Se­rá que o cam­peão con­ti­nua com­pe­ti­ti­vo?

Pa­ra re­a­gir ao ata­que de no­vos ri­vais, a li­nha 2019 do Che­vro­let Onix fi­ca mais equi­pa­da. E o best sel­ler ain­da ga­nha me­lho­ri­as no aca­ba­men­to

Motorshow - - Teste Rápido -

á um ano, a li­nha 2018 do Onix che­gou e a MO­TOR SHOW di­zia: “Não se me­xe em ti­me que es­tá ga­nhan­do”. Bem, ago­ra o Che­vro­let che­ga à li­nha 2019. Ain­da é cam­peão de ven­das, mas se vê ame­a­ça­do por no­vos ri­vais, co­mo Fi­at Ar­go e VW Po­lo. E, por is­so, fi­ca mais equi­pa­do em to­da a li­nha. To­dos os Onix ga­nham câ­me­ra de ré (quan­do têm cen­tral mul­ti­mí­dia), apoio de ca­be­ça e cin­to de se­gu­ran­ça de três pon­tos pa­ra o quin­to pas­sa­gei­ro e pai­nel com luz bran­ca.

Há, ain­da, me­lhor aca­ba­men­to no LT e no Ad­van­ta­ge e no­vi­da­des co­mo re­tro­vi­so­res elé­tri­cos no LT 1.0, ro­das aro 15 pre­to bri­lhan­te­se lâm­pa­das “blue vi­si­on” nos Ac­tiv,

Ef­fect e nes­se LTZ – que ain­da ga­nha ban­cos “hí­bri­dos”, com cou­ro e te­ci­do. Is­so além do que já ofe­re­cia, co­mo mo­ni­tor de pres­são dos pneus, vo­lan­te mul­ti­fun­ci­o­nal, aber­tu­ra glo­bal, etc.

São bons pa­co­tes, ain­da me­lho­res do que os que le­va­ram o hat­ch à li­de­ran­ça de ven­das – e entre os prin­ci­pais atra­ti­vos sem­pre es­te­ve a cen­tral mul­ti­mí­dia MyLink, ain­da atu­al e com­ple­ta, gra­ças à boa qua­li­da­de so­no­ra, à in­ter­fa­ce ami­gá­vel e à in­te­gra­ção com An­droid Au­to/CarP­lay.

A me­câ­ni­ca 1.4 agra­da, se­ja com o câm­bio ma­nu­al ou com es­se au­to­má­ti­co, sem­pre de seis ve­lo­ci­da­de. O Onix não ins­pi­ra es­por­ti­vi­da­de, mas é cor­re­tís­si­mo, com bai­xo consumo (fi­ze­mos 17 km/l na es­tra­da e 12 na ci­da­de com ga­so­li­na) e tro­cas de mar­cha im­per­cep­tí­veis. O ní­vel de ruí­do na es­tra­da é bai­xís­si­mo, mes­mo a 120 km/h (e 2.900 rpm) e o tor­que em bai­xa é óti­mo pa­ra o uso ur­ba­no (é um 8V). Pa­ra com­ple­tar, as sus­pen­sões são ro­bus­tas e bem acer­ta­das, as­sim co­mo a di­re­ção elé­tri­ca – que mais pa­re­ce hi­dráu­li­ca, e is­so é um elo­gio.

Mas o mo­de­lo é mais atra­en­te nas ver­sões bá­si­cas, com me­lhor cus­to- be­ne­fí­cio. Nes­sa to­po de li­nha LTZ, de R$ 65.050 co­mo ava­li­a­da, a si­tu­a­ção se com­pli­ca. Por es­se va­lor vo­cê le­va, por exem­plo, o Toyota Yaris XL 1.3, bem mai­or e com mo­tor qua­se tão po­ten­te e câm­bio CVT, além de ter mais mi­mos e se­gu­ran­ça – até mes­mo con­tro­le de es­ta­bi­li­da­de, au­sên­cia sen­ti­da no Onix (mas não tem cen­tral mul­ti­mí­dia: a Toyota não apren­deu com o lí­der?). En­fim, es­se Che­vro­let ain­da é um óti­mo car­ro de en­tra­da. Mas não se sai tão bem co­mo to­po de li­nha.

PREÇO BÁSICO (1.4) / CAR­RO AVA­LI­A­DO R$ 65.050 R$ 54.390

Aci­ma, o pai­nel bem aca­ba­do, o ve­lo­cí­me­tro di­gi­tal e os no­vos ban­cos de cou­ro e por­tas com mais te­ci­do. A alavanca de câm­bio tem bo­tão na la­te­ral pa­ra tro­cas ma­nu­ais

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.