Ex­pec­ta­ti­va po­si­ti­va pa­ra o Cam­pe­o­na­to Ca­ri­o­ca

Fi­lo­so­fia de tra­ba­lho de Fer­nan­do Di­niz agra­da jo­ga­do­res an­tes da es­treia con­tra o Vol­ta Re­don­da

O Dia - - ATAQUE - HU­GO PERRUSO hu­[email protected]

Fo­ram dez di­as de mui­to tra­ba­lho e ajus­tes pa­ra co­lo­car a fi­lo­so­fia em prá­ti­ca. E, por en­quan­to, quem acom­pa­nha os trei­nos gos­ta do que vê, o que tem cau­sa­do ex­pec­ta­ti­va com re­la­ção à equi­pe que Fer­nan­do Di­niz co­lo­ca­rá em cam­po na es­treia do Flu­mi­nen­se no Ca­ri­o­ca, con­tra o Vol­ta Re­don­da, no pró­xi­mo sá­ba­do.

Lo­go no pri­mei­ro dia de pré-tem­po­ra­da, al­go pou­co co­mum no Bra­sil, o trei­na­dor já co­me­çou a bo­tar em prá­ti­ca o que pen­sa, com um trei­no com bo­la. Os tra­ba­lhos tam­bém en­vol­vem tro­cas de pas­ses em es­pa­ços cur­tos, com mar­ca­ção sob pres­são e pe­di­do pa­ra que os jo­ga­do­res tro­quem pas­ses ao sair jo­gan­do.

Ou­tra ca­rac­te­rís­ti­ca são os trei­nos lon­gos, às ve­zes de mais de três ho­ras. A de­mo­ra se dá ao fa­to de Di­niz pas­sar mui­tas ori­en­ta­ções, pa­ran­do a mo­vi­men­ta­ção pa­ra mos­trar o que quer. Os jo­ga­do­res têm gos­ta­do des­se pri­mei­ro con­ta­to.

Após dois jo­gos-trei­nos, con­tra Ca­bo­fri­en­se e Ma­ge­en­se, o Flu­mi­nen­se de 2019 co­me­çou a mos­trar sua ca­ra. Os três za­guei­ros de 2018 de­ram lu­gar ao 4-2-3-1, com Ro­dol­fo, Eze­qui­el (Gil­ber­to se­gue fo­ra em fa­se fi­nal de re­cu­pe­ra­ção de ede­ma ós­seo), Di­gão, Ibañez e Mar­lon; Air­ton, Bru­no Silva, Da­ni­el­zi­nho (ou Ma­teus Gon­çal­ves), Eve­ral­do e Yony Gon­zá­lez; Luciano.

Além do pe­di­do de mui­ta in­ten­si­da­de, prin­ci­pal­men­te na mar­ca­ção pa­ra re­cu­pe­rar lo­go a bo­la, o ti­me bus­cou tra­ba­lhar a pos­se e ten­ta de­mons­trar com­pac­ta­ção ao che­gar ao ata­que, com jo­ga­do­res pró­xi­mos.

Sem um cen­tro­a­van­te fi­xo, Luciano e Yony têm apa­re­ci­do mais na área, as­sim co­mo a en­tra­da de um vo­lan­te vin­do por trás. No meio, Da­ni­el­zi­nho e Ma­teus Gon­çal­ves fo­ram tes­ta­dos, no que pa­re­ce

Da­ni­el­zi­nho e Ma­teus Gon­çal­ves fo­ram tes­ta­dos na ar­ma­ção da equi­pe. Po­si­ção é a úni­ca dú­vi­da de Di­niz pa­ra a es­treia no Ca­ri­o­ca

ser a úni­ca dú­vi­da na equi­pe pa­ra a es­treia no Cam­pe­o­na­to Ca­ri­o­ca.

Após a pri­mei­ra fol­ga em 2019, o elen­co tri­co­lor re­tor­na ho­je aos tra­ba­lhos, com mais cin­co di­as pa­ra ajus­tar os úl­ti­mos de­ta­lhes pa­ra o jo­go e tam­bém de­fi­nir es­se úl­ti­mo no­me que fal­ta.

“Na­tu­ral­men­te a equi­pe es­tá evo­luin­do. Ti­ve­mos mais agres­si­vi­da­de, cri­a­mos mui­tas chan­ces de gol (con­tra o Ma­ge­en­se). Faz par­te da evo­lu­ção do tra­ba­lho e es­pe­ra­mos mais pa­ra es­tre­ar bem con­tra o Vol­ta Re­don­da”, dis­se Di­niz ao si­te do Flu­mi­nen­se.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.