A BE­LE­ZA CA­RA DO NO­VO TRT

Edi­fí­cio co­me­çou a ser er­gui­do em 2011, com a ex­pec­ta­ti­va de cus­tar R$ 108,05 mi­lhões. Obra che­ga ao fi­nal com va­lor de R$ 222 mi

Metro Brazil (Espirito Santo) - - PRIMEIRA PÁGINA - PRIS­CIL­LA THOMP­SON / ME­TRO ES

Va­lor or­ça­do em 2009: R$ 108, mi­lhões

De­pois de • 10 anos • 43 adi­ti­vos • 9 re­jus­tes de pre­ços

Seu pre­ço fi­nal: R$ 222 mi­lhões

Tri­bu­nal Re­gi­o­nal do Tra­ba­lho ga­nha no­va se­de em Vi­tó­ria nes­ta se­gun­da-fei­ra. Após no­ve anos de obra, o lu­xu­o­so edi­fí­cio cus­tou aos co­fres pú­bli­cos o do­bro do va­lor ini­ci­al­men­te cal­cu­la­do

A no­va se­de do TRT-ES (Tri­bu­nal Re­gi­o­nal do Tra­ba­lho do Es­pí­ri­to Santo) se­rá inau­gu­ra­da na pró­xi­ma se­gun­da-fei­ra im­pres­si­o­nan­do pe­la be­le­za e pe­lo cus­to: o pré­dio cus­tou aos co­fres pú­bli­cos R$ 222 mi­lhões, mas que o do­bro do con­tra­ta­do há 10 anos. Lo­ca­li­za­do em área pri­vi­le­gi­a­da na En­se­a­da do Suá, Vi­tó­ria, o edi­fí­cio co­me­çou a ser er­gui­do em 2011 com a ex­pec­ta­ti­va de ser en­tre­gue em pou­co mais de três anos e a um cus­to de R$ 108,5 mi­lhões. De lá pa­ra cá, fo­ram fei­tos 43 adi­ti­vos no con­tra­to e no­ve re­a­jus­tes de pre­ços, re­sul­tan­do nos R$ 222 mi­lhões fi­nais.

Com mais de 50 mil me­tros qua­dra­dos de área cons­truí­da, a no­va se­de do ór­gão ocu­pa um ter­re­no com mais de 9,5 mil me­tros qua­dra­dos.

Foi cons­truí­da pe­la Pau­lo Oc­tá­vio Em­pre­en­di­men­tos Imo­bi­liá­ri­os, do em­pre­sá­rio Pau­lo Oc­tá­vio - en­vol­vi­do em es­cân­da­los co­mo o do “men­sa­lão do DEM”, que in­ves­ti­ga­va es­que­ma de co­bran­ça de pro­pi­na no Dis­tri­to Fe­de­ral.

A his­tó­ria da obra tem iní­cio ain­da em 2005, quan­do o pro­je­to foi ela­bo­ra­do por ser­vi­do­ras do TRT-ES. Só em de­zem­bro de 2010, o con­tra­to pa­ra cons­tru­ção foi as­si­na­do En­tre ou­tu­bro de 2012 e ju­lho de 2014, a obra fi­cou pa­ra­da de­vi­do a fa­lha no pro­je­to de fun­da­ções, ela­bo­ra­do por ou­tra em­pre­sa.

A mu­dan­ça

De acor­do com o TRT-ES, no fi­nal do ano pas­sa­do, a sa­la-co­fre e gran­de par­te dos pro­ces­sos fí­si­cos fo­ram pa­ra a se­de no­va. O pró­xi­mo pas­so se­rá trans­fe­rir a 2ª ins­tân­cia e se­to­res ad­mi­nis­tra­ti­vos, de­so­cu­pan­do os no­ve pa­vi­men­tos do Ed. Cas­te­lo Bran­co, no

Cen­tro de Vi­tó­ria.

De­pois, se­rão trans­fe­ri­das as 14 Va­ras do Tra­ba­lho de Vi­tó­ria, que ho­je ocu­pam os 12 pa­vi­men­tos do Ed. Vi­tó­ria Park, tam­bém no Cen­tro; além do al­mo­xa­ri­fa­do e do res­tan­te do acer­vo do Arquivo Ju­di­ci­al, que fun­ci­o­nam em imó­vel alu­ga­do em Vi­la Velha.

“Ha­ven­do re­pas­se dos re­cur­sos ne­ces­sá­ri­os, a mu­dan­ça se­rá con­cluí­da ain­da nes­te ano de 2020”, diz o TRT-ES.

O ór­gão ex­pli­ca, ain­da, que os gal­pões alu­ga­dos em Vi­la Velha cus­ta­ram, no ano pas­sa­do, R$ 528.873,12. Um de­les já foi de­vol­vi­do. E seis dos no­ve pa­vi­men­tos ocu­pa­dos no Ed. Cas­te­lo Bran­co eram ce­di­dos, mas o pro­pri­e­tá­rio re­qui­si­tou a de­vo­lu­ção no ano pas­sa­do.

| CHI­CO GU­E­DES

Pro­je­to te­ve no­ve re­a­jus­tes ao lon­go dos anos de obras

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.