Bra­sil Ga­me Show es­pe­ra mais de 300 mil pes­so­as em SP

Even­to co­me­ça 4ª-fei­ra e vai até do­min­go, com es­tan­des de Sony, Nin­ten­do e Mi­cro­soft e con­cur­sos de cos­play

O Estado de S. Paulo - - Economia - Ana Lui­za de Car­va­lho

Co­me­ça nes­ta quarta-fei­ra, a 12.ª edi­ção da Bra­sil Ga­me Show (BGS), mai­or even­to de ga­mes da Amé­ri­ca La­ti­na e ter­cei­ro mai­or even­to de ga­mes do mun­do.

Nes­te ano, a BGS acon­te­ce­rá na Expo Cen­ter Nor­te, na zona nor­te de São Pau­lo (SP), até o pró­xi­mo do­min­go.

Com ex­pec­ta­ti­va de re­ce­ber mais de 300 mil vi­si­tan­tes, a fei­ra da­rá ao pú­bli­co a chan­ce de tes­tar jo­gos iné­di­tos, par­ti­ci­par de cam­pe­o­na­tos de de­sen­vol­vi­men­to de jo­gos e con­cur­sos de cos­play.

Se­rá ain­da a chan­ce de co­nhe­cer os es­tan­des de três fa­bri­can­tes de con­so­les do mo­men­to – Xbox, Nin­ten­do e PlayS­ta­ti­on. “Nem a E3, que é re­fe­rên­cia mun­di­al, con­se­guiu is­so em 2019. É al­go que mos­tra a pai­xão do jo­ga­dor bra­si­lei­ro”, ava­lia Marcelo Ta­va­res, pre­si­den­te exe­cu­ti­vo e cri­a­dor da BGS.

Além das gigantes dos ga­mes, o even­to tam­bém traz en­con­tro com de­sen­vol­ve­do­res co­nhe­ci­dos em to­do o mun­do. Um dos con­vi­da­dos se­rá Hi­de­ta­ka Miya­za­ki, de­sen­vol­ve­dor de Se­ki­ro e Dark Souls. “Foi uma gran­de sur­pre­sa a vin­da do Miya­za­ki por­que ele é bem in­tros­pec­ti­vo e tí­mi­do”, co­me­mo­ra Ta­va­res.

A fei­ra con­ta­rá ain­da com a pre­sen­ça de John Ro­me­ro, cri­a­dor de clás­si­cos co­mo Do­om, que in­tro­du­ziu os jo­gos de ti­ro em pri­mei­ra pes­soa no mer­ca­do. Re­tor­nam à fei­ra Char­les Mar­ti­net, du­bla­dor de Ma­rio, e Yoshi­no­ri Ono, pro­du­tor de Stre­et Figh­ter. Tam­bém es­ta­rá pre­sen­te o trio de Grand Theft Au­to (GTA) Ned Lu­ke, So­lo e Ste­ven Ogg. Gay Stern, pre­si­den­te da Stern Pin­ball, é ou­tro dos con­fir­ma­dos no Bra­sil Ga­me Show. A empresa é a úni­ca que pro­duz máquinas de pin­ball (o an­ti­go fli­pe­ra­ma) atu­al­men­te.

Ta­va­res con­ta que a or­ga­ni­za­ção do even­to du­ra o ano to­do e de­man­da uma equipe gran­de. “É tra­ba­lho de um ano in­tei­ro pa­ra que a pró­xi­ma edi­ção saia. Além das pes­so­as na nos­sa equipe, são mi­lha­res de ter­cei­ri­za­dos.”

A Bra­sil Ga­me Show foi re­a­li­za­da pe­la pri­mei­ra vez em 2009 co­mo Rio Ga­me Show, no Rio de Ja­nei­ro (RJ). Em 11 edi­ções, o even­to já re­ce­beu mais de 1,8 mi­lhão de pes­so­as. A pe­di­dos das em­pre­sas pa­tro­ci­na­do­ras, po­rém, a Bra­sil Ga­me Show não re­ve­la os lucros ou mon­tan­te mo­vi­men­ta­do.

O Bra­sil Ga­me Show te­rá mais de 400 ex­po­si­to­res de vá­ri­os ra­mos co­mo tecnologia, telecomuni­cações, va­re­jis­tas e alimenta­ção. Além das gigantes dos ga­mes, tam­bém mar­cam pre­sen­ça em­pre­sas co­mo Pa­ni­ni, Sa­ga, Twit­ch e Crun­chy­roll Ga­mes.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.