CON­GRES­SO NA­CI­O­NAL

O Estado de S. Paulo - - Espaço aberto -

Eter­nos pri­vi­le­gi­a­dos

Re­cen­te pes­qui­sa mos­trou que 70% dos bra­si­lei­ros não pos­su­em pla­no de saú­de, se­ja in­di­vi­du­al ou em­pre­sa­ri­al. Es­sas pes­so­as que­rem sa­ber por que têm de pa­gar pla­no de saú­de ili­mi­ta­do pa­ra se­na­do­res, de­pu­ta­dos e seus de­pen­den­tes. É um pri­vi­lé­gio in­con­ce­bí­vel.

JOMAR AVENA BARBOSA

jo­a­ve­[email protected]­ra.com.br Rio de Ja­nei­ro

Lei acin­to­sa

A lei apro­va­da pe­la Câ­ma­ra pa­ra re­gu­lar as elei­ções de 2020 é um acin­te. No Con­gres­so os in­te­res­ses dos par­la­men­ta­res têm pre­ce­dên­cia so­bre os in­te­res­ses do País: pro­je­tos tra­mi­tam mais rá­pi­do, su­pe­ram sem di­fi­cul­da­des os ri­tos le­gis­la­ti­vos e até atro­pe­lam obs­tá­cu­los éti­cos. JOSÉ TADEU GOBBI tad­gob­[email protected]

São Pau­lo

Par­ti­dos em ex­ces­so

A re­for­ma tra­ba­lhis­ta ex­tin­guiu a obri­ga­to­ri­e­da­de da con­tri­bui­ção sin­di­cal e, por con­se­guin­te, de­ses­ti­mu­lou o sur­gi­men­to de no­vas agre­mi­a­ções sin­di­cais e fez de­sa­pa­re­cer mui­tas de­las. Da mes­ma for­ma de­ve­ria ser cri­a­da re­gra que nor­te­as­se a cri­a­ção de par­ti­dos po­lí­ti­cos, pois o fun­do par­ti­dá­rio, que em 2018 gi­rou em tor­no de R$ 1,8 bi­lhão, é um gran­de in­cen­ti­va­dor pa­ra po­lí­ti­cos ame­a­lha­rem di­nhei­ro pú­bli­co. É inad­mis­sí­vel a exis­tên­cia de 28 par­ti­dos com re­pre­sen­ta­ção no Con­gres­so Na­ci­o­nal. J. A. MULLER jo­se­al­ci­des­mul­[email protected]­mail.com Ava­ré

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.