Jesus man­da re­ca­do pa­ra a CBF após 1 a 0

O Estado de S. Paulo - - Esportes - CHA­PE­CÓ

Mes­mo com a vi­tó­ria por 1 a 0 sobre a Cha­pe­co­en­se, o téc­ni­co Jor­ge Jesus de­mons­trou on­tem sua in­sa­tis­fa­ção com a mar­ca­ção de par­ti­das durante as da­tas Fifa. O Fla­men­go vem de uma maratona de jo­gos im­por­tan­tes e per­de­rá atle­tas na sequên­cia do Cam­pe­o­na­to Brasileiro, quan­do eles te­rão de se apre­sen­tar às se­le­ções na­ci­o­nais.

O treinador por­tu­guês su­ge­riu que a CBF não per­mi­ta que os ti­mes pou­pem tan­tos atle­tas ti­tu­la­res mas par­ti­das, o que en­fra­que­ce a com­pe­ti­ção. “An­tes do jo­go, eu per­gun­tei a to­dos co­mo eles es­ta­vam. Al­guns disseram que es­tão can­sa­dos, mas que­ri­am jo­gar. Há o res­pei­to pe­lo Bra­si­lei­rão. A CBF de­ve­ria proi­bir de ti­rar mais do que cin­co ti­tu­la­res no jo­go se­guin­te”, dis­se o téc­ni­co por­tu­guês.

Mes­mo com a vi­tó­ria ma­gra por 1 a 0 con­tra o lan­ter­na, em jo­go que mui­tos po­de­ri­am es­pe­rar uma go­le­a­da, o treinador se mos­trou sa­tis­fei­to com o de­sem­pe­nho do ti­me e elo­gi­ou seus atle­tas. “Jo­ga­mos co­mo um cam­peão jo­ga, sem­pre dan­do o pei­to às ba­las. Isso ca­rac­te­ri­za os gran­des jo­ga­do­res. O re­sul­ta­do po­de­ria ser mai­or. Con­tra o Grê­mio, fi­ze­mos uma exi­bi­ção ex­tra­or­di­ná­ria e só em­pa­ta­mos. Te­mos res­pei­to por to­dos os ri­vais, prin­ci­pal­men­te a Cha­pe­co­en­se, que tem uma his­tó­ria que to­dos co­nhe­cem.”

Ape­sar de ter des­fal­ques im­por­tan­tes – Filipe Luis, Ar­ras­ca­e­ta e Ga­bri­el –, o Fla­men­go ga­nhou e po­de­ria até ter feito um pla­car elás­ti­co se não fos­sem as inú­me­ras chan­ces des­per­di­ça­das. Dú­vi­da de­pois de ter si­do pou­pa­do do trei­na­men­to de sá­ba­do, Bru­no Hen­ri­que foi o au­tor do único gol do con­fron­to. No lan­ce, a de­fe­sa da Cha­pe pe­diu im­pe­di­men­to, mas após con­sul­ta do VAR o gol foi va­li­da­do pe­la ar­bi­tra­gem. A re­cla­ma­ção foi ge­ral. Na ima­gem con­ge­la­da, o fla­men­guis­ta apa­re­ce com om­bro e parte da ca­be­ça à fren­te do be­que.

In­vic­to há no­ve par­ti­das (12 con­tan­do a Li­ber­ta­do­res), o Fla con­ti­nua na li­de­ran­ça do Bra­si­lei­rão, com 52 pon­tos, cin­co a mais do que o Pal­mei­ras, que em­pa­tou na ro­da­da. No ou­tro ex­tre­mo, a Cha­pe che­gou ao oi­ta­vo jo­go sem vi­tó­ria. É úl­ti­ma.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.