Ver­ba de R$ 7,9 bi pa­ra uni­ver­si­da­des em 2020 de­pen­de de aval do Con­gres­so

Edu­ca­ção. Par­te do or­ça­men­to do Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção pa­ra as ins­ti­tui­ções fe­de­rais só se con­cre­ti­za­rá ca­so par­la­men­ta­res apro­vem a con­tra­ta­ção de em­prés­ti­mos pe­lo Exe­cu­ti­vo. Uni­ver­si­tá­ri­os te­mem re­du­ção de bol­sas de as­sis­tên­cia es­tu­dan­til no ano que vem

O Estado de S. Paulo - - Metrópole - Lí­gia For­men­ti / BRA­SÍ­LIA

Quan­do che­gou há dois anos em João Pes­soa pa­ra fa­zer fa­cul­da­de, o per­nam­bu­ca­no Luiz Hen­ri­que Pes­soa, de 21 anos, le­va­va uma pe­que­na ma­la e o di­nhei­ro que re­ce­beu de au­las par­ti­cu­la­res. “Se o pro­ces­so de con­ces­são de bol­sas fos­se de­mo­ra­do, te­ria de tran­car a ma­trí­cu­la e voltar ao Re­ci­fe. Con­fi­ei que da­ria cer­to, e deu”, diz o alu­no de Me­di­ci­na da Uni­ver­si­da­de Fe­de­ral da Pa­raí­ba. Com o atu­al ce­ná­rio de ver­bas res­tri­tas nas ins­ti­tui­ções, ele se es­for­ça pa­ra man­ter o oti­mis­mo.

O re­ceio de Luiz, as­sim co­mo de mi­lha­res de alu­nos nas fe­de­rais, é que fal­tem re­cur­sos pa­ra a as­sis­tên­cia es­tu­dan­til no pró­xi­mo ano. A pro­pos­ta do go­ver­no pa­ra o or­ça­men­to das uni­ver­si­da­des em 2020 in­clui re­cur­sos que não es­tão em cai­xa. Di­fe­ren­te­men­te de ou­tros anos, o mon­tan­te pre­vis­to pa­ra as ins­ti­tui­ções só vai se ma­te­ri­a­li­zar ca­so o go­ver­no re­ce­ba aval do Con­gres­so pa­ra “que­brar” a nor­ma ba­ti­za­da de re­gra de ou­ro (leia mais nes­ta pág.).

O me­ca­nis­mo, cri­a­do pa­ra ga­ran­tir a saú­de das con­tas pú­bli­cas, im­pe­de a con­tra­ta­ção por par­te do Exe­cu­ti­vo de em­prés­ti­mos pa­ra pa­gar des­pe­sas cor­ren­tes, co­mo sa­lá­ri­os e con­tas de luz. É o pri­mei­ro ano em que o or­ça­men­to das uni­ver­si­da­des, de R$ 54 bi­lhões, mos­tra uma ci­fra que ain­da não exis­te. Es­sa fa­tia cor­res­pon­de a R$ 7,9 bi­lhões, 15% da pro­pos­ta or­ça­men­tá­ria pa­ra 2020.

Ce­ná­rio. Rei­to­res tam­bém es­tão pre­o­cu­pa­dos. Pre­si­den­te da Co­mis­são de Or­ça­men­to da Associação Na­ci­o­nal dos Di­ri­gen­tes de Ins­ti­tu­tos Fe­de­rais de En­si­no Su­pe­ri­or (An­di­fes), Sér­gio Cer­quei­ra diz que apro­xi­ma­da­men­te 40% do or­ça­men­to dis­cri­ci­o­ná­rio das uni­ver­si­da­des, co­mo são cha­ma­das as des­pe­sas não obri­ga­tó­ri­as, de­pen­de des­sa se­gun­da apro­va­ção no Le­gis­la­ti­vo.

Nes­se gru­po, es­tão in­cluí­das as des­pe­sas com ser­vi­ços ter­cei­ri­za­dos, co­mo se­gu­ran­ça e limpeza, e tam­bém os pro­gra­mas de as­sis­tên­cia es­tu­dan­til. Os por­cen­tu­ais va­ri­am con­for­me a uni­ver­si­da­de. Pe­las con­tas da An­di­fes, com o or­ça­men­to “tra­di­ci­o­nal”,

que não es­tá con­di­ci­o­na­do a uma se­gun­da vo­ta­ção de par­la­men­ta­res, se­ria pos­sí­vel fi­nan­ci­ar as con­tas so­men­te

até se­tem­bro.

“O fa­to é que não es­ta­mos se­gu­ros com re­la­ção aos re­cur­sos que vão che­gar”, cons­ta­ta Cer­quei­ra.

Em­bo­ra R$ 7, 9 bi­lhões da pro­pos­ta do or­ça­men­to de 2020 de­pen­dam de uma se­gun­da ro­da­da de ne­go­ci­a­ções com par­la­men­ta­res pa­ra a que­bra da re­gra de ou­ro, o Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção (MEC) con­si­de­ra que o re­cur­so es­tá ga­ran­ti­do. Ofi­ci­al­men­te, a pas­ta diz que no pro­je­to pa­ra 2020 o or­ça­men­to das uni­ver­si­da­des te­rá au­men­to de R$ 5,2 bi­lhões, se com­pa­ra­do ao de 2019.

Mas pa­ra a mai­or par­te dos rei­to­res, o que va­le é o que es­tá no or­ça­men­to “re­al”. Por es­se cri­té­rio, o pro­je­to de lei de or­ça­men­to de 2020 é R$ 2,8 bi­lhões me­nor do que o de 2019. A ver­ba cur­ta se so­ma ao pro­ble­ma que ocor­re to­dos os anos – o con­tin­gen­ci­a­men­to (blo­queio).

“As di­fi­cul­da­des vão se so­man­do e a si­tu­a­ção, agra­van­do­se ano a ano”, diz Cer­quei­ra, rei­tor da Uni­ver­si­da­de Fe­de­ral de São João Del Rei (MG). Pa­ra ele, não há dú­vi­da de que is­so aca­ba afe­tan­do a qua­li­da­de de en­si­no.

Em tra­mi­ta­ção. O MEC afir­mou, em no­ta, que o Pro­je­to de Lei Or­ça­men­tá­ria pa­ra 2020 ain­da es­tá em tra­mi­ta­ção no Con­gres­so e, por is­so, es­tá su­jei­to a al­te­ra­ções por emen­das de par­la­men­ta­res. A pas­ta tra­ba­lha com va­lo­res to­tais da pro­pos­ta apre­sen­ta­da ao Le­gis­la­ti­vo, in­cluin­do va­lo­res des­cri­tos no or­ça­men­to “tra­di­ci­o­nal” e a pro­pos­ta sob “su­per­vi­são” dos par­la­men­ta­res – a fa­tia do or­ça­men­to que só po­de­rá ser li­be­ra­da ca­so ha­ja au­to­ri­za­ção pa­ra a emis­são de dí­vi­da.

As­sim, pa­ra o MEC não há que­da da ver­ba pa­ra as­sis­tên­cia. Na pro­pos­ta de lei or­ça­men­tá­ria, o or­ça­men­to pa­ra a as­sis­tên­cia es­tu­dan­til é de R$ 1,07 bi­lhão, mes­mo va­lor de 2019.

JOSEMAR GONCALVES/ES­TA­DAO

As­sis­tên­cia. Luiz Hen­ri­que Pes­soa, que cur­sa Me­di­ci­na na Fe­de­ral da Pa­raí­ba, de­pen­de de bol­sa de per­ma­nên­cia es­tu­dan­til pa­ra con­ti­nu­ar es­tu­dan­do

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.