A COM­BI­NA­ÇÃO INTERMODAL

Metro Brazil (Porto Alegre) - - PUBLIMETRO -

Em con­ver­sa com o Pro Co­le­ti­vo, An­dré Tri­guei­ro, um dos mais im­por­tan­tes jor­na­lis­tas am­bi­en­tais do país, fa­la so­bre a mo­bi­li­da­de sus­ten­tá­vel Jor­na­lis­ta pre­mi­a­do por su­as re­por­ta­gens e sé­ri­es li­ga­das à te­má­ti­ca so­ci­o­am­bi­en­tal, edi­tor- che­fe do pro­gra­ma se­ma­nal “Ci­da­des e So­lu­ções”, exi­bi­do na Glo­bo News des­de 2006, An­dré Tri­guei­ro é fo­ca­do 100% na sus­ten­ta­bi­li­da­de.

O te­ma não é ape­nas a es­pi­nha dor­sal de seu tra­ba­lho, ele tam­bém faz par­te do dia a dia do co­men­ta­ris­ta, es­cri­tor e pa­les­tran­te, que pro­cu­ra ser um con­su­mi­dor cons­ci­en­te. Tri­guei­ro dis­cri­mi­na plás­ti­co des­car­tá­vel em to­das as su­as re­so­lu­ções, não usa ca­nu­do, re­jei­ta em­ba­la­gens de iso­por, re­ci­cla e tem um mi­nho­cá­rio em ca­sa. Pa­ra se lo­co­mo­ver, ele usa um car­ro mil ci­lin­dra­das que não la­va (no má­xi­mo uma vez por ano e com água de po­ço) e só abas­te­ce com eta­nol por ser me­nos im­pac­tan­te pa­ra o cli­ma. “Não con­si­go me des­lo­car de bi­ci­cle­ta no Rio por cau­sa dos meus tra­je­tos e do trân­si­to en­lou­que­ci­do e ame­a­ça­dor da ci­da­de”, ele diz.

Na sua opi­nião, a mo­bi­li­da­de sus­ten­tá­vel en­vol­ve uma sé­rie de pa­râ­me­tros: “Ela sig­ni­fi­ca trans­por­te pú­bli­co de mas­sa efi­ci­en­te, ba­ra­to e rá­pi­do, com o me­nor con­su­mo pos­sí­vel de com­bus­tí­vel fós­sil, e com ele­tri­fi­ca­ção dos mo­dais de trans­por­te”. Mas não é só. Tri­guei­ro fri­sa que o mais im­por­tan­te de tu­do is­so é o pla­ne­ja­men­to, que irá pro­pi­ci­ar a com­ple­men­ta­ção dos di­fe­ren­tes mo­dais de trans­por­te. “Des­sa for­ma, não ha­ve­rá dis­pu­ta por pas­sa­gei­ros, mas sim uma sin­cro­nia que per­mi­ta que bi­ci­cle­ta, ska­te, pa­ti­ne­te, ôni­bus, tá­xi, uber, me­trô, trem, bar­ca, VLT e pon­te pos­sam com­bi­nar ro­tas e ho­rá­ri­os”. As­sim, se­gun­do ele, o usuá­rio tem a pos­si­bi­li­da­de de pla­ne­jar seus des­lo­ca­men­tos por eta­pas com­ple­men­ta­res.

So­nho im­pos­sí­vel? Ló­gi­co que não. Co­mo lem­bra An­dré Tri­guei­ro, is­so já é re­a­li­da­de em boa par­te do mun­do. “On­de não há pla­ne­ja­men­to pa­ra es­sa com­bi­na­ção intermodal, nós per­ce­be­mos com mui­ta cla­re­za a fal­ta de in­te­li­gên­cia na mo­bi­li­da­de, que tor­na tu­do mais ca­ro e des­gas­tan­te pa­ra as pes­so­as.”

“É per­fei­ta­men­te pos­sí­vel no lon­go pra­zo com­bi­nar ca­pri­cho­sa­men­te es­sas pe­ças no mes­mo ta­bu­lei­ro”, afir­ma o jor­na­lis­ta e es­cri­tor, nos tra­zen­do uma sá­bia re­fle­xão, que de­ve­ria pau­tar go­ver­nos e po­lí­ti­cas pú­bli­cas de mo­bi­li­da­de e ur­ba­nis­mo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.