A bar­ga­nha do pre­si­den­te com a Ucrâ­nia é ex­plí­ci­ta

O Estado de S. Paulo - - Internacio­nal - Phi­lip Bump / W. POST / TRA­DU­ÇÃO DE CLAU­DIA BOZZO ✽ É JOR­NA­LIS­TA

Ode­la­tor anô­ni­mo que co­lo­cou a pre­si­dên­cia de Do­nald Trump sob ris­co re­la­tou que o en­vi­a­do es­pe­ci­al dos EUA à Ucrâ­nia, Kurt Vol­ker, tra­ba­lhou com o em­bai­xa­dor ame­ri­ca­no na União Eu­ro­peia, Gor­don Son­dland, pa­ra aju­dar Rudy Giu­li­a­ni, ad­vo­ga­do pes­so­al do pre­si­den­te, a pres­si­o­nar o go­ver­no ucra­ni­a­no a in­ves­ti­gar o ex-vi­ce-pre­si­den­te Joe Bi­den.

Men­sa­gens de tex­to su­ge­rem que Vol­ker e Son­dland in­cen­ti­va­ram uma ideia com­ple­ta­men­te sem pé nem ca­be­ça: vin­cu­lar a Ucrâ­nia à in­va­são dos com­pu­ta­do­res do Co­mi­tê Na­ci­o­nal De­mo­cra­ta, em 2016, e pres­si­o­nar por uma in­ves­ti­ga­ção de Bi­den e do tra­ba­lho que seu fi­lho Hun­ter fez pa­ra uma em­pre­sa de ener­gia cha­ma­da Bu­ris­ma. A te­o­ria de Trump é que Joe Bi­den qu­e­ria que a Ucrâ­nia de­mi­tis­se seu pro­cu­ra­dor-ge­ral pa­ra pro­te­ger Hun­ter e a Bu­ris­ma – mas não há evi­dên­ci­as de que is­so te­nha ocor­ri­do.

Em 21 de ju­lho, qua­tro di­as an­tes de Trump e o pre­si­den­te ucra­ni­a­no, Vo­lo­di­mir Ze­lens­ki, te­rem con­ver­sa­do por te­le­fo­ne, Son­dland tro­cou men­sa­gens de tex­to com Bill Tay­lor, em­bai­xa­dor dos EUA na Ucrâ­nia. Tay­lor dei­xou cla­ro que Ze­lens­ki qu­e­ria que “a Ucrâ­nia fos­se le­va­da a sé­rio” e não ape­nas ser­vis­se co­mo “ins­tru­men­to da re­e­lei­ção de Trump”. Mais tar­de, Ze­lens­ki re­ce­be­ria um con­vi­te pa­ra co­nhe­cer Trump em Washing­ton.

Pou­co an­tes da li­ga­ção, em 25 de ju­lho, Vol­ker man­dou uma men­sa­gem pa­ra An­drei Yer­mak, con­sul­tor de Ze­lens­ki, na qual Vol­ker é ex­plí­ci­to so­bre o que se­ria ne­ces­sá­rio pa­ra ob­ter a tal reu­nião. “As­su­min­do que o pre­si­den­te Z con­ven­ça Trump de que ele in­ves­ti­ga­rá, en­tão de­fi­ni­re­mos a da­ta da vi­si­ta a Washing­ton”, es­cre­veu Vol­ker. Bar­ga­nha mais ex­plí­ci­ta que is­so, im­pos­sí­vel. O que não es­tá cla­ro é com qu­em Vol­ker fa­lou na Ca­sa Bran­ca. Na li­ga­ção en­tre Trump e Ze­lens­ki, no fi­nal da­que­le dia, a reu­nião foi men­ci­o­na­da, com Trump va­ga­men­te su­ge­rin­do que Ze­lens­ki só po­de­ria es­co­lher a da­ta de­pois que pro­me­tes­se abrir as in­ves­ti­ga­ções.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.