Prê­mio São Paulo luta pa­ra não aca­bar

Na co­me­mo­ra­ção da 25ª edição, even­to bus­ca alternativ­as pa­ra so­bre­vi­ver

O Estado de S. Paulo - - Caderno 2 - Leandro Nunes

A úl­ti­ma edição do Prê­mio São Paulo de In­cen­ti­vo ao Te­a­tro Jo­vem e In­fan­til te­ve di­rei­to a uma noi­te ca­lo­ro­sa, on­tem, no Te­a­tro Ser­gio Cardoso. O even­to co­me­mo­rou sua 25.ª edição e pa­re­cia não se lem­brar de que era a der­ra­dei­ra, após a re­ti­ra­da do pa­tro­cí­nio por parte da Co­ca-Co­la Fem­sa Bra­sil.

O sentimento foi con­fir­ma­do pe­la atriz Aman­da Acos­ta, ven­ce­do­ra na ca­te­go­ria pe­la in­ter­pre­ta­ção em Car­men, a Gran­de Pe­que­na No­tá­vel. “A história da Car­men Mi­ran­da nos mos­trou que a ar­te pode ul­tra­pas­sar fron­tei­ras. Sin­to que es­se prê­mio não vai aca­bar”, acres­cen­tou. “Va­mos con­ver­sar com o público. Es­sa ar­te tam­bém é de­les.” O es­pe­tá­cu­lo ins­pi­ra­do na obra homô­ni­ma de He­loí­sa Seixas e Ju­lia Ro­meu tam­bém le­vou o prê­mio pe­lo fi­gu­ri­no de Kle­ber Mon­ta­nhei­ro.

Ou­tro es­pe­tá­cu­lo ce­le­bra­do foi É Tudo Fa­mí­lia, ven­ce­dor na ca­te­go­ria au­to­ria de tex­to adap­ta­do, de Tá­ba­ta Ma­kows­ki, e me­lhor es­pe­tá­cu­lo in­fan­til. A mon­ta­gem di­ri­gi­da por Ki­ko Mar­ques nar­ra a história de quatro es­tu­dan­tes que têm como ta­re­fa res­pon­der à per­gun­ta: O que é fa­mí­lia? “En­quan­to es­tá­va­mos cri­an­do es­sa pe­ça eu per­di meu pai”, con­ta o diretor. “Foi uma re­vi­ra­vol­ta que nos fez ques­ti­o­nar o sen­ti­do da pa­la­vra fa­mí­lia.”

Na ca­te­go­ria me­lhor es­pe­tá­cu­lo jo­vem, Dois a Du­as ven­ceu com o dra­ma de Ma­ria Fer­nan­da de Bar­ros Ba­ta­lha que abor­da a ju­ven­tu­de e a des­co­ber­ta da se­xu­a­li­da­de. A pe­ça tam­bém re­ce­beu tro­féu pe­la atu­a­ção da co­ad­ju­van­te Lu­zia Ro­sa.

Di­fe­ren­te­men­te de pre­mi­a­ções de te­a­tro adul­to, o Prê­mio São Paulo re­co­nhe­ce en­tre seus ven­ce­do­res espetáculo­s ou gru­pos que se revelam na tem­po­ra­da. Nes­ta edição, foi a vez de Vo­cês Vão Ter que Me En­go­lir, da Cia Mar que abor­da o te­ma do es­por­te e fu­te­bol. “Fi­ca­mos mui­to fe­li­zes porque a cri­a­ção des­sa pe­ça se deu en­quan­to as­sis­tía­mos pe­la pri­mei­ra vez uma Co­pa do Mundo de fu­te­bol fe­mi­ni­no na te­le­vi­são aber­ta. Vi­va as nos­sas Mar­tas, vivas as nos­sas Cris­ti­a­nes”, de­cla­rou a in­te­gran­te da companhia Jés­si­ca Po­li­cas­tri.

A ce­rimô­nia tam­bém ho­me­na­ge­ou o diretor e ar­tis­ta plás­ti­co Ilu Kru­gli, fundador do Te­a­tro Ven­to­for­te, mor­to no dia 7 de se­tem­bro, aos 88 anos. O crí­ti­co e jor­na­lis­ta Dib Car­nei­ro Ne­to re­lem­brou a car­rei­ra do ar­tis­ta. “É mui­to tris­te sa­ber que vo­cê es­ta­va aqui co­nos­co e que par­tiu. Nes­sa pla­teia, é di­fí­cil não re­co­nhe­cer tan­tos ar­tis­tas que se ins­pi­ra­ram no seu trabalho e que fo­ram to­ma­dos por seu ven­to for­te.”

A Cia. Pai­deia de Te­a­tro tam­bém es­te­ve en­tre os pre­mi­a­dos, levando tro­féu na ca­te­go­ria tex­to original por Pedro e Quim, de Amau­ri Fal­se­ti, e Prê­mio Especial, com o es­pe­tá­cu­lo Va­mos pa­ra Escola! “O que fa­ze­mos é pa­ra as crianças e por isso tem que ser o nos­so me­lhor”, dis­se Fal­se­ti.

Na pró­xi­ma semana, en­tre os di­as 23 e 29, ha­ve­rá chan­ce de acom­pa­nhar al­guns dos espetáculo­s ven­ce­do­res na Pri­ma­ve­ra da In­fân­cia e Ju­ven­tu­de, um fes­ti­val or­ga­ni­za­do pe­la Pai­deia e se­cre­ta­ria mu­ni­ci­pal de Cultura, com pro­gra­ma­ção de pe­ças na­ci­o­nais e in­ter­na­ci­o­nais, de­ba­tes e pa­les­tras gra­tui­tas em di­ver­sos es­pa­ços.

ALEX SIL­VA / ESTADÃO

Aman­da Acos­ta. Atriz in­ter­pre­tou Car­men Mi­ran­da

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.