Li­vro de Cis­ka tem noi­te de au­tó­gra­fos a par­tir de 19h

O Diário do Norte do Paraná - - ESPORTES - ///Cláu­dio Vi­o­la /// AE

Cis­ka, ex-jo­ga­dor do Grê­mio Es­por­ti­vo Ma­rin­gá, cam­peão na­ci­o­nal de 1969 com o Ga­lo do Norte, lan­ça nes­ta quin­ta-fei­ra, a par­tir de 19h, seu li­vro de me­mó­ri­as on­de nar­ra de­ta­lhes da vi­to­ri­o­sa car­rei­ra. A noi­te de au­tó­gra­fos se­rá no Mu­seu Es­por­ti­vo, à Rua Pi­o­nei­ro Do­min­gos Sal­guei­ro, 1.415, es­qui­na com Ave­ni­da Car­los Bor­ges, Jar­dim Gu­a­po­ré.

Um So­nho Re­a­li­za­do em Três Con­ti­nen­tes é o tí­tu­lo da pu­bli­ca­ção as­si­na­da por Jo­sé Gon­çal­ves de Oli­vei­ra, o Cis­ka, com adap­ta­ção de tex­to do jor­na­lis­ta Antô­nio Pa­di­lha Alon­so.

Nas pá­gi­nas da obra, o ex-la­te­ral-es­quer­do re­la­ta emo­ções vi­vi­das na car­rei­ra co­mo jo­ga­dor, pre­pa­ra­dor fí­si­co e téc­ni­co de in­con­tá­veis equi­pes no Bra­sil, Ja­pão e An­go­la.

En­tre as nar­ra­ti­vas é im­per­dí­vel a que Cis­ka con­ta em de­ta­lhes a con­quis­ta do Tor­neio Ro­ber­to Gomes Pe­dro­sa, o Ro­ber­ti­nho. O tí­tu­lo te­ria da­do ao GEM o di­rei­to de dis­pu­tar a Copa Libertadores de 1970, o que aca­bou não acon­te­cen­do. A CBD op­tou por não ins­cre­ver clu­bes do País na­que­la edi­ção do tor­neio con­ti­nen­tal, ale­gan­do ser um en­tra­ve pa­ra a pre­pa­ra­ção do se­le­ci­o­na­do que vi­ria a con­quis­tar o tri­cam­pe­o­na­to mun­di­al no Mé­xi­co.

Na fi­la pa­ra os au­tó­gra­fos des­ta noi­te es­ta­rão per­so­na­gens que di­vi­di­ram com o au­tor a cons­tru­ção da his­tó­ria do fu­te­bol pro­fis­si­o­nal da Ci­da­de Can­ção. En­tre eles, o ex-go­lei­ro Mau­rí­cio Gon­çal­ves, que co­mo Cis­ka foi ti­tu­lar da me­mo­rá­vel fi­nal do Ro­ber­ti­nho com triun­fo so­bre o Sport, por 3 a 0, no Re­ci­fe.

Os li­vros de Cis­ka po­dem ser en­con­tra­dos pa­ra ven­da na Ban­ca do Mas­sao, Ban­ca da Ge­tú­lio Var­gas e no se­bo a Fon­te do Li­bro, na Ave­ni­da XV de No­vem­bro 628. A CBF di­vul­gou nes­ta quar­ta­fei­ra o ca­len­dá­rio de 2019 do fu­te­bol bra­si­lei­ro. O co­mu­ni­ca­do traz vá­ri­as no­vi­da­des em re­la­ção a es­te ano. Uma de­las é o fa­to de que to­dos os jo­gos no­tur­nos de­ve­rão ser ini­ci­a­dos até no má­xi­mo às 21h30. E a en­ti­da­de tam­bém con­fir­mou que os prin­ci­pais tor­nei­os do País se­rão pa­ra­li­sa­dos du­ran­te o pe­río­do de dis­pu­ta da Copa América, en­tre 14de­ju­nho­e7­de­ju­lho,prin­ci­pal­men­te pe­lo fa­to de que o gran­de even­to­se­rá­re­a­li­za­do­noB­ra­sil. OB­ra­si­lei­rão,por­su­a­vez,foi­con­fir­ma­do pa­ra ocor­rer en­tre os di­as 28 de abril e 8 de de­zem­bro, en­quan­to a Sé­rie B se­rá aber­ta em 27 de abril e irá até 30 de no­vem­bro. Já os dois con­fron­tos da de­ci­são da Copa do Bra­sil se­rão nos­di­as4e11­de­se­tem­bro. Os cam­pe­o­na­tos es­ta­du­ais con­ti­nu­a­rão com 18 da­tas dis­po­ní­veis, en­tre 20 de ja­nei­ro e 21 de abril, as­sim co­mo já ocor­reu nes­te­a­no.///AE O Pa­ris Saint-Ger­main apro­vei­tou as fra­gi­li­da­des do Es­tre­la Ver­me­lha pa­ra re­a­gir na Li­ga dos Cam­peões, nes­ta quar­ta­fei­ra. Li­de­ra­do por Ney­mar, au­tor de três gols, o ti­me fran­cês go­le­ou a equi­pe da Sér­via por 6 a 1, no Par­que dos Prín­ci­pes, pe­la se­gun­da­da­com­pe­ti­ção. Atu­an­do mais cen­tra­li­za­do, qua­se co­mo um tí­pi­co armador, Ney­mar vol­tou a co­man­dar as ações da equi­pe fran­ce­sa. Mas nem por is­so dei­xou de ba­lan­çar as re­des. Fo­ram seus os dois pri­mei­ros gols da par­ti­da. Aos 19, ele ba­teu fal­ta com ca­te­go­ria no can­to di­rei­to bai­xo do go­lei­ro. Ape­nas dois mi­nu­tos de­pois, Ca­va­ni rou­bou a bo­la pe­la di­rei­ta na in­ter­me­diá­ria e to­cou pa­ra Ney­mar, que ta­be­lou com Mbap­pé e to­cou de pri­mei­ra pa­ra as re­des. Ca­va­ni, Di Ma­ria e Mbap­pé fi­ze­ram os ou­tros gols. com Ney­mar, ou­tra vez de fal­ta, fe­chan­do a go­le­a­da. O San­tos é o atu­al oi­ta­vo co­lo­ca­do do Cam­pe­o­na­to Bra­si­lei­ro após 27 ro­da­das dis­pu­ta­das e es­tá no­ve pon­tos atrás do Atlé­ti­co-MG, ti­me queho­je­fe­cha­a­zo­na­de­clas­si­fi­ca­ção­pa­ra­aCo­paLi­ber­ta­do­res.Ape­sar dis­so, o trei­na­dor dis­se nes­ta quar­ta-fei­ra que o ti­me se­gue al­me­jan­do a con­quis­ta da va­ga na pró­xi­ma edi­ção da com­pe­ti­ção con­ti­nen­tal. En­tre­tan­to, o dis­cur­so do co­man­dan­te tam­bém foi cau­te­lo­so quan­do ele pro­je­tou os pró­xi­mos ob­je­ti­vos do ti­me san­tis­ta. Pa­ra Cu­ca,an­tes­de­pen­sa­rem­jo­ga­ro­tor­nei­o­sul-ame­ri­ca­no,ae­qui­pe­pre­ci­sa ini­ci­al­men­te lu­tar pa­ra li­vrar o ris­co de que­da pa­ra a Sé­rie B do Bra­si­lei­ro. “Nos­sa pri­mei­ra me­ta é che­gar aos 42 pon­tos pa­ra sal­var (o ti­me) do re­bai­xa­men­to. Quan­do nós (da atu­al co­mis­são téc­ni­ca) che­ga­mos, o ti­me era o 17º co­lo­ca­do, com 16 pon­tos. A gen­te tem que ga­nha­res­ses­pon­to­so­mais­rá­pi­do­pos­sí­vel,ma­sain­da­po­de­mos­pen­sar­naLi­ber­ta­do­res”,afir­mou­o­trei­na­dor.///AE

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.