Es­co­la do Mar te­rá cur­sos em 2019

Metro Brazil (Maringa) - - FOCO - ME­TRO CU­RI­TI­BA

Ci­ta­da co­mo sím­bo­lo de mor­do­mia pe­lo go­ver­na­dor elei­to Ra­ti­nho Ju­ni­or (PSD), a Ilha das Co­bras, na Baía de Paranaguá, já tem um fu­tu­ro ga­ran­ti­do e bem mais democrático do que ca­sa de ve­ra­neio pa­ra go­ver­na­do­res (foi usa­da as­sim pe­la úl­ti­ma vez em 2011).

Em de­cre­to as­si­na­do na se­ma­na pas­sa­da, a go­ver­na­do­ra Ci­da Borghet­ti (PP) – que já ha­via tor­na­do a ilha Par­que Es­ta­du­al no mês pas­sa­do após aval da União, do­na da área – cri­ou o Cen­tro de Re­fe­rên­ci­as em Edu­ca­ção Am­bi­en­tal Não For­mal Es­co­la do Mar, a ser ge­ri­do pe­la Se­cre­ta­ria de Es­ta­do do Meio Am­bi­en­te e Re­cur­sos Hí­dri­cos e o IAP (Ins­ti­tu­to Am­bi­en­tal do Pa­ra­ná).

Se­gun­do o go­ver­no, o ob­je­ti­vo é ali­ar o “co­nhe­ci­men­to ci­en­tí­fi­co ao sa­ber tra­di­ci­o­nal cai­ça­ra”, com cur­sos li­vres nas áre­as de tu­ris­mo, bi­o­lo­gia marinha, es­por­tes ma­rí­ti­mos e ou­tros pro­gra­mas que in­clu­am co­nhe­ci­men­tos so­bre o oce­a­no. A ideia é cen­tra­li­zar os pro­je­tos de edu­ca­ção am- “A es­co­la ser­vi­rá co­mo ba­se avan­ça­da. Es­tra­té­gi­ca por­que a ilha é ro­ta mi­gra­tó­ria da tar­ta­ru­ga marinha e con­ta com uma po­pu­la­ção de ce­tá­ce­os”

FE­LI­PE LUIZ, CHE­FE DE CONSERVAÇÃO DO IAP

bi­en­tal vol­ta­do aos vi­si­tan­tes e às es­co­las de en­si­no fun­da­men­tal e mé­dio.

As ati­vi­da­des tan­to de edu­ca­ção quan­to de vi­si­ta­ção de pe­que­nos gru­pos já de­vem co­me­çar no iní­cio do ano que vem, de acor­do com o oce­a­nó­gra­fo e pre­si­den­te da Sa­ne­par, Ricardo So­a­vins­ki, que co­or­de­nou o pro­je­to de im­plan­ta­ção do par­que e da es­co­la. Tam­bém es­tão no pla­no fu­tu­ro par­ce­ri­as com uni­ver­si­da­des pa­ra pro­gra­mas de gra­du­a­ção e pós-gra­du­a­ção.

Na se­ma­na pas­sa­da, re­pre­sen­tan­tes da Se­cre­ta­ria do Meio Am­bi­en­te, IAP, UFPR (Uni­ver­si­da­de Fe­de­ral do Pa­ra­ná), Mi­nis­té­rio Pú­bli­co e das ONGS Mar Bra­sil e SPVS (So­ci­e­da­de de Pes­qui­sa em Vi­da Sel­va­gem e Edu­ca­ção Am­bi­en­tal) es­ti­ve­ram na Ilha das Co­bras pa­ra pla­ne­jar a es­tru­tu­ra­ção do par­que e da Es­co­la do Mar. “Fi­ze­mos uma aná­li­se de to­das as ações que de­vem ser re­a­li­za­das, des­de a par­te de obras, es­tru­tu­ra­ção, re­for­mas e adap­ta­ções até os pro­gra­mas de edu­ca­ção am­bi­en­tal, pes­qui­sa, vi­si­ta­ção e o pla­no de ma­ne­jo do par­que”, ex­pli­cou So­a­vins­ki.

Ini­ci­al­men­te o lo­cal já tem ga­ran­ti­dos R$ 2 mi­lhões do Fun­do Es­ta­du­al do Meio Am­bi­en­te pa­ra is­so. De­pois, pa­ra se man­ter em fun­ci­o­na­men­to, o go­ver­no diz que os re­cur­sos “vi­rão de com­pen­sa­ções am­bi­en­tais, do Te­sou­ro do Es­ta­do e da cap­ta­ção jun­to a or­ga­nis­mos na­ci­o­nais e in­ter­na­ci­o­nais”.

Pa­ra abas­te­cer a ilha com ener­gia lim­pa, es­tá pre­vis­ta a cons­tru­ção de uma plan­ta fo­to­vol­tai­ca, além de uma es­ta­ção de tra­ta­men­to de es­go­to com­pac­ta.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.