O Dia

AS CONTAS DA SECRETARIA

-

Comandada por Marco Antônio Cabral, a Secretaria Estadual de Esportes e Lazer nega que seja beneficiad­a por Pezão. Diz que seu orçamento caiu de R$ 72 milhões em 2014 para R$ 54 milhões no ano seguinte — deste total, foram liberados R$ 35 milhões. Ressalta que conseguiu mais R$ 4,5 milhões no governo federal. A principal fonte de receita, porém, veio de patrocínio­s, empresas que, em 2015, investiram R$ 76,4 milhões em eventos, bolsas para atletas e construção de quadras. O problema é que o dinheiro acabou abatido de impostos estaduais.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil