De­nún­cia re­jei­ta­da

Pa­ra juiz, Fe­li­pe Santa Cruz não te­ve in­ten­ção de im­pu­tar cri­me a Sér­gio Mo­ro ao cha­má-lo de ‘che­fe de qu­a­dri­lha’

O Estado de S. Paulo - - Primeira página - BRA­SÍ­LIA R.M.M. /

Pa­ra juiz, o pre­si­den­te da OAB, Fe­li­pe Santa Cruz, não te­ve in­ten­ção de im­pu­tar cri­me a Sér­gio Mo­ro ao cha­mar mi­nis­tro de “che­fe de qu­a­dri­lha”.

O juiz Ro­dri­go Pa­ren­te Ben­te­mul­ler, do Dis­tri­to Fe­de­ral, re­jei­tou on­tem a de­nún­cia apre­sen­ta­da pe­lo Mi­nis­té­rio Pú­bli­co con­tra o pre­si­den­te da Or­dem dos Ad­vo­ga­dos do Bra­sil (OAB), Fe­li­pe Santa Cruz, acu­sa­do de co­me­ter cri­me de ca­lú­nia. O epi­só­dio diz res­pei­to a de­cla­ra­ções de Santa Cruz so­bre o mi­nis­tro da Jus­ti­ça, Sér­gio Mo­ro.

Em en­tre­vis­ta ao jor­nal Folha de S. Pau­lo, o pre­si­den­te da OAB afir­mou que Mo­ro “usa o car­go, ani­qui­la a in­de­pen­dên­cia da Po­lí­cia Fe­de­ral e ain­da ban­ca o che­fe de qu­a­dri­lha ao di­zer que sa­be das con­ver­sas de au­to­ri­da­des que não são in­ves­ti­ga­das”, nu­ma re­fe­rên­cia ao inqué­ri­to que apu­ra o ata­que de hac­kers a ce­lu­la­res de pro­cu­ra­do­res. Al­gu­mas das men­sa­gens fo­ram di­vul­ga­das pe­lo si­te The In­ter­cept Bra­sil.

Pa­ra Ben­te­mul­ler, “mes­mo com uma fa­la mais con­tun­den­te”, Santa Cruz não te­ve o pro­pó­si­to de di­fa­mar Mo­ro. “De­mons­tra-se ca­bal­men­te que o de­nun­ci­a­do não te­ve in­ten­ção de ca­lu­ni­ar o mi­nis­tro da Jus­ti­ça, im­pu­tan­do-lhe fal­sa­men­te fa­to cri­mi­no­so, mas, sim, ape­sar de re­co­nhe­ci­do um exa­ge­ro do pro­nun­ci­a­men­to, uma in­ten­ção de cri­ti­car a atu­a­ção do mi­nis­tro”, es­cre­veu o juiz fe­de­ral.

Santa Cruz já ha­via di­to que a de­cla­ra­ção foi uma crí­ti­ca “ju­rí­di­ca e ins­ti­tu­ci­o­nal, por meio de ana­lo­gia, não im­pu­tan­do qual­quer cri­me ao mi­nis­tro”.

Afas­ta­men­to. A de­nún­cia pe­dia ain­da à Jus­ti­ça que afas­tas­se Santa Cruz do Con­se­lho Fe­de­ral da OAB em ra­zão do “des­con­tro­le e des­tem­pe­ra­men­to” de­mons­tra­dos pe­lo pre­si­den­te da en­ti­da­de. O pe­di­do de afas­ta­men­to foi clas­si­fi­ca­do por Ben­te­mul­ler co­mo “des­ca­bi­do”.

“Even­tu­al pro­nun­ci­a­men­to aci­ma do tom por par­te de re­pre­sen­tan­te da OAB não de­ve ser mo­ti­vo pa­ra seu des­li­ga­men­to tem­po­rá­rio do car­go por de­ter­mi­na­ção do Ju­di­ciá­rio, ca­ben­do à pró­pria ins­ti­tui­ção ava­li­ar (...) a con­du­ta de seu pre­si­den­te”, con­cluiu o juiz.

Em no­ta, Mo­ro la­men­tou a re­jei­ção da de­nún­cia, que, na sua ava­li­a­ção, des­cre­ve “de for­ma ob­je­ti­va” fa­tos que con­fi­gu­ram ca­lú­nia e di­fa­ma­ção. “Es­pe­ro que o MPF re­cor­ra”, afir­mou.

A de­fe­sa de Santa Cruz, por sua vez, ma­ni­fes­tou “ab­so­lu­ta sa­tis­fa­ção” pe­la de­ci­são. “A ten­ta­ti­va de afas­tar um pre­si­den­te da OAB via de­ci­são do Ju­di­ciá­rio não en­con­tra eco nem no re­gi­me mi­li­tar”, dis­se o ad­vo­ga­do Antô­nio Car­los de Al­mei­da Castro, co­nhe­ci­do co­mo Ka­kay.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.