Nas fran­jas da ci­da­de: cowor­king pú­bli­co na zo­na nor­te se tor­na QG

De­pois da zo­na sul, se­gun­do ca­pí­tu­lo de sé­rie re­tra­ta ne­gó­ci­os na pe­ri­fe­ria da zo­na nor­te de São Pau­lo

O Estado de S. Paulo - - Oportunida­des & Leilões - Le­tí­cia Gi­nak

Em uma sa­la da bi­bli­o­te­ca pú­bli­ca Éri­co Ve­rís­si­mo, lo­ca­li­za­da no co­ra­ção da Cohab de Tai­pas, em­pre­en­de­do­res do ex­tre­mo nor­te da ci­da­de de São Pau­lo co­me­çam a co­nec­tar e li­gar as pon­tas da pu­jan­te re­de em­pre­en­de­do­ra da re­gião. O cowor­king gra­tui­to Teia Tai­pas (R. Dió­ge­nes Dou­ra­do, 101), cri­a­do pe­la Se­cre­ta­ria Mu­ni­ci­pal de De­sen­vol­vi­men­to Econô­mi­co e Tra­ba­lho e ins­ta­la­do na bi­bli­o­te­ca no fim de maio des­te ano, é a prin­ci­pal fer­ra­men­ta.

Mais do que es­tru­tu­ra fí­si­ca (sa­la com ca­pa­ci­da­de pa­ra 30 pes­so­as sen­ta­das e até 100 pes­so­as em even­tos, seis com­pu­ta­do­res, in­ter­net de 50 MB, to­ma­das, co­pa e es­pa­ço pa­ra reu­niões), o lo­cal se tor­nou re­fe­rên­cia pa­ra ge­rar ne­gó­ci­os.

Foi no Teia que o ser­vi­ço pres­ta­do por Wag­ner Fa­bi­a­no Xa­vi­er ga­nhou vi­si­bi­li­da­de no bair­ro. O con­ta­dor, sem­pre ves­ti­do de ter­no, diz em tom de brin­ca­dei­ra que an­tes pen­sa­vam que ele era se­gu­ran­ça. Mo­ra­dor de Tai­pas e um dos pri­mei­ros fre­quen­ta­do­res do cowor­king, ele não ape­nas tor­nou sua ati­vi­da­de co­nhe­ci­da co­mo tam­bém co­me­ça a au­men­tar a car­te­la de cli­en­tes na re­gião.

Ou­tro exem­plo de ge­ra­ção de

ne­gó­cio foi a união en­tre Fá­ti­ma Bar­bo­sa e Luiz Car­los Sa­les. Ela, do Pi­que­ri, é cri­a­do­ra da ONG Re­ci­clan­do o Pla­ne­ta, que aju­da no res­ga­te de ani­mais de

rua. Ele, da Fre­gue­sia do Ó, é de­sen­vol­ve­dor de apli­ca­ti­vos. Os dois se co­nhe­ce­ram no Teia Tai­pas du­ran­te um dos even­tos re­a­li­za­do no lo­cal. O en­con­tro re­sul­tou no apli­ca­ti­vo Ca­dê Meu Pet, que com­pi­la per­fis de ani­mais per­di­dos em to­das as re­giões de São Pau­lo, fa­ci­li­tan­do a pro­cu­ra dos do­nos por seus pets. Cri­a­do e de­sen­vol­vi­do em pou­co mais de um mês, o apli­ca­ti­vo es­tá na fa­se de tes­tes e de­ve­rá ser lan­ça­do em bre­ve. O lo­cal do lan­ça­men­to? Teia Tai­pas.

Pa­ra a con­sul­to­ra em ges­tão de pes­so­as Thais Bap­tis­ta da Sil­va, o Teia sur­giu co­mo a so­lu­ção pa­ra se­pa­rar a ro­ti­na pes­so­al da pro­fis­si­o­nal. Mo­ra­do­ra da Bra­si­lân­dia, quan­do não es­tá mi­nis­tran­do trei­na­men­tos em em­pre­sas e es­co­las, Thais es­tá no Teia.

An­tes da inau­gu­ra­ção do Teia Tai­pas, co­mo al­ter­na­ti­va Thais bus­ca­va lo­cais pú­bli­cos com in­ter­net pa­ra tra­ba­lhar. Ago­ra, a em­pre­en­de­do­ra uti­li­za o lo­cal cer­ca de três di­as por se­ma­na.

Mais do que co­nec­tar em­pre­en­de­do­res, o Teia Tai­pas co­me­ça a for­mar uma re­de só­li­da de pes­so­as dis­pos­tas a com­par­ti­lhar co­nhe­ci­men­to. Thais é uma de­las: se­pa­rou es­pa­ço na agen­da aper­ta­da pa­ra mi­nis­trar uma pa­les­tra so­bre ges­tão de pes­so­as pa­ra os fre­quen­ta­do­res do lo­cal. “Um es­pa­ço as­sim, com es­tru­tu­ra e tro­ca de in­for­ma­ções, for­ta­le­ce o em­pre­en­de­do­ris­mo da re­gião.”

O es­pa­ço já re­ce­beu mais de 860 pes­so­as des­de a inau­gu­ra­ção, em maio, de to­dos os ti­pos de ne­gó­ci­os, dos tra­di­ci­o­nais aos mais dis­rup­ti­vos. Ofi­ci­nas de Go­o­gle Meu Ne­gó­cio, YouTu­be e Pit­ch são al­guns exem­plos. As ati­vi­da­des fo­men­ta­das pe­la Ade Sam­pa, bra­ço da Se­cre­ta­ria de De­sen­vol­vi­men­to Econô­mi­co e Tra­ba­lho, tam­bém fa­zem par­te da pro­gra­ma­ção do Teia, co­mo o Fá­bri­ca de Ne­gó­ci­os e o Vai Tec.

O Vai Tec, que es­tá em sua quar­ta edi­ção, é um pro­gra­ma de ace­le­ra­ção cri­a­do pa­ra for­ta­le­cer o ecos­sis­te­ma nas pe­ri­fe­ri­as da ci­da­de, com fo­co em ini­ci­a­ti­vas

tec­no­ló­gi­cas. Ao fim de seis me­ses de cur­sos e men­to­ria que co­me­ça­ram em ju­nho, os 24 ne­gó­ci­os se­le­ci­o­na­dos re­ce­bem um apor­te de R$ 33 mil ca­da um. A pró­xi­ma edi­ção acon­te­ce em 2020 e os in­te­res­sa­dos po­dem acom­pa­nhar as no­vi­da­des pe­lo si­te da Ade Sam­pa.

A es­tru­tu­ra do Teia tam­bém vi­a­bi­li­zou ati­vi­da­des ofe­re­ci­das por pes­so­as de fo­ra do ex­tre­mo nor­te da ca­pi­tal, co­mo o fo­tó­gra­fo Edu Ruiz. Ao ver uma fo­to do co­le­ti­vo Sal­ve Ke­bra­da no Ins­ta­gram, con­tri­buiu com uma ofi­ci­na de fo­to­gra­fia em still, ide­al pa­ra a di­vul­ga­ção de pro­du­tos em si­tes e re­des so­ci­ais. Com as ati­vi­da­des, fo­ram ca­pa­ci­ta­das 454 pes­so­as.

Pro­gra­ma­ção. Ma­nu­el Mu­niz, co­nhe­ci­do co­mo Ma­nu, é quem es­tá por trás da ges­tão do Teia Tai­pas. In­te­gran­te do Mo­vi­men­to Eco­cul­tu­ral, en­ti­da­de que ga­nhou o edi­tal pa­ra ad­mi­nis­trar o lo­cal, Ma­nu per­cor­re to­da a re­gião dis­tri­buin­do pan­fle­tos so­bre a pro­gra­ma­ção.

No Ins­ta­gram do Mo­vi­men­to Eco­cul­tu­ral, é pos­sí­vel acom­pa­nhar a agen­da do Teia Tai­pas, co­mo a pa­les­tra com psi­có­lo­go den­tro do Pro­gra­ma de Ori­en­ta­ção Pro­fis­si­o­nal re­a­li­za­da em ju­nho. Pa­ra em­pre­en­de­do­res que fre­quen­tam o Teia, Ma­nu dis­pa­ra men­sa­gens de Whatsapp por meio de uma lis­ta de pre­sen­ça as­si­na­da por quem usa o lo­cal. É com es­se es­for­ço que o Teia ex­tra­po­lou os li­mi­tes de Tai­pas e já re­ce­beu em­pre­en­de­do­res e fu­tu­ros do­nos de ne­gó­ci­os até de Pe­rus e Fran­co da Ro­cha.

O Teia Tai­pas foi o pri­mei­ro de uma sé­rie de es­pa­ços que a Pre­fei­tu­ra vai inau­gu­rar com fo­co no em­pre­en­de­do­ris­mo. A ideia é fo­men­tar não ape­nas as pe­ri­fe­ri­as, mas tam­bém ou­tras lo­ca­li­da­des co­nhe­ci­das por sua vul­ne­ra­bi­li­da­de so­ci­al. Já es­tão pre­vis­tas ou­tras qua­tro uni­da­des, a co­me­çar pe­lo Teia Mu­lher, a ser ins­ta­la­do no Cen­tro de Ci­da­da­nia da Mu­lher, em San­to Amaro, zo­na sul.

Com es­pa­ço vol­ta­do pa­ra em­pre­en­de­do­ras da re­gião, a ex­pec­ta­ti­va é que o em­pre­en­di­men­to fi­que pron­to em no­vem­bro. Já a zo­na les­te vai ga­nhar o Teia Ci­da­de Ti­ra­den­tes, den­tro do Cen­tro de For­ma­ção Cul­tu­ral Ci­da­de Ti­ra­den­tes, com pre­vi­são de aber­tu­ra tam­bém em no­vem­bro.

Pa­ra ocu­par o cen­tro da ci­da­de com ne­gó­ci­os ino­va­do­res, uma uni­da­de Teia se­rá inau­gu­ra­da den­tro da Bi­bli­o­te­ca Má­rio de An­dra­de, com pre­vi­são de aber­tu­ra em ou­tu­bro. Os pró­xi­mos bair­ros na mi­ra são Pa­re­lhei­ros e Ca­pe­la do So­cor­ro.

Além de fo­men­tar as fran­jas da ci­da­de com es­pa­ço fí­si­co, cur­sos e pro­gra­mas de ace­le­ra­ção, a Pre­fei­tu­ra, por meio da Ade Sam­pa, es­tá ma­pe­an­do as so­lu­ções e os em­pre­en­de­do­res à fren­te de ini­ci­a­ti­vas pa­ra cons­truir o Ma­pe­a­men­to de Em­pre­en­de­do­res da Pe­ri­fe­ria de São Pau­lo, em par­ce­ria com a Pi­pe.So­ci­al e a Quin­tes­sa.

Pe­la pla­ta­for­ma, os ca­das­tra­dos po­dem se ins­cre­ver em edi­tais e se­rem vis­tos por in­ves­ti­do­res. O ca­das­tro po­de ser re­a­li­za­do até ho­je (bit.ly/pi­pePME).

FO­TOS: FE­LI­PE RAU/ESTADÃO

Con­ta­dor. Wag­ner Xa­vi­er, no Teia Tai­pas

Con­sul­to­ra. Thais da Sil­va, que vai 3x por se­ma­na ao Teia

GA­BRI­E­LA BILÓ/ESTADÃO

Cen­tro. Uni­da­de Teia de­ve­rá ser inau­gu­ra­da den­tro da Bi­bli­o­te­ca Má­rio de An­dra­de, em ou­tu­bro

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.