A um ano da elei­ção, Do­ria anun­cia ‘so­cor­ro’ a Co­vas

Pa­co­te de ‘par­ce­ri­as’ pre­vê to­tal de R$ 550 mi em re­pas­ses e aju­da de cus­teio; pre­fei­to se­rá can­di­da­to à re­e­lei­ção

O Estado de S. Paulo - - Política - Bru­no Ri­bei­ro

A qua­se um ano da elei­ção mu­ni­ci­pal – na qual o pre­fei­to Bru­no Co­vas (PSDB) pre­ten­de con­cor­rer à re­e­lei­ção – o go­ver­na­dor de São Pau­lo, João Do­ria (PSDB), anun­ci­ou on­tem um pa­co­te de “par­ce­ri­as” com a Pre­fei­tu­ra da ca­pi­tal nas áre­as mais pro­ble­má­ti­cas da ges­tão mu­ni­ci­pal. O au­xí­lio de Do­ria a Co­vas foi an­te­ci­pa­do pe­la Coluna do Es­ta­dão.

São re­pas­ses de R$ 220 mi­lhões pa­ra in­ves­ti­men­tos em obras viá­ri­as, e de R$ 330 mi­lhões em aju­da de cus­teio pa­ra as áre­as da saú­de, as­sis­tên­cia so­ci­al e tra­ba­lho.

A me­di­da in­clui a trans­fe­rên­cia pa­ra o Es­ta­do da ges­tão de dois hos­pi­tais – Pa­re­lhei­ros e Er­me­li­no Ma­ta­raz­zo –, o re­pas­se de re­cur­sos pa­ra cus­te­ar aten­di­men­tos à po­pu­la­ção de rua no Par­que Dom Pe­dro, no cen­tro da ci­da­de, e a ofer­ta de 12 mil va­gas em cur­sos de ca­pa­ci­ta­ção pa­ra de­sem­pre­ga­dos. O Es­ta­do ain­da irá cus­te­ar um cen­so pa­ra a po­pu­la­ção de rua, me­di­da que a Pre­fei­tu­ra vem anun­ci­an­do des­de o co­me­ço do ano.

Com os re­cur­sos ex­tras, Co­vas ga­nha alí­vio de R$ 240 mi­lhões em cai­xa pa­ra a ges­tão dos de­mais hos­pi­tais e po­de re­ma­ne­jar re­cur­sos pa­ra ou­tras áre­as ti­das co­mo crí­ti­cas, co­mo o cus­teio das am­bu­lân­ci­as do Sa­mu.

A par­ce­ria tam­bém ga­ran­te que o Es­ta­do fa­ça a du­pli­ca­ção da Es­tra­da do M’Boi Mi­rim. A obra, de gran­de im­pac­to na pe­ri­fe­ria da ci­da­de, é uma das que não ti­ve­ram an­da­men­to por fal­ta de re­cur­sos fe­de­rais. A cons­tru­ção de du­as fai­xas no­vas na via, in­cluin­do cor­re­dor de ôni­bus, ha­via si­do li­ci­ta­da na ges­tão Fer­nan­do Had­dad (PT) e ti­nha pre­vi­são de uti­li­za­ção de R$ 200 mi­lhões em re­cur­sos do PAC Mo­bi­li­da­de. A ver­ba fe­de­ral, en­tre­tan­to, nun­ca saiu e a obra foi pa­ra­li­sa­da.

As áre­as da saú­de, a ques­tão dos mo­ra­do­res de rua, a fal­ta de ações pa­ra com­ba­ter o de­sem­pre­go e o ex­ces­so de obras no cen­tro da ci­da­de – sem equi­va­len­tes nas pe­ri­fe­ri­as – são jus­ta­men­te os pon­tos que têm po­ten­ci­al de di­fi­cul­tar a cam­pa­nha à re­e­lei­ção de Co­vas no ano que vem, se­gun­do seus ali­a­dos na Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal.

A par­ce­ria mi­ra ain­da ou­tros pon­tos em que Co­vas vi­nha sen­do mal ava­li­a­do. O Hos­pi­tal das Clí­ni­cas de­ve ga­nhar, a par­tir de

ja­nei­ro, uma uni­da­de do ser­vi­ço Aten­di­men­to Mé­di­co Am­bu­la­to­ri­al (AMA), o que po­de­rá ofe­re­cer à po­pu­la­ção que pro­cu­ra o hos­pi­tal um lo­cal pa­ra ser aten­di­do – o pron­to-so­cor­ro do HC re­ce­be ape­nas am­bu­lân­ci­as, e is­so ge­ra quei­xas de pa­ci­en­tes que vão até lá e não são aten­di­dos. Do­ria ci­tou ain­da par­ce­ri­as na área da edu­ca­ção, com a in­te­gra­ção de ma­trí­cu­las e a mi­gra­ção gra­du­al de alu­nos do en­si­no fun­da­men­tal da re­de es­ta­du­al pa­ra a re­de mu­ni­ci­pal.

‘Ges­tão’. O go­ver­na­dor ne­gou que o pa­co­te de aju­da à Pre­fei­tu­ra ti­ves­se a in­ten­ção de aju­dar Co­vas a con­quis­tar um no­vo man­da­to à fren­te da Pre­fei­tu­ra. Do­ria dis­se ain­da que apoi­a­rá a cam­pa­nha à re­e­lei­ção do pre­fei­to, mas afir­mou que não era ain­da o mo­men­to de dis­cu­tir o tema. “Ges­tão é ges­tão e po­lí­ti­ca é po­lí­ti­ca”, dis­se.

Se­gun­do Do­ria, a aju­da se jus­ti­fi­ca­va pe­lo ta­ma­nho da ci­da­de de São Pau­lo, “mais po­pu­lo­sa do Es­ta­do e mais po­pu­lo­sa do País”. O go­ver­na­dor dis­se ain­da que não vê “ne­nhu­ma de­bi­li­da­de” na ges­tão do pre­fei­to – que as­su­miu o car­go em abril do ano pas­sa­do, após Do­ria re­nun­ci­ar pa­ra dis­pu­tar a elei­ção pa­ra o go­ver­no do Es­ta­do.

Ques­ti­o­na­do se os re­pas­ses fe­de­rais à ci­da­de de São Pau­lo ha­vi­am so­fri­do al­gum ti­po de va­ri­a­ção nes­te ano, em re­la­ção aos anos an­te­ri­o­res, Co­vas afir­mou que, des­de a che­ga­da de Jair Bol­so­na­ro à Pre­si­dên­cia, os re­cur­sos à ca­pi­tal pau­lis­ta caí­ram “80% ou 90%”, sem de­ta­lhar va­lo­res. Mas, se­gun­do ele, o qua­dro não é ex­clu­si­vo da ci­da­de de São Pau­lo, e que a mai­o­ria dos re­cur­sos era do pro­gra­ma Mi­nha Ca­sa, Mi­nha Vi­da.

ALOISIO MAU­RI­CIO/FO­TO­A­RE­NA

Apoio. Pa­ra Do­ria, aju­da se jus­ti­fi­ca pe­lo ta­ma­nho da ci­da­de

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.