DI­CAS PA­RA CUR­TIR AS F ÉRIAS SEM ENGORDAR

Metro Brazil (Maringa) - - PUBLIMETRO -

Sem­pre me per­gun­tam co­mo fa­ço pa­ra não engordar nas fé­ri­as. Ado­ro sa­bo­re­ar o que é tí­pi­co de ca­da lu­gar — o que não sig­ni­fi­ca en­fi­ar o pé na ja­ca. Mas a equa­ção é sim­ples: se que­ro co­mer, te­nho que quei­mar, se­não a con­ta não fe­cha.

Sou na­tu­ral­men­te ati­va, en­tão, meu gran­de ali­a­do é o tê­nis e mi­nha ati­vi­da­de fí­si­ca é ca­mi­nhar, on­de quer que es­te­ja. Nas ci­da­des, não cos­tu­mo usar tá­xi e só pe­go me­trô ou ôni­bus qu­an­do vou a al­gum lu­gar re­al­men­te dis­tan­te. Com ami­gos ou com a fa­mí­lia, a ideia é sem­pre ex­plo­rar os lu­ga­res a pé. An­dan­do con­se­gui­mos per­ce­ber coi­sas di­fí­ceis de ver da ja­ne­la do car­ro, des­co­bri­mos can­tos e be­cos que não es­ta­vam nos pla­nos. Sem fa­lar que ca­mi­nhar es­ti­mu­la a co­ne­xão en­tre as pes­so­as, é um con­vi­te à con­ver­sa. E ser­ve de an­tí­do­to pa­ra aque­la si­tu­a­ção que quem tem fi­lhos co­nhe­ce: eles en­tram no car­ro, co­lo­cam o fo­ne ou co­me­çam a jo­gar no ce­lu­lar. Du­ran­te as an­dan­ças, eles con­tam coi­sas, ex­põem idei­as. Quei­mar ca­lo­ri­as não é o ob­je­ti­vo, é o bô­nus.

Co­mer é par­te im­por­tan­te de qual­quer vi­a­gem, mas te­nho al­gu­mas es­tra­té­gi­as pa­ra não exa­ge­rar. Va­mos a elas!

NA PRAIA: quer me­lhor lu­gar pa­ra ca­mi­nhar? Não pre­ci­sa cor­rer: man­ter um rit­mo for­te, al­ter­nan­do mo­men­tos na areia fo­fa e com a água co­brin­do os tor­no­ze­los é um exer­cí­cio e tan­to. Não per­ca a opor­tu­ni­da­de de en­trar na água: as on­das e o mo­vi­men­to da ma­ré fa­zem um ti­po de dre­na­gem na­tu­ral. Bom pa­ra o cor­po e pa­ra a al­ma. E mo­lhe o ca­be­lo, ple­a­se: um des­car­re­go no mar va­le mui­to mais do que uma es­co­va.

OS PETISCOS: mi­lho co­zi­do (sem man­tei­ga), cas­ta­nha do pa­rá e quei­jo de co­a­lho são me­lho­res op­ções que o es­pe­ti­nho de ca­ma­rão fri­to e a em­pa­da. Água de co­co e pi­co­lé de fru­tas tam­bém com­bi­nam com praia. E cos­tu­mo le­var um mix de cas­ta­nhas e fru­tas se­cas. NO BU­FÊ DE CAFÉ DA MA­NHÃ: an­tes de co­lo­car tu­do o que tem ca­ra de gos­to­so no pra­to, dê uma olha­da ge­ral e fa­ça es­co­lhas. Se vai fi­car al­guns di­as, não pre­ci­sa pe­gar o bo­lo, a tor­ta e o crois­sant de uma vez, não é? AMA TAPIOCA? re­cheie com pro­teí­na (ovos me­xi­dos ou quei­jo, por exem­plo). Se não re­sis­te à ver­são do­ce, ten­te ba­na­na com ca­ne­la em vez de lei­te condensado com co­co, por exem­plo. NO RESORT, NO CRUZEIRO E NO HO­TEL-FA­ZEN­DA: pa­ra equi­li­brar a co­mi­da far­ta, só do­bran­do a an­dan­ça. Ca­pri­cho na sa­la­da an­tes dos pra­tos quen­tes, as­sim, ga­ran­to as fi­bras e apro­vei­to pa­ra for­rar o estô­ma­go. Brin­car com os fi­lhos na pis­ci­na e jo­gar bo­la com eles são óti­mas op­ções de la­zer com mo­vi­men­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.