Leonardo Ga­ci­ba vi­ra mai­or al­vo de quei­xas dos clu­bes

Pre­si­den­te da Co­mis­são de Arbitragem atu­ou 17 anos co­mo juiz, foi co­men­ta­ris­ta por 9 anos e quer ‘mo­der­ni­zar’ o api­to

O Estado de S. Paulo - - Esportes -

Pre­si­den­te da Co­mis­são de Arbitragem da CBF des­de abril, Leonardo Ga­ci­ba vi­rou o prin­ci­pal al­vo de re­cla­ma­ções dos clu­bes na atu­al tem­po­ra­da. As quei­xas mais re­cor­ren­tes di­zem res­pei­to ao uso da tecnologia, e es­tão to­das di­re­ci­o­na­das a ele.

Os di­ri­gen­tes não es­tão con­ten­tes com al­gu­mas mar­ca­ções do ár­bi­tros com o auxílio do VAR e, em vá­ri­as en­tre­vis­tas, ci­tam o atu­al che­fe de arbitragem co­mo cul­pa­do. Em sua de­fe­sa, Ga­ci­ba di­vul­gou ba­lan­ço re­cen­te em que apon­ta que o ín­di­ce de acer­to nas de­ci­sões dos ár­bi­tros até a 14.ª ro­da­da do Brasileirã­o é de mais de 90% após o iní­cio do uso da tecnologia.

Ga­ci­ba de­di­cou 17 dos seus 48 anos à car­rei­ra de ár­bi­tro e pas­sou ou­tros no­ve co­mo co­men­ta­ris­ta de arbitragem. Ao che­gar à CBF pa­ra subs­ti­tuir o Co­ro­nel Marcos Marinho, es­se gaú­cho de Pe­lo­tas pro­mo­veu al­gu­mas mu­dan­ças. Tem vi­são mais mo­der­na em re­la­ção aos seus an­te­ces­so­res – es­tu­da, por exem­plo, a uti­li­za­ção de in­te­li­gên­cia ar­ti­fi­ci­al e re­a­li­da­de vir­tu­al no trei­na­men­to dos juí­zes – e procura man­ter bom re­la­ci­o­na­men­to com to­dos clu­bes e di­ri­gen­tes.

Com a im­ple­men­ta­ção do VAR no ca­len­dá­rio do fu­te­bol bra­si­lei­ro, Ga­ci­ba de­ci­diu vi­si­tar os 20 ti­mes da Sé­rie A, com a in­ten­ção de ti­rar dú­vi­das so­bre a tecnologia e es­trei­tar a re­la­ção com as agre­mi­a­ções. Co­rinthi­ans, São Pau­lo, In­ter e Vas­co são al­guns dos clu­bes que já re­ce­be­ram

a vi­si­ta e ti­ve­ram pa­les­tra com o che­fe da arbitragem.

No en­tan­to, di­an­te das po­lê­mi­cas en­vol­ven­do os ár­bi­tros es­pe­ci­al­men­te no Cam­pe­o­na­to Bra­si­lei­ro, o re­la­ci­o­na­men­to de Ga­ci­ba com al­guns se es­tre­me­ceu. Re­cen­te­men­te, Ath­le­ti­coPR, Atlé­ti­co-MG, In­ter, Pal­mei­ras e Vas­co fi­ze­ram co­bran­ças ao ex-ár­bi­tro e exi­bi­ram in­sa­tis­fa­ção com a ma­nei­ra em que o VAR tem si­do uti­li­za­do. O téc­ni­co Van­der­lei Lu­xem­bur­go, do Vas­co, lem­brou da pa­les­tra que os seus jo­ga­do­res as­sis­ti­ram pa­ra co­brar o pre­si­den­te da Co­mis­são de Arbitragem da CBF.

“O Ga­ci­ba foi na quarta-fei­ra fa­zer uma pa­les­tra no CT. Ele pe­gou um ví­deo so­bre lan­ce de im­pe­di­men­to e mos­trou o que ca­rac­te­ri­za a in­fra­ção”, co­me­çou Lu­xem­bur­go. “Eu já te­nho a ima­gem do VAR de que amão do Wer­ley es­tá na li­nha ver­me­lha, mas não tem ne­nhum jo­ga­dor do Vas­co na azul. Ele foi en­fá­ti­co e dis­se que o que ca­rac­te­ri­za­va o im­pe­di­men­to não era a mão, mas os pés. En­tão não foi im­pe­di­men­to. O gol foi le­gal. O Ga­ci­ba é um ca­ra le­gal, es­tá ten­tan­do mu­dar... Vem pu­bli­ca­men­te tra­zer es­sa ima­gem e di­zer o que acon­te­ceu. Se ele ti­ver ou­tra ima­gem de im­pe­di­men­to, fi­ca­rei ca­la­do. Ou vem pu­bli­ca­men­te e diz que os ár­bi­tros não co­lo­ca­ram em prá­ti­ca apa­les­tra que eled eu. Es­saéa­rec la­ma­ção ”, expôs. O téc­ni­co fez men­ção ao gol anu­la­do deWer­ley­po rim pe­di­men­to co­ma aju­da­do VAR na der­ro­ta (1 a 0) pa­ra o Co­rinthi­ans na are­na.

Mais for­te ain­da fo­ram as pa­la­vras do vi­ce-pre­si­den­te de fu­te­bol do In­ter, Ro­ber­to Me­lo. “En­quan­to o seu Ga­ci­ba es­ti­ver na CBF, não pre­ten­do ir lá. Ele fa­la uma coi­sa, se exi­be, faz apre­sen­ta­ção,c ... re­gra eé fei­ta uma coi­sa totalmente di­fe­ren­te de­pois”, es­bra­ve­jou Me­lo após a der­ro­ta por 3 a 1 pa­ra o Fla­men­go. O ti­me gaú­cho re­cla­mo udas ex­pul­sões de Bru­no e Gu­er­re­ro e da não mar­ca­ção de um pê­nal­ti no cen­tro­a­van­te pe­ru­a­no.

Sen­tin­do-se le­sa­dos, os clu­bes têm fei­to re­cla­ma­ções for­mais à CBF, ca­so do Ath­le­ti­coPR, que, após o en­vio do ofí­cio, afir­mou que a ou­vi­do­ria da en­ti­da­de que re­ge o fu­te­bol bra­si­lei­ro re­co­nhe­ceu “o er­ro de fa­to da arbitragem na par­ti­da di­an­te do San­tos, dia 8 de se­tem­bro, na Vi­la”. O pa­re­cer foi as­si­na­do por Manoel Se­ra­pião Fi­lho.

No lan­ce em ques­tão, Marinho in­va­diu a área e caiu após con­ta­to com Brai­an Ro­me­ro. Ini­ci­al­men­te, o ár­bi­tro Ro­dri­go Car­va­lha­es de Mi­ran­da as­si­na­lou a fal­ta fo­ra da área. No en­tan­to, após con­sul­tar as ima­gens do VAR, mar­cou pê­nal­ti, con­ver­ti­do pe­lo uru­guaio Sán­chez e que de­cre­tou o em­pa­te em 1 a 1.

Mais da me­ta­de dos clu­bes es­tá in­sa­tis­fei­ta com o VAR e de­fen­de mu­dan­ças na uti­li­za­ção da fer­ra­men­ta, co­mo ates­tou o Es­ta­do. O que os di­ri­gen­tes mais pe­dem é a li­be­ra­ção das ima­gens re­vis­tas no ví­deo e do áu­dio das con­ver­sas en­tre o ár­bi­tro de campo e os au­xi­li­a­res da ca­bi­ne. Os car­to­las que­rem que os tor­ce­do­res nos es­tá­di­os sai­bam o que es­tá sen­do ana­li­sa­do.

WIL­TON JU­NI­OR / ES­TA­DÃO-24/04/2019

Li­nha de ti­ro. Ga­ci­ba so­fre crí­ti­cas a ca­da po­lê­mi­ca do VAR

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.