Fi­nan­ci­a­men­to pela re­de pri­va­da avan­ça

O Estado de S. Paulo - - Metrópole -

Três em ca­da qua­tro alu­nos ma­tri­cu­la­dos em cur­sos de en­si­no su­pe­ri­or es­tão na re­de pri­va­da. A ex­pan­são do se­tor, que ga­nhou fô­le­go a par­tir dos anos 2000 gra­ças a pro­gra­mas co­mo Fi­es e Prou­ni, ho­je está atre­la­da a ou­tra for­ma de fi­nan­ci­a­men­to: a re­a­li­za­da pe­las pró­pri­as ins­ti­tui­ções de en­si­no.

De­pois da re­a­de­qua­ção do Fi­es e da con­se­quen­te re­du­ção de fi­nan­ci­a­men­tos por ele ofer­ta­dos, a par­tir de 2018, en­ti­da­des pas­sa­ram a bus­car al­ter­na­ti­vas pa­ra ga­ran­tir um bom nú­me­ro de es­tu­dan­tes em su­as ins­ti­tui­ções. “Pes­qui­sas mos­tra­vam que alu­nos ti­nham re­ceio, por exem­plo, de fa­zer em­prés­ti­mos em ban­cos”, con­ta o di­re­tor do Sin­di­ca­to das En­ti­da­des Man­te­ne­do­ras de Es­ta­be­le­ci­men­tos de En­si­no Su­pe­ri­or de São Pau­lo (Se­mesp), Ro­dri­go Ca­pe­la­to.

As pes­qui­sas tam­bém in­di­ca­vam que alu­nos con­fi­a­vam em al­ter­na­ti­vas cri­a­das pe­los pró­pri­os ins­ti­tu­tos. Co­mo ins­ti­tui­ções não po­dem co­brar ju­ros, as pres­ta­ções são in­de­xa­das de acor­do com a men­sa­li­da­de da fa­cul­da­de.

Se uma men­sa­li­da­de cus­ta R$ 1 mil, por exem­plo, o es­tu­dan­te se com­pro­me­te a pa­gar pres­ta­ções mais ba­ra­tas. O des­con­to é co­bra­do de­pois, quan­do ele se for­ma. Mas aí, se o va­lor da men­sa­li­da­de su­biu, ele pa­ga­rá o va­lor pro­por­ci­o­nal. Se o des­con­to for de 50% e men­sa­li­da­des são de R$ 500, ele pas­sa a pa­gar, de­pois de for­ma­do, me­ta­de do va­lor da men­sa­li­da­de vi­gen­te. “Se o va­lor su­biu pa­ra R$ 1.200, ele pa­ga­rá R$ 600.”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.