Tri­pli­ca bus­ca por en­si­no a dis­tân­cia

O Estado de S. Paulo - - Primeira página - Lí­gia For­men­ti / BRA­SÍ­LIA Isa­be­la Pa­lha­res / L.F.

De ca­da dez ca­lou­ros, qua­tro fo­ram pa­ra o en­si­no a dis­tân­cia (EAD) no ano pas­sa­do, con­for­me o Cen­so do En­si­no Su­pe­ri­or. Des­de 2011, a mo­da­li­da­de EAD tri­pli­cou – pas­san­do de 431,5 mil in­gres­san­tes pa­ra 1,37 milhão. Man­te­ne­do­ras co­me­mo­ram, mas es­pe­ci­a­lis­tas te­mem re­fle­xos ad­ver­sos na for­ma­ção de pro­fes­so­res. Aban­do­no che­ga a 50% e pre­o­cu­pa o go­ver­no.

O nú­me­ro de in­gres­san­tes em cur­sos de gra­du­a­ção pre­sen­ci­al no País em 2018, 2,07 mi­lhões, foi o me­nor dos úl­ti­mos se­te anos, mos­tra o Cen­so de Edu­ca­ção Su­pe­ri­or, di­vul­ga­do on­tem. De ca­da dez ca­lou­ros na gra­du­a­ção, qua­tro fo­ram pa­ra o en­si­no a dis­tân­cia. Des­de 2011, a mo­da­li­da­de EAD cres­ceu mais de três ve­zes – pas­san­do de 431,5 mil in­gres­san­tes, em 2011, pa­ra 1,37 milhão em 2018.

Pre­pa­ra­do pe­lo Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Es­tu­dos e Pes­qui­sas Edu­ca­ci­o­nais Aní­sio Tei­xei­ra, (Inep), o cen­so dei­xa cla­ra a con­cen­tra­ção do mer­ca­do de en­si­no a dis­tân­cia – ape­nas 244 ins­ti­tui­ções pri­va­das ofer­tam es­sa mo­da­li­da­de de en­si­no. Mais de 80% dos es­tu­dan­tes de EAD es­tão ma­tri­cu­la­dos em 20 ins­ti­tui­ções – 19 pri­va­das.

E, pela pri­mei­ra vez, fo­ram ofer­ta­das em 2018 mais va­gas de cur­sos a dis­tân­cia do que na mo­da­li­da­de pre­sen­ci­al: 7,1 mi­lhões de va­gas EAD, an­te 6,3 mi­lhões nos cur­sos pre­sen­ci­ais.

No uni­ver­so das par­ti­cu­la­res, Pe­da­go­gia con­cen­tra o mai­or por­cen­tu­al de ma­trí­cu­las de cur­sos a dis­tân­cia, 23,4%. Em se­gui­da, vem Ad­mi­nis­tra­ção e Contabilid­ade com, res­pec­ti­va­men­te, 11,4% e 7%. Na re­de federal, os cur­sos a dis­tân­cia de Pe­da­go­gia tam­bém são mai­o­ria. Eles res­pon­dem por 12,9% das ma­trí­cu­las. Em se­gui­da, vem Ma­te­má­ti­ca, com 11,9%. Qu­es­ti­o­na­do se is­so não au­men­ta­ria o ris­co de pro­fes­so­res se­rem for­ma­dos sem nun­ca ter da­do uma au­la em sa­la, o pre­si­den­te do Inep, Ale­xan­dre Ri­bei­ro Lo­pes, se am­pa­rou nas re­gras exis­ten­tes. De acor­do com ele, a aber­tu­ra de cur­sos cum­pre o que é de­ter­mi­na­do por lei.

O cres­ci­men­to de cur­sos a dis­tân­cia ga­nhou for­ça exa­ta­men­te gra­ças a uma de­ci­são do go­ver­no federal. Em 2017, o MEC pu­bli­cou uma por­ta­ria tor­nan­do mais sim­ples as re­gras pa­ra a cri­a­ção de gra­du­a­ções nes­sa mo­da­li­da­de. An­te­ri­or­men­te, a aber­tu­ra de po­los es­ta­va con­di­ci­o­na­da a uma vis­to­ria fei­ta por téc­ni­cos. Com a mu­dan­ça, bas­ta que al­guns in­di­ca­do­res de qua­li­da­de se­jam aten­di­dos.

O es­tu­do mos­tra ain­da a ex­pan­são do mer­ca­do pri­va­do no en­si­no su­pe­ri­or. No ano pas­sa­do, a ca­da 4 alu­nos ma­tri­cu­la­dos nos cur­sos de gra­du­a­ção, ape­nas 1 es­ta­va em uma ins­ti­tui­ção pú­bli­ca. No pe­río­do 20172018, a re­de pú­bli­ca cres­ceu 1,6%, en­quan­to a pri­va­da, 2,1%. O fenô­me­no é iden­ti­fi­ca­do em to­do o País. Em al­guns ca­sos, a di­fe­ren­ça é mui­to mar­can­te. Em São Pau­lo, por exem­plo, são 4,6 alu­nos na re­de pú­bli­ca pa­ra ca­da alu­no na re­de pri­va­da, quan­do se con­si­de­ram os cur­sos pre­sen­ci­ais. Em to­do o País, só Ro­rai­ma apre­sen­ta mais ma­trí­cu­las na re­de pú­bli­ca. Edu­ca­ção su­pe­ri­or. De ca­da dez ca­lou­ros na gra­du­a­ção, qua­tro fo­ram pa­ra o EAD, que apre­sen­ta am­pla con­cen­tra­ção de mer­ca­do, com mais de 80% dos ma­tri­cu­la­dos em ape­nas 20 ins­ti­tui­ções – 19 de­las pri­va­das. Mu­dan­ça em re­gra pa­ra abrir po­lo im­pul­si­o­nou se­tor

Res­sal­vas. O fenô­me­no da ex­pan­são de cur­sos de gra­du­a­ção a dis­tân­cia é vis­to de di­fe­ren­tes for­mas pe­los es­pe­ci­a­lis­tas. Par­te tem res­sal­vas so­bre a qua­li­da­de da mo­da­li­da­de a dis­tân­cia, pela di­fi­cul­da­de de acom­pa­nhar alu­nos, in­te­ra­gir com co­le­gas e pro­fes­so­res e ofer­tar ati­vi­da­des prá­ti­cas. Ou­tro pro­ble­ma apon­ta­do é o ní­vel mai­or de de­sis­tên­cia nas gra­du­a­ções EAD.

Pa­ra Cel­so Nis­ki­er, pre­si­den­te da As­so­ci­a­ção Bra­si­lei­ra de Man­te­ne­do­ras de En­si­no Su­pe­ri­or (ABMES), po­rém, “uma mo­da­li­da­de de am­pla acei­ta­ção mun­di­al está ex­pan­din­do”. “Es­se avan­ço do EAD vem acon­te­cen­do por mo­ti­vos econô­mi­cos

e fi­nan­cei­ros, mas tam­bém por uma mu­dan­ça da so­ci­e­da­de, que pas­sa a acei­tar me­lhor a edu­ca­ção me­di­a­da por tec­no­lo­gi­as, além do al­can­ce das pequenas e mé­di­as ci­da­des, que a aber­tu­ra de po­los EAD abran­ge.”

Ola­vo No­guei­ra Fi­lho, di­re­tor de po­lí­ti­cas edu­ca­ci­o­nais do To­dos pela Edu­ca­ção, ain­da con­si­de­ra pre­o­cu­pan­te o avan­ço da par­ti­ci­pa­ção de cur­sos a dis­tân­cia em Pe­da­go­gia e nas li­cen­ci­a­tu­ras. “É co­mo acon­te­ce

com Me­di­ci­na. Nin­guém ava­lia ter um mé­di­co que re­ce­beu ape­nas co­nhe­ci­men­tos teó­ri­cos”, com­pa­ra. Ele acre­di­ta que o fa­to de gra­du­a­ções vol­ta­das à do­cên­cia se­rem ago­ra ma­jo­ri­tá­ri­as na mo­da­li­da­de de cur­sos a dis­tân­cia cer­ta­men­te po­de­rá com­pro­me­ter a qua­li­da­de do pro­fis­si­o­nal. “Não se tra­ta ape­nas de al­guns in­di­ca­do­res. O pro­fes­sor pre­ci­sa, pa­ra além do teó­ri­co, sa­ber trans­mi­tir os en­si­na­men­tos aos alu­nos.”

Re­sul­ta­do. A al­ter­na­ti­va en­con­tra­da pe­las ins­ti­tui­ções te­ve boa adesão. Os re­sul­ta­dos es­tão es­tam­pa­dos no Cen­so de Edu­ca­ção Su­pe­ri­or, di­vul­ga­do on­tem pe­lo Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Es­tu­dos e Pes­qui­sas Edu­ca­ci­o­nais Aní­sio Tei­xei­ra (Inep). Em 2018, o equi­va­len­te a 46,8% dos alu­nos da re­de pri­va­da de en­si­no su­pe­ri­or ti­nham al­gum ti­po de fi­nan­ci­a­men­to pa­ra pa­gar as men­sa­li­da­des. Em 2009, o uni­ver­so era bem mais aca­nha­do: 23% dos es­tu­dan­tes.

Do to­tal dos es­tu­dan­tes que ho­je re­ce­be fi­nan­ci­a­men­to, 27% recebem Fi­es, 19%, o Prou­ni, e 54%, outras for­mas de fi­nan­ci­a­men­to. Em 2018, 1,6 milhão de es­tu­dan­tes es­ta­va ma­tri­cu­la­do com es­sa for­ma de fi­nan­ci­a­men­to.

LUIS FOR­TES/MEC

Es­tu­do. Mi­nis­té­rio apre­sen­tou da­dos do Cen­so de Edu­ca­ção Su­pe­ri­or; le­van­ta­men­to in­di­ca ex­pan­são da re­de par­ti­cu­lar

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.