SAN­TA CRUZ PRE­PA­RA BIBLIOTECA DO FU­TU­RO PA­RA 2020

Com pro­je­to ar­qui­tetô­ni­co ar­ro­ja­do, es­pa­ço abri­ga­rá 25 mil li­vros, es­tú­dio mul­ti­mí­dia, além de sa­las de au­la, lei­tu­ra e es­tu­do

O Estado de S. Paulo - - .Edu -

Uma grande es­tru­tu­ra de vi­dro e aço cha­ma a aten­ção de qu­em pas­sa em fren­te ao Co­lé­gio San­ta Cruz, no Al­to de Pi­nhei­ros, zo­na oes­te de São Paulo. É lá, no co­ra­ção do cam­pus, que es­tá sen­do cons­truí­da a no­va biblioteca da es­co­la – um pro­je­to ar­qui­tetô­ni­co ar­ro­ja­do cu­jo ob­je­ti­vo é unir pas­sa­do e fu­tu­ro, com um vas­to le­ga­do de pes­qui­sa e tec­no­lo­gia de ponta.

Com qua­se 2 mil me­tros qua­dra­dos, o es­pa­ço se­rá inau­gu­ra­do em fe­ve­rei­ro de 2020 e te­rá por­tas aber­tas pa­ra os 3.200 alu­nos do co­lé­gio e su­as fa­mí­li­as. To­da es­sa mag­ni­tu­de, en­tre­tan­to, não ser­vi­rá so­men­te como um am­bi­en­te si­len­ci­o­so de lei­tu­ra. Se­gun­do seus ide­a­li­za­do­res, a Biblioteca Pa­dre Char­bon­ne­au se­rá o re­fle­xo e ao mes­mo tem­po uma ins­pi­ra­ção pa­ra o pro­je­to pe­da­gó­gi­co que pri­o­ri­za a for­ma­ção in­te­gral de seus alu­nos pa­ra o pre­sen­te e pa­ra o fu­tu­ro.

É o que ex­pli­ca a diretora pe­da­gó­gi­ca Dé­bo­ra Vaz. “A no­va biblioteca vai con­si­de­rar di­fe­ren­tes prá­ti­cas de au­la. Te­re­mos li­vros fí­si­cos e em su­por­te digital, além de sa­las de au­la, lei­tu­ra e es­tu­do.”

Um sis­te­ma di­gi­ta­li­za­do fa­ci­li­ta­rá o aces­so e a de­vo­lu­ção de li­vros e ma­te­ri­ais au­di­o­vi­su­ais, além de dis­po­ni­bi­li­zar e-bo­oks. Pro­fis­si­o­nais de tec­no­lo­gia edu­ca­ci­o­nal devem acom­pa­nhar os alu­nos no ma­nu­seio dos no­vos equi­pa­men­tos, em sa­las de projetos digitais e em um es­tú­dio pa­ra tra­ba­lhos de áu­dio e ví­deo que da­rá su­por­te pa­ra cri­a­ção de projetos.

A biblioteca te­rá ain­da um es­pa­ço pro­je­ta­do como um “sa­lão em mo­vi­men­to”, pen­sa­do pa­ra ser mo­di­fi­ca­do sem­pre que pre­ci­so, com mo­bí­lia e es­tan­tes adap­tá­veis. É ali que acon­te­ce­rão ex­po­si­ções e pa­les­tras.

Ou­tras prá­ti­cas de lei­tu­ra, que de­man­dam am­bi­en­tes mais tran­qui­los, ocu­pa­rão o me­za­ni­no, que dis­po­ni­bi­li­za­rá me­sas com­par­ti­lha­das e in­di­vi­du­ais, se­pa­ra­das por di­vi­só­ri­as mó­veis.

Ape­sar de ain­da es­tar em an­da­men­to, a cons­tru­ção es­tá sen­do acom­pa­nha­da com ex­pec­ta­ti­va pe­los alu­nos do San­ta Cruz. Com área ain­da cer­ca­da pe­las obras, os es­tu­dan­tes já fa­zem vi­si­tas pe­da­gó­gi­cas.

ACER­VO PRECIOSO

O acer­vo da biblioteca deve abri­gar cer­ca de 25 mil li­vros. Pro­fes­so­res fa­ci­li­ta­rão o aces­so aos vo­lu­mes, se­ja cri­an­do es­ta­ções te­má­ti­cas, se­ja en­si­nan­do os es­tu­dan­tes a se apro­pri­a­rem do ca­tá­lo­go e a fa­ze­rem pes­qui­sas. “A al­tu­ra baixa das es­tan­tes vai apro­xi­mar os li­vros de to­dos. As cri­an­ças se­rão in­cen­ti­va­das a aprender a pes­qui­sar o ca­tá­lo­go como gen­te grande”, diz Fá­bio Ai­dar, di­re­tor-ge­ral do San­ta Cruz. “Nos­sa biblioteca se­rá um es­pa­ço de re­fe­rên­cia em São Paulo”, pro­me­te.

Além da ino­va­ção que a es­tru­tu­ra pro­mo­ve, a biblioteca se­rá um es­pa­ço aber­to às fa­mí­li­as, que também po­de­rão usu­fruir do acer­vo de li­vros.

Ou­tro en­con­tro pre­ten­di­do pe­la biblioteca é o da ino­va­ção com a tra­di­ção. Des­de 1957, o San­ta Cruz tem a biblioteca como cen­tro de aprendizad­o, pes­qui­sa e cultura. “Cha­má-la de Pa­dre Char­bon­ne­au, além de ser uma ho­me­na­gem, é reafirmar a his­tó­ria do nos­so pro­je­to pe­da­gó­gi­co”, diz Ai­dar, se re­fe­rin­do ao pa­dre Paul-Eugè­ne Char­bon­ne­au (19251987), pro­fes­sor ca­na­den­se de fi­lo­so­fia, au­tor de 45 li­vros e que foi vi­ce-di­re­tor do San­ta Cruz por qua­se 30 anos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.