ÍCO­NE RENOVADO

Des­ven­da­mos co­mo se­rá a no­va geração do Land Ro­ver De­fen­der, re­en­car­na­ção do mo­de­lo que aju­dou a cons­truir a ima­gem da mar­ca in­gle­sa

Motorshow - - Segredos -

Quão di­fí­cil é re­no­var um car­ro que se tor­nou um íco­ne? Mui­to, ain­da mais se vo­cê en­trar no cam­po de off-ro­ad raiz, co­mo o do Land Ro­ver De­fen­der. Os fãs de car­ros off-ro­ad “raiz” cos­tu­mam ser mais tra­di­ci­o­na­lis­tas. E a mu­dan­ça é es­pe­ci­al­men­te di­fí­cil quan­do o car­ro que se tor­nou uma mar­ca em si – co­mo o Mer­ce­des Clas­se G e o Je­ep Wran­gler, dois mo­de­los que de­ram um sal­to ge­ra­ci­o­nal em tec­no­lo­gia, mas sem mu­da­rem de vi­su­al.

A geração an­te­ri­or do De­fen­der saiu de li­nha em 2016, de­vi­do a di­fi­cul­da­des de atu­a­li­za­ção da pla­ta­for­ma pa­ra no­vos re­qui­si­tos de se­gu­ran­ça. Mas con­ti­nua sen­do um dos mo­de­los mais sim­bó­li­cos da mar­ca, que pen­sa em seu su­ces­sor des­de 2011, quan­do fo­ram exi­bi­dos em Frank­furt os con­cei­tos DC100 e DC100 Sport, com for­mas ar­re­don­da­das e fu­tu­ris­tas – e que não con­ven­ce­ram os pu­ris­tas e não fo­ram adi­an­te.

En­tão, o SUV não te­rá as for­mas do con­cei­to, e nem se­rá pa­re­ci­do com a úl­ti­ma geração. O mais pro­vá­vel é uma mis­tu­ra de tra­di­ção e ino­va­ção, sem ne­gar as raí­zes ou exa­ge­rar na mu­dan­ça. O De­fen­der “L663” de­ve pre­ser­var ca­rac­te­rís­ti­cas clás­si­cas, em­bo­ra atu­a­li­za­das, es­pe­ci­al­men­te na fren­te, com fa­rois bem in­te­gra­dos à gran­de gra­de. Os vo­lu­mes de­vem ser co­nec­ta­dos de mo­do su­a­ve. Ele muda sim, mas ain­da se­rá mui­to bem re­co­nhe­cí­vel.

As gran­des no­vi­da­des es­ta­rão sob a la­ta­ria. A pla­ta­for­ma de­ve ser a D7U, do

Ran­ge Ro­ver e do

Dis­co­very. Se­ria uma re­vo­lu­ção, apo­sen­tan­do o chas­si so­bre lon­ga­ri­na e ei­xos rí­gi­dos em de­tri­men­to de uma sus­pen­são re­fi­na­da, com ro­das in­de­pen­den­tes. Is­so sig­ni­fi­ca­ria mais ver­sa­ti­li­da­de e um au­men­to no con­for­to – re­for­ça­dos com o uso de alu­mí­nio, que o dei­xa­ria mais le­ve. A ele­va­da dis­tân­cia ao so­lo, vis­ta nas mu­las, con­fir­mam a vo­ca­ção off-ro­ad. O no­vo De­fen­der te­rá ver­sões 90, 110 e 130, con­for­me entre-ei­xos, e com­pri­men­tos di­fe­ren­tes, a par­tir de pou­co mais de 4,3 m a mais de 5,1 – além de uma con­fi­gu­ra­ção picape. Os mo­to­res a ga­so­li­na e di­e­sel te­rão 4 e 6 ci­lin­dros, e ha­ve­rá já no lan­ça­men­to uma ver­são hí­bri­da plug-in.

A ORIGEM Um Land Ro­ver 88 Sé­rie II (1958-71), em ver­são com te­to de lo­na. Foi es­ta geração que en­trou no ima­gi­ná­rio co­le­ti­vo e con­tri­buiu pa­ra o su­ces­so mun­di­al da mar­ca in­gle­sa A TRASEIRA Lan­ter­nas mais qua­dra­das que no res­to da li­nha e es­te­pe ex­pos­to...

O con­cei­to DC100 apre­sen­ta­do em 2011 e o úl­ti­mo dos De­fen­der, fa­bri­ca­do ain­da em 2016

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.