5 PER­GUN­TAS PA­RA...

Ba­leia Ros­si (SP), lí­der do MDB na Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos

O Estado de S. Paulo - - Política -

1.

O sr. te­rá dois anos de man­da­to à fren­te do MDB, que en­co­lheu nas ur­nas. Qual é o prin­ci­pal de­sa­fio do par­ti­do?

É se re­co­nec­tar com sua mi­li­tân­cia. Ape­sar de ter ti­do di­fi­cul­da­de na elei­ção do ano pas­sa­do, co­mo os ou­tros, o MDB ain­da é o mai­or par­ti­do do Bra­sil. Ago­ra, pre­ci­sa­mos re­de­fi­nir nos­sas ban­dei­ras, com um olhar vol­ta­do pa­ra as elei­ções de 2020. Va­mos de­fen­der um pro­gra­ma vol­ta­do pa­ra a ge­ra­ção de em­pre­gos.

2.

Por que o MDB não pu­ne os fi­li­a­dos que se en­vol­ve­ram com cor­rup­ção?

O MDB não é um tri­bu­nal pa­ra jul­gar as pes­so­as.

3.

É uma re­no­va­ção sem ca­ça às bru­xas? Es­ta­mos ago­ra fa­zen­do a va­lo­ri­za­ção de qu­em tem vo­to. Va­mos dar as­sen­to na Exe­cu­ti­va Na­ci­o­nal aos nos­sos três go­ver­na­do­res – Re­nan Fi­lho (Ala­go­as), Hél­der Bar­ba­lho (Pa­rá) e Iba­neis Ro­cha (Dis­tri­to Fe­de­ral) – e aos qua­tro pre­fei­tos de ca­pi­tais (Goi­â­nia, Cui­a­bá, Na­tal e Boa Vis­ta). É a vo­to­cra­cia.

4.

O ex-go­ver­na­dor do Rio Gran­de do Sul Pe­dro Si­mon dis­se que, se o MDB con­ti­nu­ar co­mo es­tá, cor­re o ris­co de de­sa­pa­re­cer. Co­mo o sr. res­pon­de?

Res­pei­to mui­to Pe­dro Si­mon, mas con­se­gui­mos uni­fi­car o par­ti­do. Tan­to que o 1.º se­cre­tá­rio da Exe­cu­ti­va se­rá o de­pu­ta­do es­ta­du­al Ga­bri­el Sou­za (RS). O MDB é um par­ti­do de cen­tro e va­mos re­for­çar is­so.

5.

O sr. es­tá tra­ba­lhan­do pa­ra ser o su­ces­sor de Ro­dri­go Maia na pre­si­dên­cia da Câ­ma­ra?

Nem pen­sar. Je­sus ama­do...

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.