Ad­vo­ga­do diz que não há es­pa­ço pa­ra re­a­brir ca­so Adé­lio

De­fen­sor do au­tor de aten­ta­do a Bol­so­na­ro, Za­no­ne Jr. re­ba­te de­cla­ra­ções so­bre no­vas in­ves­ti­ga­ções

O Estado de S. Paulo - - Política - Ri­car­do Ga­lhar­do / CO­LA­BO­RA­RAM PA­TRIK CAMPOREZ e BRE­NO PI­RES

O ad­vo­ga­do Za­no­ne Ma­nu­el de Oli­vei­ra Jú­ni­or, que de­fen­de Adé­lio Bis­po de Oli­vei­ra, au­tor da fa­ca­da con­tra o pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro, dis­se on­tem que a ten­ta­ti­va de re­a­brir o ca­so é al­go tar­dio, pois o jul­ga­men­to já tran­si­tou em jul­ga­do – ou se­ja, não há es­pa­ço pa­ra re­cur­so.

A Jus­ti­ça con­si­de­rou Adé­lio inim­pu­tá­vel por ser por­ta­dor de Trans­tor­no De­li­ran­te Per­sis­ten­te, con­for­me lau­dos mé­di­cos, e que agiu so­zi­nho no ata­que. Ele fi­ca­rá in­ter­na­do por tem­po in­de­ter­mi­na­do “en­quan­to não for ve­ri­fi­ca­da a ces­sa­ção da pe­ri­cu­lo­si­da­de, o que de­ve ser cons­ta­ta­do por meio de pe­rí­cia mé­di­ca”. Adé­lio es­tá no Pre­sí­dio de Se­gu­ran­ça Má­xi­ma de Cam­po Gran­de (MS).

Na se­ma­na pas­sa­da, Bol­so­na­ro de­sig­nou o ad­vo­ga­do Fre­de­rik Was­sef, que tam­bém de­fen­de o se­na­dor Flá­vio Bol­so­na­ro (PSL-RJ), pa­ra ser as­sis­ten­te de acu­sa­ção no ca­so. Ao Es­ta­do, Was­sef dis­se que Adé­lio é um “as­sas­si­no pro­fis­si­o­nal” e que “foi pa­go pa­ra is­so”. “Uma or­ga­ni­za­ção cri­mi­no­sa ten­tou as­sas­si­nar Bol­so­na­ro.”

Tam­bém fa­lan­do ao Es­ta­do, o no­vo pro­cu­ra­dor-ge­ral da Re­pú­bli­ca, Au­gus­to Aras, dis­se que a PF de­ve­ria “apro­fun­dar” as in­ves­ti­ga­ções so­bre as mo­ti­va­ções do aten­ta­do.

“Pe­na que ele (Was­sef) che­gou tar­de. Já tran­si­tou em jul­ga­do. O jul­ga­men­to do Adé­lio aca­bou. Aqui­lo ali nun­ca mais. Tal­vez na pró­xi­ma en­car­na­ção”, dis­se Za­no­ne. “A gen­te já per­ce­beu que é po­li­ti­ca­men­te con­ve­ni­en­te que es­te as­sun­to não mor­ra”, acres­cen­tou ele.

O Tri­bu­nal Re­gi­o­nal Fe­de­ral da 1.ª Re­gião for­mou on­tem mai­o­ria a fa­vor do en­ten­di­men­to de que é com­pe­tên­cia do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) ana­li­sar a le­ga­li­da­de de ope­ra­ção con­tra Za­no­ne, que foi al­vo de bus­ca e apre­en­são da Po­lí­cia Fe­de­ral. Mas o ma­te­ri­al apre­en­di­do não foi ana­li­sa­do por for­ça de uma de­ci­são li­mi­nar.

“Pe­na que ele (Was­sef) che­gou tar­de. O jul­ga­men­to do Adé­lio aca­bou. Aqui­lo ali nun­ca mais. Tal­vez na pró­xi­ma en­car­na­ção.”

Za­no­ne Ma­nu­el de Oli­vei­ra Jr.

AD­VO­GA­DO DE ADÉ­LIO BIS­PO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.