Go­ver­no diz ter 19 vo­tos pe­la re­for­ma na CCJ

Se­gun­do o lí­der go­ver­nis­ta, Fer­nan­do Be­zer­ra Co­e­lho, du­as ten­ta­ti­vas de mu­dan­ças pre­o­cu­pam; vo­ta­ção de­ve ocor­rer ho­je

O Estado de S. Paulo - - Economia - Da­ni­el We­ter­man / BRA­SÍ­LIA

O go­ver­no cal­cu­la ter 19 dos 27 vo­tos pa­ra apro­var a no­va ver­são do re­la­tó­rio do se­na­dor Tas­so Je­reis­sa­ti (PSDBCE) ho­je na Co­mis­são de Cons­ti­tui­ção e Jus­ti­ça. Com a vo­ta­ção, a pro­pos­ta é li­be­ra­da pa­ra ser vo­ta­da em pri­mei­ro tur­no no ple­ná­rio, o que de­ve ocor­rer no mes­mo dia. Na pri­mei­ra vo­ta­ção da CCJ, no dia 4, fo­ram 18 vo­tos fa­vo­rá­veis e 7 con­trá­ri­os.

De acor­do com o lí­der do go­ver­no no Se­na­do, Fer­nan­do Be­zer­ra Co­e­lho (MDB-PE), du­as ten­ta­ti­vas de al­te­ra­ção pre­o­cu­pam, pois po­dem al­te­rar a pro­pos­ta apro­va­da na Câ­ma­ra e de­si­dra­tar ain­da mais a eco­no­mia fis­cal da re­for­ma da Pre­vi­dên­cia. Des­de que foi apro­va­do pe­lo Se­na­do, o ajuste nas con­tas pú­bli­cas em um pe­río­do de 10 anos caiu em R$ 56,8 bi­lhões, de acor­do com cál­cu­los da equi­pe econô­mi­ca.

A opo­si­ção vai se con­cen­trar em du­as ten­ta­ti­vas de mu­dan­ças: re­ti­rar o sis­te­ma de pon­tos (exi­gên­cia de ter ida­de mí­ni­ma, tem­po de con­tri­bui­ção e tem­po de ser­vi­ço) pa­ra apo­sen­ta­do­ri­as es­pe­ci­ais por agen­tes no­ci­vos e man­ter o abono sa­la­ri­al pa­ra to­dos tra­ba­lha­do­res que re­ce­bem até dois sa­lá­ri­os mí­ni­mos. Pe­lo texto apro­va­do na Câ­ma­ra, o abono se­rá pa­go pa­ra quem re­ce­be até R$ 1,4 mil.

Os dois te­mas ti­ve­ram uma vo­ta­ção aper­ta­da quan­do fo­ram ana­li­sa­dos pe­la CCJ as­sim que o re­la­tó­rio foi apre­sen­ta­do. “Não tem ne­go­ci­a­ção, va­mos de­fen­der a pro­pos­ta do se­na­dor Tas­so, mas são dois destaques que cer­ta­men­te me­re­ce­rão mui­to acom­pa­nha­men­to”, de­cla­rou Be­zer­ra.

A ses­são da CCJ pa­ra vo­tar o re­la­tó­rio es­tá mar­ca­da pa­ra as 10 ho­ras e de­ve se es­ten­der até as 15 ho­ras. Na sequên­cia, o texto se­gui­rá pa­ra o ple­ná­rio. O pre­si­den­te do Se­na­do, Da­vi Al­co­lum­bre (DEM-AP) quer con­cluir a vo­ta­ção ain­da ho­je, já que no dia se­guin­te o Con­gres­so Na­ci­o­nal re­a­li­za uma ses­são con­jun­ta pa­ra ana­li­sar ve­tos e vo­tar a Lei de Di­re­tri­zes Or­ça­men­tá­ri­as (LDO) de 2020.

An­tes da reu­nião da CCJ, se­na­do­res de­vem se reu­nir com a pre­si­den­te do co­le­gi­a­do, Si­mo­ne Te­bet (MDB-MS), pa­ra ne­go­ci­ar o pro­ce­di­men­to da ses­são.

DIDA SAMPAIO/ESTADÃO - 12/8/2019

Ses­são. Be­zer­ra diz que go­ver­no de­fen­de re­la­tó­rio de Tas­so

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.