Cen­tro-sul dos EUA à es­pe­ra de tem­pes­ta­des

Ser­vi­ço me­te­o­ro­ló­gi­co na­ci­o­nal aler­ta que o ris­co de tor­na­dos na re­gião es­tá en­tre os mais al­tos dos úl­ti­mos anos

Metro Brazil (Espirito Santo) - - MUNDO -

Um tor­na­do foi vis­to on­tem pró­xi­mo ao ae­ro­por­to prin­ci­pal de Tul­sa, em Oklaho­ma, en­quan­to 22 mi­lhões de pes­so­as na re­gião cen­tral dos EUA en­fren­ta­vam con­di­ções cli­má­ti­cas di­fí­ceis que trou­xe­ram gra­ni­zo, chu­vas for­tes e inun­da­ções, in­for­mou o NWS (Ser­vi­ço Na­ci­o­nal do Cli­ma).

O tor­na­do per­to do ae­ro­por­to de Tul­sa foi um dos 22 que atin­gi­ram a re­gião des­de a noi­te de se­gun­da-fei­ra, se­gun­do o ser­vi­ço. Não hou­ve re­gis­tros ime­di­a­tos de fe­ri­men­tos gra­ves. “Mais tor­na­dos es­tão a ca­mi­nho ho­je [on­tem]”, dis­se Ri­ch Ot­to, fun­ci­o­ná­rio da NWS.

O ser­vi­ço pre­via con­di­ções cli­má­ti­cas se­ve­ras on­tem no Te­xas, em Loui­si­a­na, no Ala­ba­ma e, mais pa­ra o nor­te, em Iowa e Ne­bras­ca. Ala­ga­men­tos na área for­ça­ram a re­ti­ra­da de pes­so­as e res­ga­tes du­ran­te a noi­te.

Na se­gun­da-fei­ra, o NWS dis­se que o ris­co de tor­na­dos na re­gião es­ta­va mais al­to do que em qual­quer oca­sião “em anos”, sem de­ta­lhar.

Hou­ve da­nos em al­gu­mas ca­sas e co­mér­cio. “En­chen­tes ain­da cau­sam gran­de pre­o­cu­pa­ção”, afir­mou Ot­to. “Al­gu­mas áre­as po­dem re­ce­ber mais 5 cen­tí­me­tros de chu­va ho­je [on­tem], mas is­so che­ga de­pois de ou­tros 12,5 a 25 cen­tí­me­tros re­gis­tra­dos em al­gu­mas áre­as”, dis­se.

Ou­tro sis­te­ma de tem­pes­ta­des es­tá se for­man­do e po­de atin­gir os mes­mos es­ta­dos do sul a par­tir des­te fim de se­ma­na. “A área to­da é o al­vo, e no­vas le­vas de tem­pes­ta­des in­ten­sas são pos­sí­veis”, aler­tou o me­te­o­ro­lo­gis­ta.

| REUTERS

Um dos 22 tor­na­dos re­gis­tra­dos em Oklaho­ma des­de se­gun­da-fei­ra

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.