Tes­te na Ba­cia de San­tos pro­me­te, re­ve­la Pe­tro­bras

O Diário do Norte do Paraná - - ECONOMIAIA - Cris­ti­na Ín­dio do Bra­sil Agên­cia Bra­sil

O tes­te de lon­ga du­ra­ção (TLD) no Campo de Me­ro, no blo­co de Li­bra, no pré-sal da Ba­cia de San­tos, foi con­cluí­do pe­la Pe­tro­bras, apon­tan­do pa­ra “um gran­de re­sul­ta­do em águas ul­tra­pro­fun­das”.

Se­gun­do a Pe­tro­bras, os re­sul­ta­dos tec­no­ló­gi­cos al­can­ça­dos no pe­río­do “fo­ram fun­da­men­tais pa­ra ob­ter da­dos de al­ta qua­li­da­de e re­du­zir as in­cer­te­zas so­bre o re­ser­va­tó­rio, o que per­mi­ti­rá a im­plan­ta­ção ace­le­ra­da de até qu­a­tro sis­te­mas de­fi­ni­ti­vos de pro­du­ção em Li­bra nos pró­xi­mos anos”.

A pro­du­ção, ope­ra­da pe­lo Con­sór­cio de Li­bra, co­me­çou em no­vem­bro de 2017, foi re­a­li­za­da pe­lo na­vio pla­ta­for­ma FPSO (em­bar­ca­ção que pro­duz, ar­ma­ze­na e trans­fe­re pe­tró­leo) Pi­o­nei­ro de Li­bra, a pri­mei­ra uni­da­de da Pe­tro­bras de­di­ca­da a tes­tes de lon­ga du­ra­ção equi­pa­da pa­ra in­je­tar o gás pro­du­zi­do.

Se­gun­do a es­ta­tal, du­ran­te os tes­tes, fi­na­li­za­dos na ter­ça­fei­ra (2), o po­ço pro­du­tor in­ter­li­ga­do à pla­ta­for­ma atin­giu a pro­du­ção de 58 mil bar­ris de óleo equi­va­len­te por dia.

Ca­pa­ci­da­de

A es­ta­tal in­for­mou que ca­da sis­te­ma te­rá ca­pa­ci­da­de de pro­du­zir até 180 mil bar­ris de pe­tró­leo por dia. As tec­no­lo­gi­as con­tri­bui­rão tam­bém pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to se­gu­ro e efi­ci­en­te dos pró­xi­mos pro­je­tos da in­dús­tria mun­di­al de pe­tró­leo e gás em águas ul­tra­pro­fun­das.

Pro­du­ção

De acor­do com a Pe­tro­bras, Li­bra é um dos mai­o­res pro­je­tos de pro­du­ção de óleo e gás já de­sen­vol­vi­dos pe­la in­dús­tria offsho­re mun­di­al. “A área apre­sen­ta re­ser­va­tó­ri­os que es­tão en­tre os mais pro­du­ti­vos do País, com co­lu­nas de pe­tró­leo que al­can­çam até 400 me­tros de es­pes­su­ra – o equi­va­len­te à al­tu­ra do Pão de Açú­car”.

O Con­sór­cio de Li­bra é li­de­ra­do pe­la Pe­tro­bras, com 40% de par­ti­ci­pa­ção, em par­ce­ria com a Shell (20%); To­tal (20%) e as chi­ne­sas CNPC (10%) e CNOOC Li­mi­ted (10%). O con­sór­cio tem ain­da a par­ti­ci­pa­ção da com­pa­nhia es­ta­tal Pré-Sal Pe­tró­leo - PPSA, que exer­ce o pa­pel de ges­to­ra do con­tra­to.

— ANDRÉ MOTTA/PE­TRO­BRAS

EM OPE­RA­ÇÃO. Pla­ta­for­ma FPSO é um na­vio pe­tro­lei­ro adap­ta­do que pro­duz, ar­ma­ze­na e trans­fe­re pe­tró­leo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.