Ra­cha­du­ra na igre­ja do Ro­sá­rio in­ter­di­ta pré­dio da CUT

Metro Brazil (Espirito Santo) - - {FOCO} -

Uma ra­cha­du­ra aber­ta no mu­ro da es­ca­da­ria de aces­so à Igre­ja do Ro­sá­rio, no cen­tro de Vi­tó­ria, de­pois das chu­vas do úl­ti­mo sá­ba­do, le­vou a De­fe­sa Ci­vil a in­ter­di­tar o pré­dio ao la­do, on­de fun­ci­o­na a se­de da CUT (Cen­tral Úni­ca dos Tra­ba­lha­do­res.)

Se­gun­do a De­fe­sa Ci­vil de Vi­tó­ria, as for­tes chu­vas do fim de se­ma­na pro­vo­ca­ram um des­lo­ca­men­to de ter­ra no jar­dim ex­ter­no da igre­ja, o que for­çou o mu­ro de di­vi­sa com a es­ca­da­ria e o imó­vel da CUT, pro­vo­can­do as trin­cas. A De­fe­sa Ci­vil re­sol­veu in­ter­di­tar o pré­dio de dois an­da­res da cen­tral, pois um gran­de vo­lu­me de so­lo cor­re o ris­co de des­li­zar so­bre o pré­dio.

Com me­do de uma no­va chu­va pre­vis­ta pa­ra o pró­xi­mo sá­ba­do, as pes­so­as que tra­ba­lham no pré­dio es­tão em­ba­lan­do to­dos os ma­te­ri­ais e ti­ran­do o que po­dem da edi­fi­ca­ção. Se­gun­do a se­cre­tá­rio de Fi­nan­ças da CUT, Cle­mil­de Cor­tes, tra­ba­lham no lo­cal 14 di­re­to­res da en­ti­da­de e três fun­ci­o­ná­ri­os. “É ca­da ba­ru­lho que a gen­te ou­ve que dá von­ta­de de sair cor­ren­do. Es­ta­mos há no­ve anos no pré­dio, sen­do que fi­ze­mos uma re­for­ma há três anos. Ain­da não sa­be­mos on­de va­mos tra­ba­lhar, mas se­rá mais pre­juí­zo, pois te­re­mos que alu­gar um lo­cal, já que o imó­vel é pró­prio”, re­la­ta Cle­mil­de.

Imó­vel tom­ba­do

Por ser um imó­vel con­si­de­ra­do pa­trimô­nio his­tó­ri­co, o Iphan (Ins­ti­tu­to do Pa­trimô­nio His­tó­ri­co e Ar­tís­ti­co Na­ci­o­nal) é res­pon­sá­vel por acom­pa­nhar a pre­ser­va­ção do bem. O ór­gão fe­de­ral in­for­mou que já foi ao lo­cal e, jun­ta­men­te com a ad­mi­nis­tra­ção da igre­ja, aci­o­nou a De­fe­sa Ci­vil. A igre­ja não foi in­ter­di­ta­da. O ins­ti­tu­to dis­se ain­da que es­tá bus­can­do uma so­lu­ção téc­ni­ca pa­ra o es­co­ra­men­to emer­gen­ci­al do mu­ro. De­pois dis­so se­rá pos­sí­vel ava­li­ar o da­no cau­sa­do pe­la chu­va.

No es­ta­do, são 12 bens tom­ba­dos pe­lo Iphan. Se­gun­do o ór­gão, dois de­les pre­ci­sam de obras de for­ma mais ur­gen­te: a Igre­ja do Ro­sá­rio, em Vi­tó­ria, e a Igre­ja Nos­sa Se­nho­ra da Aju­da, em Vi­a­na.

FO­TOS: CHICO GUEDES/METRO ES

Com a chu­va, uma ra­cha­du­ra abriu no mu­ro...|

... e cor­re ris­co de da­ni­fi­car es­tru­tu­ra de pré­dio vi­zi­nho

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.