FI­NAN­ÇAS PÚ­BLI­CAS

O Estado de S. Paulo - - Espaço aberto - MA­RIA CARMEN DEL BEL TUNES car­men_­tu­[email protected] Ame­ri­ca­na

Fle­xi­bi­li­za­ção do te­to

Co­mo o Bra­sil ain­da não pe­gou no tran­co, es­tá fal­tan­do di­nhei­ro pa­ra os mi­nis­té­ri­os. Por is­so, Ca­sa Ci­vil e mi­li­ta­res pres­si­o­nam o go­ver­no pa­ra fle­xi­bi­li­zar a re­gra do te­to de gas­tos pú­bli­cos – o que cer­ta­men­te te­rá co­mo con­sequên­cia o au­men­to da in­fla­ção, ruim pa­ra to­dos nós. De acor­do com o Es­ta­dão de on­tem, o mi­nis­tro da Ca­sa Ci­vil, Onyx Lo­ren­zo­ni, em reu­nião da Jun­ta de Exe­cu­ção Or­ça­men­tá­ria (JEO), “che­gou a afir­mar que os con­gres­sis­tas apoi­a­ri­am a mu­dan­ça”. Quan­do pro­cu­ra­do, po­rém, Lo­ren­zo­ni ne­gou ser de­fen­sor da fle­xi­bi­li­za­ção do te­to. O pre­si­den­te da Câ­ma­ra, Ro­dri­go Maia (DEM-RJ), e o de­pu­ta­do Domingos Ne­to (PSD-CE), re­la­tor da pro­pos­ta or­ça­men­tá­ria pa­ra 2020, tam­bém não con­cor­dam em me­xer no te­to dos gas­tos. En­fim, nos bas­ti­do­res to­dos qu­e­rem mais di­nhei­ro pú­bli­co pa­ra gas­tar, mas nin­guém quer as­su­mir a pa­ter­ni­da­de de tal pro­je­to, por­que nin­guém quer ser res­pon­sa­bi­li­za­do se tal mu­dan­ça oca­si­o­nar um es­tou­ro da in­fla­ção. To­ma­ra que pre­va­le­ça o bom sen­so.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.