMI/FO­LHA­PRESS

Ro­dri­go Maia en­cer­rou ses­são após ques­tão de or­dem

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.