PIONEIRA E CAMPEÃ DAS RE­DES SO­CI­AIS

Juí­za Ha­le foi o ros­to da der­ro­ta de John­son

O Estado de S. Paulo - - Internacio­nal -

Aba­ro­ne­sa Bren­da Ha­le, de 74 anos, pre­si­den­te da Su­pre­ma Cor­te do Rei­no Uni­do, foi a pro­ta­go­nis­ta do ve­re­dic­to so­bre a sus­pen­são do Par­la­men­to. Seu dis­cur­so, cri­ti­can­do a de­ci­são do pre­miê, Bo­ris John­son, e “a afron­ta à Cons­ti­tui­ção bri­tâ­ni­ca”, se tor­nou um dos as­sun­tos mais co­men­ta­dos do Twitter.

Sua blu­sa pre­ta com um bro­che de di­a­man­tes em for­ma de ara­nha na al­tu­ra do om­bro fez tan­to su­ces­so que as pes­so­as co­me­ça­ram a cri­ar ca­mi­se­tas com a ima­gem da ara­nha pa­ra ar­re­ca­dar fun­dos pa­ra uma ins­ti­tui­ção de ca­ri­da­de.

Lady Ha­le tem um his­tó­ri­co de de­fe­sa dos di­rei­tos ci­vis e de pau­tas pro­gres­sis­tas. Sua no­me­a­ção, em 2017, co­mo pre­si­den­te da Su­pre­ma Cor­te foi uma de­ci­são mar­can­te: ela foi a pri­mei­ra mu­lher a ocu­par o car­go, as­sim co­mo a pri­mei­ra mu­lher no­me­a­da pa­ra o mais al­to tri­bu­nal do Rei­no Uni­do.

Há dé­ca­das, ela é co­nhe­ci­da por rom­per bar­rei­ras no Ju­di­ciá­rio bri­tâ­ni­co, vis­to co­mo um clu­be de se­nho­res bran­cos edu­ca­dos em es­co­las particular­es. Nas­ci­da em Yorkshi­re, na In­gla­ter­ra, ela é fi­lha de dois pro­fes­so­res uni­ver­si­tá­ri­os e fre­quen­tou o Gir­ton Col­le­ge, na Uni­ver­si­da­de de Cam­brid­ge. For­mou­se em Di­rei­to co­mo pri­mei­ra da clas­se, em 1966.

Após a for­ma­tu­ra, Lady Ha­le vi­rou pro­fes­so­ra da Uni­ver­si­da­de de Man­ches­ter. Na dé­ca­da de 80, foi no­me­a­da pa­ra a Co­mis­são de Di­rei­to, ór­gão in­de­pen­den­te que exa­mi­na as leis na In­gla­ter­ra e no País de Ga­les, e tor­nou-se con­se­lhei­ra da rai­nha, membro de um gru­po se­le­to de ad­vo­ga­dos de pri­mei­ra ins­tân­cia.

Em 2004, Bren­da tor­nou-se a Ba­ro­ne­sa Ha­le, a pri­mei­ra ad­vo­ga­da com o tí­tu­lo. Em 2009, foi es­co­lhi­da pa­ra a Su­pre­ma Cor­te. Em 2013, foi elei­ta a nú­me­ro 4 em uma lis­ta das mu­lhe­res mais po­de­ro­sas do Rei­no Uni­do pe­la BBC.

Co­nhe­ci­da de­fen­so­ra da di­ver­si­da­de, ela dis­se re­cen­te­men­te que de­ve­ria ha­ver mais mu­lhe­res no Ju­di­ciá­rio. Ho­je, ape­nas 29% dos juí­zes do país são mu­lhe­res. “De­ve­ría­mos ser pe­lo me­nos me­ta­de”, afir­mou Lady Ha­le.

Bre­xit. En­tre os ca­sos mais des­ta­ca­dos de Lady Ha­le, es­ta­va a de­ci­são de o go­ver­no ter o po­der de in­vo­car o Ar­ti­go 50 do Tra­ta­do de Lis­boa da União Eu­ro­peia, o iní­cio for­mal do Bre­xit. Ela to­mou par­ti­do da mai­o­ria ao de­ci­dir que o Bre­xit de­ve­ria ser au­to­ri­za­do pe­lo Par­la­men­to.

AFP

Em ação. Bren­da Ha­le, pre­si­den­te da Su­pre­ma Cor­te

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.