PÊ­NAL­TI

Quan­ti­da­de de quei­xas dos clu­bes com a arbitragem per­ma­ne­ce al­ta, mes­mo com a im­ple­men­ta­ção da tecnologia

O Estado de S. Paulo - - Primeira Página - Ri­car­do Ma­gat­ti

VAR não di­mi­nuiu vo­lu­me de re­cla­ma­ções dos clu­bes do País com re­la­ção à arbitragem. Pê­nal­tis são cam­peões de quei­xas.

A im­ple­men­ta­ção do ár­bi­tro de ví­deo (VAR, na si­gla em in­glês) nes­ta edi­ção do Cam­pe­o­na­to Bra­si­lei­ro não re­du­ziu o nú­me­ro de re­cla­ma­ções dos clu­bes. Le­van­ta­men­to fei­to pe­lo Es­ta­do en­vol­ven­do os 220 jo­gos re­a­li­za­dos até o fim da 22.ª ro­da­da mos­tra que a quan­ti­da­de de quei­xas per­ma­ne­ce al­ta, mes­mo com a pre­sen­ça da tecnologia.

O le­van­ta­men­to se ba­se­ou nas sú­mu­las da CBF, in­for­ma­ções so­bre o an­da­men­to da par­ti­das e en­tre­vis­tas de jo­ga­do­res, técnicos e di­ri­gen­tes pa­ra quan­ti­fi­car as re­cla­ma­ções a res­pei­to da arbitragem e quais os ti­pos de lan­ces mais mo­ti­va­ram quei­xas. As po­lê­mi­cas fo­ram ta­bu­la­das e se­pa­ra­das em di­fe­ren­tes ca­te­go­ri­as, co­mo pê­nal­ti, ex­pul­são, fal­ta, im­pe­di­men­to, to­que de mão, re­pe­ti­ção de co­bran­ça de pê­nal­ti após o go­lei­ro se adi­an­tar e la­te­ral in­ver­ti­do que ori­gi­nou gol. A re­por­ta­gem se de­bru­çou em ano­ta­ções, fra­se e ima­gens de to­dos os jo­gos.

O tra­ba­lho re­gis­trou re­cla­ma­ções dos 20 ti­mes e não ape­nas lan­ces em que o VAR foi aci­o­na­do e não le­vou em con­si­de­ra­ção se a de­ci­são do juiz na­que­le mo­men­to foi a cor­re­ta ou não.

Fo­ram com­pu­ta­das 103 quei­xas nas 220 par­ti­das ana­li­sa­das, mé­dia de 0,46 re­cla­ma­ção por jo­go. Se­gun­do a aná­li­se, 63 par­ti­das sus­ci­ta­ram al­gum ti­po de pro­tes­to, se­ja de atle­ta, téc­ni­co ou di­ri­gen­te, o que sig­ni­fi­ca di­zer que hou­ve chi­a­dei­ra em 28% dos con­fron­tos ana­li­sa­dos.

A re­cla­ma­ção por mar­ca­ção ou não mar­ca­ção de pe­na­li­da­des é a mais re­cor­ren­te dos clu­bes em re­la­ção à arbitragem – fo­ram 54 pro­tes­tos por es­ta ra­zão con­tra 29 de ex­pul­sões e ape­nas seis por im­pe­di­men­tos.

Com 13 re­cla­ma­ções, o Flu­mi­nen­se li­de­ra a lis­ta em re­la­ção às de­ci­sões dos ho­mens do api­to, à fren­te do Vas­co, ou­tro do Rio, que con­tes­tou oi­to mar­ca­ções. Ath­le­ti­co-PR, Bo­ta­fo­go, For­ta­le­za e In­ter vêm na sequên­cia, com se­te quei­xas ca­da.

No ano passado, qu­an­do os juí­zes de campo ain­da não po­di­am re­cor­rer ao ár­bi­tro de ví­deo, o Es­ta­do mos­trou que hou­ve 141 con­tes­ta­ções dos 20 clu­bes da Sé­rie A em 310 jo­gos ana­li­sa­dos, mé­dia de 0,45 pro­tes­to por par­ti­da, números mui­to pa­re­ci­dos com os da edi­ção 2019.

Nes­te ano, a 22.ª ro­da­da foi a que re­gis­trou mais po­lê­mi­cas. Uma de­las foi o gol anu­la­do do Pal­mei­ras no em­pa­te em 1 a 1 com o In­ter­na­ci­o­nal, no Bei­raRio. Após con­sul­tar o mo­ni­tor, o ár­bi­tro catarinens­e Brau­lio da Sil­va Ma­cha­do en­xer­gou to­que no bra­ço do ata­can­te Wil­li­an na ori­gem da jo­ga­da e in­va­li­dou o gol mar­ca­do por Bru­no Hen­ri­que, o que dei­xou os pal­mei­ren­ses fu­ri­o­sos e in­dig­na­dos.

Após o con­fron­to, o pre­si­den­te do clu­be pau­lis­ta, Mau­ri­cio Ga­li­ot­te, mos­trou-se re­vol­ta­do com a de­ci­são da arbitragem e in­di­cou que o Fla­men­go, atu­al lí­der do tor­neio na­ci­o­nal, tem si­do fa­vo­re­ci­do pe­la arbitragem. “Es­ta­mos pe­din­do cri­té­rio, jus­ti­ça. Va­mos dis­pu­tar o cam­pe­o­na­to de for­ma sé­ria, mas que a arbitragem tam­bém atue de for­ma sé­ria”, dis­se o man­da­tá­rio na oca­sião. “Em mui­tos lan­ces, é só vo­cês fa­ze­rem um le­van­ta­men­to, o VAR não tem atu­a­do em jo­gos do Fla­men­go, is­so é fa­to”, co­men­tou.

O man­da­tá­rio pal­mei­ren­se foi re­ce­bi­do na se­de da CBF, no Rio, na quin­ta-fei­ra. A en­ti­da­de ad­mi­tiu que a arbitragem er­rou no lan­ce en­vol­ven­do Wil­li­an. A in­ter­pre­ta­ção é de que o gol foi bem anu­la­do, ten­do em vis­ta o que diz a atu­a­li­za­ção da re­gra em re­la­ção ao to­que de mão na bola no ata­que, mas o jo­go de­ve­ria ter si­do rei­ni­ci­a­do com fal­ta na en­tra­da da área a fa­vor do Pal­mei­ras – o ví­deo do gol foi en­vi­a­do pa­ra aná­li­se da Fifa.

Mau­ri­cio Ga­li­ot­te PRE­SI­DEN­TE DO PAL­MEI­RAS ‘Es­ta­mos pe­din­do cri­té­rio, jus­ti­ça. Va­mos dis­pu­tar o cam­pe­o­na­to de for­ma sé­ria, mas que a arbitragem tam­bém atue de for­ma sé­ria’

Quei­xa. CBF re­co­nhe­ce er­ro em In­ter e Pal­mei­ras

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.