Ja­po­nês é ur­ba­no e bel­ga, bom de es­tra­da

O Estado de S. Paulo - - JORNAL DO CARRO -

O Vol­vo traz mo­tor 2.0 tur­bo a ga­so­li­na, que ren­de 252 cv e 35,6 mkgf. O câm­bio é au­to­má­ti­co de oi­to mar­chas e a tra­ção, in­te­gral. No Le­xus, o sis­te­ma hí­bri­do com­bi­na um 2.0 as­pi­ra­do de 145 cv e 18,8 mkgf a um elé­tri­co de 107 cv e 20,2 mkgf. Com­bi­na­dos, eles ren­dem 181 cv. A trans­mis­são é au­to­má­ti­ca tran­sei­xo, que usa uma cai­xa re­du­to­ra pa­ra si­mu­lar as mar­chas e trans­fe­rir a for­ça ge­ra­da no ei­xo de trans­mis­são dos dois mo­to­res às rodas. A tra­ção é só di­an­tei­ra.

O UX 250h é ótimo no an­da e pa­ra do trân­si­to. Con­se­gue man­ter o mo­do elé­tri­co, que vai re­car­re­gan­do as ba­te­ri­as nas fre­na­gens, a até 50 km/h. Quan­to o consumo, o mo­de­lo faz 16,7 km/l na ci­da­de e 14,7 km/l na es­tra­da – an­te os 8,5 km/l e 10,8 km/l, res­pec­ti­va­men­te, do ri­val.

Na es­tra­da, o Le­xus não em­pol­ga. No XC40, bas­ta pi­sar com vi­gor no pe­dal do ace­le­ra­dor pa­ra ele já co­me­çar a mos­trar seu tem­pe­ra­men­to mais es­por­ti­vo. Am­bos têm mo­dos de con­du­ção que mu­dam as res­pos­tas do ace­le­ra­dor.

O Le­xus tem até mo­do adap­ta­ti­vo na sus­pen­são, mas ela não sa­be li­dar bem com pi­sos im­per­fei­tos. Po­rém, sua car­ro­ce­ria bai­xa ba­lan­ça um pou­co me­nos que a do con­cor­ren­te.

Ain­da as­sim, o Vol­vo tam­bém é mui­to es­tá­vel, além de ter ro­dar con­for­tá­vel em qual­quer si­tu­a­ção. Quan­to à di­re­ção, as res­pos­tas do sis­te­ma do XC40 tam­bém são mais rá­pi­das.

A di­re­ção do mo­de­lo da Le­xus, em­bo­ra bem ca­li­bra­da, não é mui­to di­re­ta nas mu­dan­ças de trajetória.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.