Jovens co­lo­can­do Maringá no ma­pa e no mundo

O Diário do Norte do Paraná - - PORTADA - MAU­RÍ­CIO REINERT

Um dos pa­péis mais im­por­tan­tes de uma uni­ver­si­da­de é fun­ci­o­nar co­mo hub para o de­sen­vol­vi­men­to de opor­tu­ni­da­des so­ci­ais e econô­mi­cas na re­gião on­de es­tá lo­ca­li­za­da. Um hub é um nú­cleo de ati­vi­da­des que con­cen­tra e dis­per­sa co­nhe­ci­men­to, in­for­ma­ção e pos­si­bi­li­da­des de re­la­ci­o­na­men­tos en­tre seus di­ver­sos par­ti­ci­pan­tes. A Uni­ver­si­da­de Es­ta­du­al de Maringá de­sem­pe­nha es­se papel de ma­nei­ra exem­plar, mesmo que às ve­zes es­sa atu­a­ção pas­se des­per­ce­bi­da. Uma des­sas ini­ci­a­ti­vas que traz um im­pac­to re­le­van­te é o in­ter­câm­bio de alu­nos com ou­tros paí­ses, tan­to re­ce­ben­do uni­ver­si­tá­ri­os estrangeiros quan­to en­vi­an­do es­tu­dan­tes bra­si­lei­ros para ex­pe­ri­en­ci­a­rem ati­vi­da­des no ex­te­ri­or. Em par­ce­ria com a AIESEC, o mai­or mo­vi­men­to de liderança jo­vem do mundo, a UEM de­sen­vol­ve o projeto de ex­ten­são ‘In­ter­na­ci­o­na­li­za­ção e Liderança’, o qual pos­si­bi­li­ta aos uni­ver­si­tá­ri­os de Maringá e re­gião se en­vol­ve­rem nas ati­vi­da­des de ge­ren­ci­a­men­to da or­ga­ni­za­ção e exer­ci­ta­rem sua atu­a­ção co­mo lí­de­res, bem co­mo, par­ti­ci­pa­rem da re­a­li­za­ção de in­ter­câm­bio, se­ja re­ce­ben­do estrangeiros aqui, ou vi­a­jan­do co­mo vo­lun­tá­ri­os ou es­ta­giá­ri­os em em­pre­sas e star­tups em ou­tros paí­ses. Além disso, as em­pre­sas e ONG´s em que es­ses jovens estrangeiros atu­am em Maringá tam­bém se be­neE­ci­am des­se con­ta­to. Es­sa par­ce­ria com­ple­tou 20 anos em 2018, e nas­ceu da ini­ci­a­ti­va de es­tu­dan­tes da UEM com o apoio de al­guns pro­fes­so­res do De­par­ta­men­to de Ad­mi­nis­tra­ção. O im­pac­to des­se ti­po de ati­vi­da­de é di­fí­cil de men­su­rar, pois ele se pro­pa­ga por di­ver­sas par­tes da sociedade, e seus re­sul­ta­dos vão além das ques­tões econô­mi­cas. O pri­mei­ro im­pac­to, e na mi­nha pers­pec­ti­va, o mais im­por­tan­te, é a ex­po­si­ção dos jovens ma­rin­ga­en­ses ao Brasil e ao mundo na re­a­li­za­ção das ati­vi­da­des de ge­ren­ci­a­men­to da AIESEC. Es­ses jovens participam de even­tos de trei­na­men­to e con­gres­sos no Brasil pre­ci­sam re­sol­ver pro­ble­mas da or­ga­ni­za­ção dis­cu­tin­do e atu­an­do com jovens de ou­tros lo­cais no Brasil e ex­te­ri­or, pre­ci­sam tro­car in­for­ma­ções com pes­so­as do mundo in­tei­ro. Em de­cor­rên­cia disso, pas­sam a se colocar den­tro da re­a­li­da­de glo­bal. O outro la­do do mundo dei­xa de ser dis­tan­te e Eca ao al­can­ce da mão. Tor­nam-se lí­de­res e uti­li­zam es­sas ca­pa­ci­da­des e ha­bi­li­da­des para o seu de­sen­vol­vi­men­to proEs­si­o­nal e para o de­sen­vol­vi­men­to da re­gião. O se­gun­do é a ex­po­si­ção das em­pre­sas e ONG´s de Maringá aos estrangeiros que vêm de­sen­vol­ver as su­as ati­vi­da­des vo­lun­tá­ri­as e proEs­si­o­nais aqui. Es­sa con­vi­vên­cia, mesmo que cur­ta, trans­for­ma as pes­so­as. Es­sa tro­ca de ex­pe­ri­ên­cia proEs­si­o­nal e pes­so­al faz com que se crie um am­bi­en­te fér­til para o de­sen­vol­vi­men­to de no­vas idei­as e de ino­va­ção. O papel de uma uni­ver­si­da­de vai além da for­ma­ção proEs­si­o­nal de seus alu­nos. Ao re­a­li­zar ati­vi­da­des co­mo o Projeto In­ter­na­ci­o­na­li­za­ção e Liderança, a UEM em par­ce­ria com a AIESEC, cri­am um am­bi­en­te pro­pí­cio ao de­sen­vol­vi­men­to so­ci­al e econô­mi­co do Nor­te do Pa­ra­ná, co­lo­can­do li­te­ral­men­te Maringá no mundo. Não é coin­ci­dên­cia que Maringá es­te­ja sem­pre na lis­ta das me­lho­res ci­da­des para se fa­zer ne­gó­cio, para se vi­ver e para ino­var. Is­so é de­cor­rên­cia do in­ves­ti­men­to fei­to na ge­ra­ção de co­nhe­ci­men­to na Uni­ver­si­da­de, e do efeito pro­pa­ga­do das ati­vi­da­des diá­ri­as de do­cen­tes e dis­cen­tes, in­ves­ti­men­to cu­jo re­tor­no só é per­ce­bi­do no lon­go pra­zo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.