Cres­ce re­jei­ção à po­lí­ti­ca am­bi­en­tal, apon­ta Ibo­pe

Se­gun­do pes­qui­sa, a de­sa­pro­va­ção na área au­men­tou de 45% pa­ra 55% en­tre ju­nho e se­tem­bro; 50% de­sa­pro­vam a for­ma de go­ver­nar

O Estado de S. Paulo - - Primeira página - Ju­lia Lind­ner / BRA­SÍ­LIA

Pes­qui­sa Ibo­pe di­vul­ga­da pe­la Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal da In­dús­tria (CNI) apon­ta que a de­sa­pro­va­ção à po­lí­ti­ca am­bi­en­tal da ges­tão Bol­so­na­ro su­biu de 45% pa­ra 55% en­tre ju­nho e se­tem­bro. As no­tí­ci­as so­bre o go­ver­no mais lem­bra­das pe­la po­pu­la­ção se re­fe­rem ao meio am­bi­en­te, al­vo de crí­ti­cas no Bra­sil e no ex­te­ri­or em ra­zão das quei­ma­das na Amazô­nia.

Pes­qui­sa Ibo­pe pu­bli­ca­da on­tem de­mons­trou a con­ti­nui­da­de da ten­dên­cia pau­la­ti­na de des­gas­te do pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro, com le­ve os­ci­la­ção pa­ra bai­xo na ta­xa de apro­va­ção ao go­ver­no. Hou­ve al­te­ra­ção sig­ni­fi­ca­ti­va, po­rém, no ní­vel de in­sa­tis­fa­ção com a atu­a­ção na área am­bi­en­tal. Se­gun­do o le­van­ta­men­to, a ta­xa de de­sa­pro­va­ção nes­se se­tor au­men­tou de 45% pa­ra 55% en­tre ju­nho e se­tem­bro des­te ano.

A pes­qui­sa, fei­ta a pe­di­do da Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal da In­dús­tria (CNI), mos­trou que me­ta­de da po­pu­la­ção (50%) de­sa­pro­va a ma­nei­ra de Bol­so­na­ro go­ver­nar o País. Na pes­qui­sa an­te­ri­or, fei­ta três me­ses atrás, a ta­xa de de­sa­pro­va­ção ao de­sem­pe­nho pes­so­al do pre­si­den­te era de 48%. A apro­va­ção, por sua vez, pas­sou de 46% pa­ra 44% no mes­mo pe­río­do.

Na sé­rie his­tó­ri­ca do Ibo­pe des­de o iní­cio do go­ver­no, es­ta é a se­gun­da pes­qui­sa em que o por­cen­tu­al de en­tre­vis­ta­dos que de­sa­pro­vam Bol­so­na­ro é mar­gi­nal­men­te mai­or que o dos que a apro­vam.

Des­de ja­nei­ro, a apro­va­ção da ma­nei­ra de go­ver­nar do pre­si­den­te caiu 23 pon­tos por­cen­tu­ais, de 67% pa­ra 44%. Já a de­sa­pro­va­ção su­biu 29 pon­tos: foi de 21% pa­ra 50%.

Se­gun­do o le­van­ta­men­to, en­tre ju­nho e se­tem­bro, a par­ce­la da po­pu­la­ção que con­si­de­ra o go­ver­no Bol­so­na­ro óti­mo ou bom os­ci­lou de 32% pa­ra 31%. O por­cen­tu­al que ava­lia a atu­al ad­mi­nis­tra­ção co­mo ruim ou pés­si­ma os­ci­lou de 32% pa­ra 34%, no mes­mo pe­río­do. As va­ri­a­ções ocor­re­ram den­tro da mar­gem de er­ro da pes­qui­sa, mas con­fir­ma­ram a ten­dên­cia apon­ta­da an­te­ri­or­men­te de au­men­to do des­gas­te da ges­tão.

Em ou­tro que­si­to do le­van­ta­men­to, 55% dos en­tre­vis­ta­dos afir­ma­ram não con­fi­ar no pre­si­den­te. A ta­xa era de 51% em ju­nho. Já os que con­fi­am caí­ram de 46% pa­ra 42% en­tre uma pes­qui­sa e ou­tra.

Me­mó­ria. O Ibo­pe, além de re­gis­trar au­men­to na de­sa­pro­va­ção à ges­tão am­bi­en­tal, de­tec­tou que as no­tí­ci­as so­bre o go­ver­no mais lem­bra­das pe­la po­pu­la­ção se re­fe­rem jus­ta­men­te ao meio am­bi­en­te. O go­ver­no foi, re­cen­te­men­te, al­vo de for­tes crí­ti­cas no Bra­sil e no ex­te­ri­or por cau­sa do au­men­to das quei­ma­das na Amazô­nia. Um em ca­da cin­co dos en­tre­vis­ta­dos pe­la pes­qui­sa lem­bra­ram de no­tí­ci­as re­la­ci­o­na­das ao meio am­bi­en­te, con­si­de­ran­do as quei­ma­das na re­gião amazô­ni­ca e os em­ba­tes en­tre Bol­so­na­ro e o pre­si­den­te da Fran­ça, Em­ma­nu­el Ma­cron.

O se­gun­do gru­po de no­tí­ci­as mais lem­bra­do (11%) se re­fe­re à saúde do pre­si­den­te, que no dia 8 de se­tem­bro pas­sou pe­la quar­ta ci­rur­gia após a fa­ca­da que re­ce­beu na cam­pa­nha elei­to­ral.

Na aná­li­se por área de atu­a­ção do go­ver­no, a de­sa­pro­va­ção é mais al­ta em re­la­ção aos im­pos­tos (62%) e à ta­xa de ju­ros (61%).

Ou­tro te­ma em que hou­ve au­men­to de des­gas­te é o com­ba­te à fo­me e à po­bre­za, cu­ja de­sa­pro­va­ção su­biu de 51% em ju­nho pa­ra 57% em se­tem­bro. No com­ba­te ao de­sem­pre­go, a de­sa­pro­va­ção pas­sou de 55% pa­ra 59% no mes­mo pe­río­do.

O te­ma mais bem ava­li­a­do con­ti­nua sen­do a se­gu­ran­ça pública, cu­ja apro­va­ção é de 51%. A área é co­man­da­da pe­lo mi­nis­tro da Jus­ti­ça, Sérgio Mo­ro, que foi enal­te­ci­do co­mo “sím­bo­lo na­ci­o­nal” por Bol­so­na­ro em dis­cur­so na As­sem­bleia-Ge­ral das Na­ções Uni­das.

Na seg­men­ta­ção ge­o­grá­fi­ca do elei­to­ra­do, a mai­or ta­xa de de­sa­pro­va­ção ao pre­si­den­te é re­gis­tra­da no Nor­des­te (61%). No Nor­te/Cen­tro-Oes­te, é de 40%.

O Ibo­pe ou­viu 2 mil pes­so­as em 126 mu­ni­cí­pi­os en­tre 19 e 22 de se­tem­bro. O le­van­ta­men­to an­te­ri­or ha­via si­do re­a­li­za­do de 20 a 26 de ju­nho. A mar­gem de er­ro é de dois pon­tos por­cen­tu­ais pa­ra mais ou pa­ra me­nos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.