Sé­rie da HBO, ‘Mag­ní­fi­ca 70’ se co­nec­ta ao pre­sen­te em ano fi­nal

Metro Brazil (Maringa) - - CULTURA - METRO

Quan­do a sé­rie “Mag­ní­fi­ca 70” es­tre­ou, em 2015, o con­tex­to que opu­nha ar­te e re­gi­me mi­li­tar pa­re­cia me­ra obra de fic­ção. Com a che­ga­da da ter­cei­ra e úl­ti­ma tem­po­ra­da às te­las da HBO, nes­te do­min­go, às 21h, tal­vez o pú­bli­co en­xer­gue al­gu­mas se­me­lhan­ças da tra­ma de épo­ca com o Bra­sil do pre­sen­te.

“A re­a­li­da­de atro­pe­lou a fic­ção. Quan­do a gen­te co­me­çou a pro­por is­so, há seis anos, era im­pen­sá­vel que um go­ver­no mi­li­tar pu­des­se se avi­zi­nhar ou que uma ex­po­si­ção pu­des­se ser proi­bi­da”, diz o di­re­tor Cláudio Tor­res.

A tra­ma acom­pa­nha qua­tro per­so­na­gens que se co­nec­tam por cau­sa do ci­ne­ma mar­gi­nal da Bo­ca do Li­xo pau­lis­ta­na, nos anos 1970 – au­ge da re­pres­são da di­ta­du­ra mi­li­tar bra­si­lei­ra.

A ter­cei­ra tem­po­ra­da co­me­ça apre­sen­tan­do ca­da um em um can­to. Após um sur­to, Vi­cen­te (Mar­cos Win­ter) aban­do­na a car­rei­ra de di­re­tor pa­ra as­su­mir o pa­pel de che­fe da cen­su­ra. Sua ex-mu­lher, Isa­bel (Ma­ria Luí­sa Men­don­ça), in­ver­te pa­péis den­tro da guer­ri­lha e pas­sa a li­de­rar a re­sis­tên­cia ao go­ver­no.

Após ver o ho­mem que ama ser mor­to, a atriz Do­ra (Si­mo­ne Spo­la­do­re) pre­ci­sa re­en­con­trar a von­ta­de de vi­ver e de se vin­gar. Já Ma- no­lo (Adri­a­no Ga­rib) par­te de vol­ta à es­tra­da após ter in­cen­di­an­do a pro­du­to­ra Mag­ní­fi­ca.

Ape­sar de se­pa­ra­dos, os qua­tro lo­go vol­tam a se unir em tor­no de fil­mes, re­for­çan­do um dis­cur­so so­bre o pa­pel trans­for­ma­dor da ar­te. “Es­sas pes­so­as en­tra­ram em con­ta­to com o ci­ne­ma de di­ver­sas ma­nei­ras e ele mu­dou a vi­da de­las. O que tem de bo­ni­to é que eles se jun­tam de no­vo por is­so”, diz Tor­res.

| DIVULGAÇÃO

Sé­rie es­treia sua ter­cei­ra tem­po­ra­da nes­te do­min­go na HBO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.