La­va Ja­to cri­ti­ca de­ci­são

O Estado de S. Paulo - - Política - / RI­CAR­DO BRANDT

In­te­gran­tes da for­ça-ta­re­fa da Ope­ra­ção La­va Ja­to em Cu­ri­ti­ba di­vul­ga­ram no­ta em que afir­mam res­pei­tar a de­ci­são do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) de aca­bar com a exe­cu­ção da pe­na em se­gun­da ins­tân­cia, vo­ta­da on­tem. Mas eles afir­ma­ram que a me­di­da é dis­so­nan­te ao sen­ti­men­to de “re­pú­dio à im­pu­ni­da­de e com o com­ba­te à cor­rup­ção”.

“A de­ci­são do Su­pre­mo de­ve ser res­pei­ta­da, mas co­mo to­do ato ju­di­ci­al po­de ser ob­je­to de de­ba­te e dis­cus­são. Pa­ra além dos só­li­dos ar­gu­men­tos expostos pe­los cin­co mi­nis­tros ven­ci­dos na te­se, a de­ci­são de re­ver­são da pos­si­bi­li­da­de de pri­são em se­gun­da ins­tân­cia es­tá em dis­so­nân­cia com o sen­ti­men­to de re­pú­dio à im­pu­ni­da­de e com o com­ba­te à cor­rup­ção, pri­o­ri­da­des do País”, in­for­ma a for­ça­ta­re­fa, em no­ta dis­tri­buí­da via as­ses­so­ria de im­pren­sa.

“A exis­tên­cia de qua­tro ins­tân­ci­as de jul­ga­men­to, pe­cu­li­ar ao Bra­sil, as­so­ci­a­da ao nú­me­ro ex­ces­si­vo de re­cur­sos que che­gam a su­pe­rar uma cen­te­na em al­guns ca­sos cri­mi­nais, re­sul­ta em de­mo­ra e pres­cri­ção, acar­re­tan­do im­pu­ni­da­de.”

Os pro­cu­ra­do­res afir­mam que a de­ci­são “im­pac­ta­rá os re­sul­ta­dos” do tra­ba­lho da for­ça­ta­re­fa, que abriu mais de 100 pro­ces­sos pe­nais em seis anos, mas di­zem que se­gui­rão o tra­ba­lho. “A for­ça-ta­re­fa ex­pres­sa seu com­pro­mis­so de se­guir bus­can­do jus­ti­ça nos ca­sos em que atua”, fi­na­li­za o tex­to.

Bas­ti­do­res. A de­ci­são do STF era mais uma der­ro­ta anun­ci­a­da pa­ra in­te­gran­tes das for­ça-ta­re­fas da La­va Ja­to, que in­ter­na­men­te acu­sam gol­pe da clas­se po­lí­ti­ca em bus­ca de sal­va­ção. Em re­ser­va­do, in­ves­ti­ga­do­res dis­se­ram que a me­di­da é um re­tro­ces­so.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.