Mo­to­ris­tas de ôni­bus re­cla­mam de fal­ta de tro­co em mo­e­das de R$ 0,05

Se­gun­do o sin­di­ca­to, pro­fis­si­o­nais, quan­do não são ame­a­ça­dos por pas­sa­gei­ros, são des­con­ta­dos pe­la au­sên­cia dos cin­co cen­ta­vos

O Dia - - FRONT PAGE -

Re­a­jus­ta­da em ju­lho, a ta­ri­fa de R$ 3,95 nos ôni­bus do mu­ni­cí­pio do Rio tem cau­sa­do po­lê­mi­ca en­tre mo­to­ris­tas e co­bra­do­res por con­ta do tro­co a pas­sa­gei­ros. Se­gun­do o Sin­di­ca­to dos Mo­to­ris­tas e Co­bra­do­res de Ôni­bus do Rio (Sin­tra­turb), eles es­tão sen­do obri­ga­dos a sair das ga­ra­gens das em­pre­sas sem mo­e­das de R$ 0,05, o que oca­si­o­na dis­cus­sões e até ame­a­ças dos vi­a­jan­tes.

Pa­ra evi­tar a in­dis­po­si­ção, mui­tos pro­fis­si­o­nais, aca­bam dan­do R$ 0,10 de tro­co. No mo­men­to da pres­ta­ção de con­tas, po­rém, o cai­xa apre­sen­ta um des­fal­que de va­lor. “Quan­do is­so acon­te­ce, o pro­fis­si­o­nal é obri­ga­do a as­si­nar um va­le no va­lor da di­fe­ren­ça que é des­con­ta­do de seu sa­lá­rio. A em­pre­sa não per­de na­da, quem per­de é o mo­to­ris­ta”, afir­mou Se­bas­tião Jo­sé, pre­si­den­te do sin­di­ca­to.

“Va­le lem­brar que re­cen­te­men­te uma pas­sa­gei­ra en­trou com uma ação no Mi­nis­té­rio Pú­bli­co con­tra o Con­sór­cio In­ter­nor­te, já que um co­bra­dor não ti­nha o tro­co”, acres­cen­tou ele. O ca­so ci­ta­do acon­te­ceu em ou­tu­bro, na li­nha 232 (Lins -Pra­ça Quin­ze). “O pas­sa­gei­ro tam­bém es­tá na sua ra­zão de co­brar”, pon­de­rou Se­bas­tião.

Vi­san­do uma so­lu­ção pa­ra o pro­ble­ma, o pre­si­den­te do Sin­tra­turb vai su­ge­rir a cri­a­ção de uma co­mis­são com­pos­ta por re­pre­sen­tan­tes da Fe­trans­por, sin­di­ca­to, MPRJ e Se­cre­ta­ria Mu­ni­ci­pal de Trans­por­tes (SMTR). Se­bas­tião ga­ran­tiu que ca­so o des­con­to nos sa­lá­ri­os do pro­fis­si­o­nais con­ti­nue, uma re­pre­sen­ta­ção no MP e no Tri­bu­nal Re­gi­o­nal do Tra­ba­lho se­rá aci­o­na­da.

Pro­cu­ra­da, a SMTR afir­mou que é com­pe­tên­cia das em­pre­sas o tro­co pa­ra pas­sa­gei­ros. Em no­ta, os con­sór­ci­os dis­se­ram des­co­nhe- cer a de­nún­cia e que es­tão em­pe­nha­dos em ga­ran­tir o abas­te­ci­men­to de mo­e­das.

“O sin­di­ca­to vem atu­an­do em par­ce­ria com o Ban­co Cen­tral — que en­fren­ta di­fi­cul­da­des com o fenô­me­no de re­ten­ção de mo­e­das em to­do o país — pa­ra mi­ni­mi­zar os trans­tor­nos. Va­le lem­brar que os pas­sa­gei­ros po­dem op­tar pe­lo uso do car­tão Ri­oCard. Atu­al­men­te, cer­ca de 80% das pas­sa­gens do mu­ni­cí­pio são pa­gas com bi­lhe­ta­gem ele­trô­ni­ca”, apon­tou a no­ta dos con­sór­ci­os.

Da es­ta­giá­ria Lu­a­na Dan­da­ra, sob su­per­vi­são de An­gé­li­ca Fer­nan­des

AR­MAN­DO PAIVA

Com ta­ri­fa a R$ 3,95, tro­co che­ga a R$ 0,10, de acor­do com sin­di­ca­to

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.