Bar­ce­lo­na vi­ra com dois gols de Suá­rez

O Estado de S. Paulo - - Esportes - BAR­CE­LO­NA

Li­ga dos Cam­peões. O Bar­ce­lo­na so­freu, mas ven­ceu on­tem a In­ter­na­zi­o­na­le por 2 a 1, de vi­ra­da, na 2.ª ro­da­da do Gru­po F da Li­ga dos Cam­peões. Lau­ta­ro Mar­tí­nez abriu o pla­car pa­ra o ti­me ita­li­a­no e o uru­guaio Luis Suá­rez fez os dois gols da equi­pe da Ca­ta­lu­nha.

“São três pon­tos va­li­o­sos, con­tra um ri­val di­re­to”, dis­se Suá­rez ain­da no gra­ma­do do Camp Nou. “Ti­ve­mos um jo­go mui­to di­fí­cil, mas, no fi­nal, a con­fi­an­ça e o tra­ba­lho co­le­ti­vo que fi­ze­mos, con­tro­lan­do bem a pos­se de bo­la, nos deu a opor­tu­ni­da­de de cri­ar chan­ces de gol”, ex­pli­cou Suá­rez. “O ti­me mos­trou mui­ta pa­ci­ên­cia, e is­so é im­por­tan­te quan­do jo­ga­mos em ca­sa”, acres­cen­tou.

Ques­ti­o­na­do so­bre o que Val­ver­de fa­lou no in­ter­va­lo, o uru­guaio afir­mou que o trei­na­dor “pe­diu pa­ra pres­si­o­nar com mai­or or­ga­ni­za­ção”. “Ele dis­se que de­ve­ría­mos ser mais cons­ci­en­tes de que não es­tá­va­mos pres­si­o­nan­do o ad­ver­sá­rio da for­ma co­mo nos pre­pa­ra­mos”, con­tou. So­bre o fa­to de ter si­do ele o he­rói do jo­go, Suá­rez afir­mou que sua ca­rac­te­rís­ti­ca “é tra­ba­lhar, nun­ca abai­xar os bra­ços” e mos­trar-se “for­te nos mo­men­tos mais di­fí­ceis”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.