Amazô­nia re­gis­tra mais ar­mas de fo­go em 2018

O Estado de S. Paulo - - Política -

Os Es­ta­dos da re­gião amazô­ni­ca, de 2017 pa­ra 2018, re­gis­tra­ram mais ar­mas de fo­go, em ter­mos por­cen­tu­ais, do que o res­tan­te do País, se­gun­do le­van­ta­men­to fei­to pe­la Co­lu­na com ba­se em da­dos do Anuá­rio Bra­si­lei­ro de Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca. En­quan­to AM, PA, RO, RR, MA, AC, MT e TO ti­ve­ram cres­ci­men­to de 54,6%, nos de­mais Es­ta­dos (mais o DF), o pa­ta­mar foi de 39%, num cla­ro in­di­ca­ti­vo da cres­cen­te ten­são na re­gião. Em nú­me­ros ab­so­lu­tos, é cla­ro, o res­tan­te do País con­ta­bi­li­zou uma quan­ti­da­de mai­or: 147 mil con­tra 46 mil na Amazô­nia.

» Mé­to­do. O anuá­rio é fei­to pe­lo Fó­rum Bra­si­lei­ro de Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca e tem como fon­te da­dos do Exér­ci­to e da PF.

» Ex­pli­ca­ção. “Mais gen­te se ar­mou na Amazô­nia, o que aju­da a com­pre­en­der o ce­ná­rio de vi­o­lên­cia e con­fli­tos. Es­sa é uma das ra­zões pe­las quais a re­gião Norte é a úni­ca que cres­ceu no nú­me­ro de mor­tes vi­o­len­tas”, dis­se Renato Sérgio de Li­ma, di­re­tor do Fó­rum.

» Ce­ná­rio. O anuá­rio mos­trou que, en­quan­to o Norte te­ve au­men­to de 1% em mor­tes vi­o­len­tas, o res­tan­te do País apre­sen­tou uma re­du­ção de até 15%.

» Sem con­sen­so. De­pois de três de­cre­tos de por­te de ar­ma mal su­ce­di­dos, o go­ver­no de­ci­diu apoi­ar um pro­je­to de lei re­la­ta­do por Alexandre Lei­te (DEM-SP). O texto es­tá pron­to des­de agos­to, aguar­dan­do ser vo­ta­do.

» A conta. Des­de que ini­ci­ou a GLO da re­gião Amazô­ni­ca, as For­ças Ar­ma­das já apre­en­de­ram 12 mil m³ de ma­dei­ra ile­gal, 13 ca­mi­nhões e cin­co em­bar­ca­ções que as trans­por­ta­vam. Com is­so, la­vra­ram 94 ter­mos de in­fra­ção (re­pre­sen­tan­do R$ 22 mi­lhões em mul­tas).

» Stand... Em reu­nião com go­ver­na­do­res da Amazô­nia, em­bai­xa­do­res eu­ro­peus con­ta­ram que ti­nham um grande anún­cio de re­cur­sos pa­ra fa­zer du­ran­te a As­sem­bleia da ONU, mas que es­tá sus­pen­so, aguar­dan­do ini­ci­a­ti­va do go­ver­no bra­si­lei­ro de que­rer ne­go­ci­ar.

» … by. Os di­plo­ma­tas dis­se­ram ain­da que em­pre­sas pri­va­das também ha­vi­am de­mons­tra­do in­te­res­se em aju­dar a re­gião. Uma de­las se­ria a Louis Vuit­ton, que es­ta­ria dis­pos­ta a de­sem­bol­sar 10 mi­lhões de eu­ros.

» Bancada era... A di­ver­gên­cia no PSL em tor­no da CPI da Lava To­ga fez o lí­der do partido, Ma­jor Olím­pio (SP), pe­dir a saí­da de Flávio Bol­so­na­ro (RJ).

» ...de vi­dro... “Eu ten­tei con­ven­cê-la (Juí­za Sel­ma, de saí­da pa­ra o Po­de­mos) a ficar e re­sis­tir co­nos­co. Qu­em tem que cair fora do PSL é o Flávio, não ela. Gos­ta­ria que ele saís­se hoje mes­mo”, dis­se Ma­jor Olím­pio.

» ... e se que­brou. Ape­sar dis­so, o se­na­dor não deve entrar no Con­se­lho de Éti­ca do PSL con­tra Flávio, por ava­li­ar que ele não te­nha fe­ri­do ne­nhu­ma regra. » Do hos­pi­tal. Car­los Bol­so­na­ro foi bater bo­ca, mais uma vez, com o mun­do mi­li­tar. Em uma pu­bli­ca­ção do ge­ne­ral Paulo Cha­gas que de­fen­dia a CPI da Lava To­ga, ques­ti­o­nou “que vír­gu­la” ele me­xeu pa­ra “mudar os ru­mos do País”: “Tem que atu­rar es­ses zés!”.

» Aí, não... Na Operação Injusta Cau­sa, de­fla­gra­da pe­la PF con­tra ven­da de sen­ten­ças no TRT em Sal­va­dor, um dos in­ves­ti­ga­dos foi fla­gra­do pi­can­do do­cu­men­tos e os ati­ran­do, jun­to com o ce­lu­lar, pe­la ja­ne­la.

JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA. CO­LA­BO­ROU ELI­A­NE CAN­TA­NHÊ­DE

CO­LU­NA DO ESTADÃO

» CLICK. Pe­dro Bi­al re­ce­be hoje (TV Glo­bo) Luiz Ma­klouf, jor­na­lis­ta do Es­ta­do, au­tor de li­vro so­bre a vi­da mi­li­tar de Bol­so­na­ro, e a ad­vo­ga­da de­le à época, Eli­za­beth Di­niz.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.