Pre­ço de imó­vel tem que­da re­al de 4%

Va­lor mé­dio de uni­da­des re­si­den­ci­ais anun­ci­a­das de­ve en­cer­rar 2018 com re­tra­ção pe­lo se­gun­do ano con­se­cu­ti­vo. Em no­vem­bro, pre­ços fi­ca­ram es­tá­veis

Metro Brazil (Rio) - - ECONOMIA -

De ja­nei­ro a no­vem­bro, o pre­ço mé­dio de ven­da de imó­veis re­si­den­ci­ais re­cu­ou 0,32% em ter­mos no­mi­nais, se­gun­do o ín­di­ce Fi­peZap. Con­si­de­ran­do a in­fla­ção de 3,76% pro­je­ta­da pa­ra o pe­río­do, foi re­gis­tra­da uma que­da re­al de 3,94%.

No mês pas­sa­do, o pre­ço dos imó­veis ti­ve­ram le­ve al­ta no­mi­nal, de 0,06%, a pri­mei­ra do ano. Se for con­si­de­ra­da a in­fla­ção es­pe­ra­da pa­ra o mês, hou­ve uma que­da de 0,07%.

Os da­dos in­di­cam que o mer­ca­do de imó­veis usa­dos de­ve fe­char 2018 com re­cuo nos pre­ços pe­lo se­gun­do ano se­gui­do. Em 2017, o va­lor mé­dio das uni­da­des anun­ci­a­das em 20 ci­da­des te­ve a pri­mei­ra que­da re­gis­tra­da pe­lo le­van­ta­men­to des­de o iní­cio da sé­rie, há dez anos.

Em 12 meses até no­vem­bro de 2018, o pre­ço do metro qua­dra­do apre­sen­tou re­cuo no­mi­nal de 0,31%, com uma des­va­lo­ri­za­ção de 4,35% des­con­ta­da a in­fla­ção.

Nes­se in­ter­va­lo, re­gis­tra­ram as mai­o­res que­das no­mi­nais Rio de Ja­nei­ro (-3,80%), Ni­te­rói (-3,71%) e For­ta­le­za (-2,05%). As mai­o­res va­ri­a­ções fo­ram vis­tas em São Ca­e­ta­no do Sul (3,03%), Vi­tó­ria (2,64%) e Goi­â­nia (2,57%).

Em no­vem­bro, o va­lor mé­dio de ven­da dos imó­veis re­si­den­ci­ais nas 20 ci­da­des mo­ni­to­ra­das foi de R$ 7.521. O Rio de Ja­nei­ro se man­te­ve co­mo o lo­cal com m2 mais ca­ro do país: R$ 9.405.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.