Fa­mí­lia uni­da

O Estado de S. Paulo - - Cinema -

➨ Ven­ce­dor da Pal­ma de Ou­ro no Fes­ti­val de Can­nes e do prê­mio de pú­bli­co na 43ª Mos­tra In­ter­na­ci­o­nal de Ci­ne­ma, Pa­ra­si­ta já po­de ser con­si­de­ra­do um dos fil­mes mais acla­ma­dos des­te ano – tan­to pe­la co­le­ção de es­ta­tu­e­tas qu­an­to pe­lo su­ces­so de crí­ti­ca.

Uma sá­ti­ra so­ci­al com cli­ma de sus­pen­se, o lon­ga-me­tra­gem de Bong Jo­on-ho con­tras­ta com su­as pro­du­ções an­te­ri­o­res, co­mo ‘O Hos­pe­dei­ro’ (2006) e ‘Ok­ja’ (2017), com­pos­tas nor­mal­men­te por me­tá­fo­ras e ele­men­tos de ficção ci­en­tí­fi­ca.

O tom do ro­tei­ro, nes­te ca­so, va­ria dras­ti­ca­men­te en­tre o cô­mi­co e o trá­gi­co. E, ape­sar do tí­tu­lo, o en­re­do não dá es­pa­ço a ne­nhum ti­po de cri­a­tu­ra – ape­nas hu­ma­nos re­ple­tos de fa­lhas e di­vi­di­dos por su­as clas­ses so­ci­ais.

De um la­do, os mem­bros da

Fa­mí­lia Park, abas­ta­da e do­na de uma man­são mo­der­nis­ta. Do ou­tro, a fa­mí­lia Kim, que vi­ve de­sem­pre­ga­da em um po­rão in­fes­ta­do de in­se­tos.

Qu­an­do o fi­lho mais ve­lho da fa­mí­lia Kim con­se­gue em­pre­go co­mo pro­fes­sor par­ti­cu­lar da fi­lha dos Park, seu pri­mei­ro con­ta­to com a re­a­li­da­de lu­xu­o­sa e con­for­tá­vel lhe dá uma ideia inu­si­ta­da pa­ra, fi­nal­men­te, ga­nhar di­nhei­ro.

Em pou­co tem­po, os qua­tro mem­bros da fa­mí­lia Kim se ‘in­fil­tram’ co­mo em­pre­ga­dos, pres­tan­do ser­vi­ços de lu­xo. Sem os Parks sa­be­rem do pa­ren­tes­co en­tre eles, a fa­mí­lia in­tru­sa es­ta­be­le­ce ca­da vez mais do­mí­nio so­bre o es­pa­ço e as de­ci­sões na man­são, dis­tan­ci­an­do-se ca­da vez mais de sua po­si­ção so­ci­al des­fa­vo­re­ci­da. Humberto Ab­do

PRE­MI­A­DO: Bong Jo­on-ho di­ri­ge ‘Pa­ra­si­ta’

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.