Ford Ka

Cor­re­ção de ro­ta em um su­ces­so de ven­das

Motorshow - - Hatch Compacto - João Anacleto

Ter­cei­ro car­ro mais ven­di­do do Bra­sil em 2018, o Ka não im­pres­si­o­nou quem o viu na úl­ti­ma re­es­ti­li­za­ção, ocor­ri­da no mês de ju­lho. Os de­sig­ners op­ta­ram por me­xer ape­nas nos pa­ra-cho­ques e na gra­de di­an­tei­ra, além de cri­a­rem uma ver­são aven­tu­rei­ra, a Free-Style, que só não foi cha­ma­da de SUV por um to­que de bom sen­so do mar­ke­ting. O im­por­tan­te é que o Ka mu­dou na es­sên­cia e on­de im­por­ta.

Sim, ele de­ve­ria ter um por­ta-ma­las mai­or que os 257 li­tros apre­sen­ta­dos, so­bre­tu­do se com­pa­ra­do com o Ya­ris hat­ch, que che­gou com 310 li­tros no ba­ga­gei­ro. Con­tu­do a es­sên­cia de um car­ro ur­ba­no não se re­su­me a is­so. O Ford man­te­ve o bom mo­tor 1.0 tri­ci­lín­dri­co na op­ção de en­tra­da da ga­ma, mas sur­pre­en­deu pe­la ado­ção do 1.5 Dra­gon, de três ci­lin­dros, que des­pe­ja 136 cv de po­tên­cia. As­sim, tor­nou-se o hat­ch com­pac­to mais po­ten­te do Bra­sil, à fren­te até de mo­de­los tur­bo, co­mo o Po­lo Com­for­tli­ne 200 TSI, que ofe­re­ce 128 cv (com mais tor­que).

Ou­tras car­ta­das in­te­li­gen­tes, e que mos­tram a aten­ção que a Ford tem da­do às opi­niões do con­su­mi­dor, es­tão na ado­ção de um câm­bio au­to­má­ti­co de seis mar­chas quan­do equi­pa­do com mo­tor 1.5, com con­ver­sor de tor­que em vez do pro­ble­má­ti­co PowerShift, au­to­ma­ti­za­do de du­pla em­bre­a­gem, e da pos­si­bi­li­da­de de equi­pá-lo com o bom sis­te­ma mul­ti­mí­dia Sync 3 des­de a ver­são 1.0 SE Plus. Es­sa re­pa­gi­na­da, ali­a­da ao bom es­pa­ço in­ter­no e ao no­vo pro­ces­so de pro­du­ção, que dei­xou o Ka mais se­gu­ro em sua es­tru­tu­ra, fo­ram suficientes pa­ra sua elei­ção na Com­pra do Ano.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.