Pre­ço é o trun­fo

Re­no­va­do, Kia Ce­ra­to par­te de R$ 94.990 e apos­ta no cus­to-be­ne­fí­cio pa­ra de­sa­fi­ar se­dãs mé­di­os

O Estado de S. Paulo - - Jornal Do Carro - Hair­ton Pon­ci­a­no hair­ton.pon­ci­a­[email protected]

Ono­vo Kia Ce­ra­to che­ga tra­zen­do o cus­to-be­ne­fí­cio co­mo des­ta­que. O se­dã fei­to no Mé­xi­co tem pre­ço de R$ 94.990 na ver­são de en­tra­da, EX. A to­po de li­nha sai por R$ 104.990 (R$ 10 mil a mais). São va­lo­res com­pe­ti­ti­vos an­te os das re­fe­rên­ci­as do seg­men­to. O Toyo­ta Co­rol­la mais ba­ra­to, GLi, cus­ta R$ 99.990, en­quan­to o Hon­da Ci­vic bá­si­co, LX, sai por R$ 97.900.

Não há re­quin­tes tec­no­ló­gi­cos co­mo tur­bo e in­je­ção di­re­ta de com­bus­tí­vel no mo­tor, nem te­to so­lar ou ban­cos com ajus­tes elé­tri­cos, mas o con­teú­do é bom. O car­ro vem com seis air bags, cen­tral mul­ti­mí­dia com te­la de 8” flu­tu­an­te (com­pa­tí­vel com An­droid Au­to e Ap­ple CarP­lay), ar-con­di­ci­o­na­do, sen­sor de pres­são de pneus, as­sis­ten­te de par­ti­da em ram­pa, câ­me­ra de ré, ro­das de 16” e co­lu­na de di­re­ção ajus­tá­vel em al­tu­ra e pro­fun­di­da­de.

A ver­são SX acres­cen­ta ar­con­di­ci­o­na­do de du­pla zo­na, lu­zes diur­nas de LEDs, ban­cos com imi­ta­ção de cou­ro (e aque­ci­men­to), bo­tão de par­ti­da, bor­bo­le­tas pa­ra tro­cas de mar­cha no vo­lan­te, etc.

Sob o capô, o se­dã tro­cou o 1.6 de 128 cv pe­lo 2.0 fle­xí­vel de até 167 cv, com eta­nol. A di­fe­ren­ça de de­sem­pe­nho é gri­tan­te em re­la­ção ao mo­de­lo an­te­ri­or. A ava­li­a­ção foi fei­ta nu­ma pis­ta par­ti­cu­lar, em In­dai­a­tu­ba, in­te­ri­or de São Pau­lo. E o se­dã de 1.283 kg mos­trou boa ca­pa­ci­da­de de ace­le­ra­ção. O mo­tor tra­ba­lha em con­jun­to com um câm­bio au­to­má­ti­co de seis mar­chas.

Há bor­bo­le­tas no vo­lan­te, e op­ção de tro­cas tam­bém na pró­pria ala­van­ca, no con­so­le. Em­bo­ra as res­pos­tas do mo­tor se­jam bo­as, na pis­ta o se­dã apre­sen­tou uma pe­que­na de­mo­ra nas re­to­ma­das de ve­lo­ci­da­de. Por ou­tro la­do, o com­por­ta­men­to da car­ro­ce­ria em cur­vas aber­tas e fe­cha­das foi mui­to bom. Ape­sar de em­pre­gar ei­xo de tor­ção na tra­sei­ra, o Ce­ra­to 2020 mos­trou-se obe­di­en­te no tra­ça­do. A car­ro­ce­ria in­cli­na-se pou­co, mes­mo no li­mi­te de ade­rên­cia.

Os pneus fa­zem mui­to ba­ru­lho nas cur­vas quan­do for­ça­dos ao li­mi­te, mas em ne­nhum mo­men­to o car­ro pas­sou in­se­gu­ran­ça. A di­re­ção elé­tri­ca e os frei­os (dis­co nas qua­tro ro­das) agra­da­ram. O Ce­ra­to ofe­re­ce qua­tro mo­dos de con­du­ção: econô­mi­co, es­por­ti­vo, con­for­to e “smart”. Se­gun­do a Kia, o car­ro “apren­de” a for­ma de con­du­zir do mo­to­ris­ta e, com o tem­po, pas­sa a re­pro­du­zi-la.

Pai­nel e por­tas têm re­ves­ti­men­to ma­cio e o as­pec­to ge­ral é bom. O vi­su­al não che­ga a ser tão ar­ro­ja­do co­mo o do Ci­vic, mas não faz feio di­an­te do Co­rol­la, Cru­ze ou Jet­ta. Mes­cla de­ta­lhes es­por­ti­vos, na di­an­tei­ra, com um per­fil mais ele­gan­te na tra­sei­ra. O bom por­ta-ma­las tem 520 li­tros.

FO­TOS: KIA/DI­VUL­GA­ÇÃO

Por­ta-ma­las tem boa ca­pa­ci­da­de de 520 li­tros

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.