Im­ba­tí­vel, Teddy Ri­ner é atra­ção em Brasília

Judô. Fran­cês, que não per­de uma lu­ta des­de 2010, dis­pu­ta o Grand Slam e bus­ca pon­tos pa­ra o ran­king olím­pi­co

O Estado de S. Paulo - - Esportes - Pau­lo Fa­ve­ro

São 148 vi­tó­ri­as con­se­cu­ti­vas e mais de no­ve anos de in­ven­ci­bi­li­da­de nos ta­ta­mes. A úl­ti­ma der­ro­ta de Teddy Ri­ner foi em 13 de se­tem­bro de 2010 e a ca­da even­to de que par­ti­ci­pa – e ga­nha – o ju­do­ca fran­cês au­men­ta sua au­ra de im­ba­tí­vel. Ago­ra, se­rá no­va­men­te co­lo­ca­do à pro­va no Grand Slam que es­tá sen­do dis­pu­ta­do em Brasília. As pre­li­mi­na­res co­me­çam às 10h e as fi­nais às 16h – com SporTV 3.

Lo­go de ca­ra, Ri­ner te­rá pe­la fren­te o ja­po­nês Ka­geu­ra Ko­ko­ro, em du­e­lo vá­li­do pe­la se­gun­da ro­da­da. O con­fron­to com­pli­ca­do se de­ve ao fa­to de o ju­do­ca fran­cês ter se au­sen­ta­do das com­pe­ti­ções no ano pas­sa­do e em boa par­te des­te. Is­so fez ele fi­car “sol­to” no ran­king e, sem ser ca­be­ça de cha­ve, pe­gar ad­ver­sá­ri­os mais for­tes.

De­pois do ou­ro olím­pi­co nos Jo­gos do Rio, em 2016, e de ga­nhar mais um Mundial em 2017 (seu dé­ci­mo), Ri­ner ti­rou um pe­río­do sa­bá­ti­co pa­ra dei­xar o cor­po des­can­sar. Não com­pe­tiu em 2018 e re­tor­nou aos ta­ta­mes so­men­te no Grand Prix de Mon­tre­al, em ju­lho. Ga­nhou o tor­neio, mas viu que não te­rá a mes­ma fa­ci­li­da­de de an­tes.

“Eu ga­nhei meu pri­mei­ro tí­tu­lo mundial mui­to ce­do, ti­nha ape­nas 18 anos. Des­de en­tão, en­ten­di que não tem ne­ces­si­da­de de com­pe­tir em to­dos os lu­ga­res e que, quan­to mais vo­cê cres­ce, mais pre­ci­sa es­co­lher su­as lu­tas. É im­por­tan­te es­tar bem pa­ra com­pe­tir nos gran­des tor­nei­os, por is­so te­nho muitos tí­tu­los mun­di­ais e dois ou­ros olím­pi­cos”, dis­se em en­tre­vis­ta ao Es­ta­do no ano pas­sa­do.

Ri­ner lem­bra que to­da vez que vai pa­ra uma lu­ta tem em men­te que po­de ser der­ro­ta­do. É es­sa se­ri­e­da­de e o enor­me ta­len­to que fa­zem com que te­nha uma he­ge­mo­nia tão gran­de na ca­te­go­ria dos pe­sos pe­sa­dos.

Aos 30 anos, o atle­ta nas­ci­do em Gu­a­da­lu­pe, de­par­ta­men­to ul­tra­ma­ri­no da Fran­ça, fe­chou con­tra­to de cin­co anos com o Paris Saint-Ger­main em 2017. Ele tam­bém é ga­ro­to-pro­pa­gan­da da Un­der Ar­mour e é um dos des­ta­ques da mar­ca es­por­ti­va que pa­tro­ci­na es­tre­las co­mo Anthony Joshua (bo­xe), Mi­cha­el Phelps (na­ta­ção), Stephen Cur­ry (bas­que­te) e Tom Brady (fu­te­bol ame­ri­ca­no).

Com 2,04m e pe­san­do 135 kg, Ri­ner dis­pu­ta­rá seu pri­mei­ro Grand Slam des­de 2013. Em Brasília, vai bus­car pon­tos pa­ra o ran­king olím­pi­co, a fim de che­gar nos Jo­gos de Tó­quio, em 2020, bem po­si­ci­o­na­do pa­ra ser ca­be­ça de cha­ve. En­tre seus prin­ci­pais ad­ver­sá­ri­os es­tá o che­co Lu­kás Kr­pa­lek. Os dois se en­con­tra­ram na se­mi em Mon­tre­al e Ri­ner ven­ceu no gol­den sco­re. O che­co é um dos no­mes mais co­ta­dos pa­ra ten­tar ti­rar a in­ven­ci­bi­li­da­de do fran­cês.

BENOIT TESSIER/REUTERS–24/5/2017

Só vi­tó­ri­as. Ri­ner tem 148 triun­fos con­se­cu­ti­vos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.