Co­ra­ção for­te

Apos­te nas pro­pri­e­da­des do tu­bér­cu­lo pa­ra fa­vo­re­cer o bom fun­ci­o­na­men­to do ór­gão, pre­ve­nin­do do­en­ças car­di­o­vas­cu­la­res!

O Poder dos Alimentos - - EDITORIAL / ÍNDICE -

Re­du­zir o co­le­tes­rol e pre­ser­ver o ór­gão são ou­tros be­ne­fí­ci­os da ba­ta­ta-do­ce

Car­dá­pio ba­lan­ce­a­do e ati­vi­da­des fí­si­cas re­gu­la­res são ati­tu­des fun­da­men­tais pa­ra man­ter o co­ra­ção ba­ten­do for­te e sau­dá­vel. Até quem já so­fre com al­gu­ma en­fer­mi­da­de de­ve in­ves­tir nes­ses ali­a­dos quan­do o as­sun­to é ga­ran­tir mais qua­li­da­de de vi­da. Mas vo­cê sa­bia que a ba­ta­ta-do­ce po­de dar uma for­ci­nha a mais nes­sa ba­ta­lha? Veja nas li­nhas a se­guir!

Ba­te for­te, co­ra­ção!

O con­su­mo mo­de­ra­do do tu­bér­cu­lo e o pre­pa­ro da ma­nei­ra cer­ta aju­dam a re­du­zir a pres­são ar­te­ri­al sem au­men­tar o pe­so. Pe­lo me­nos foi o que re­ve­lou um es­tu­do da Uni­ver­si­da­de de Scran­ton, nos Es­ta­dos Uni­dos, que ava­li­ou 18 par­ti­ci­pan­tes com hi­per­ten­são. Pa­ra che­ga­rem a es­sa con­clu­são, eles ti­ve­ram que con­su­mir ba­ta­ta-do­ce sem qual­quer con­di­men­to, pre­pa­ra­da no mi­cro-on­das, di­a­ri­a­men­te, du­ran­te um mês. O re­sul­ta­do foi uma que­da de cer­ca de 4% na pres­são ar­te­ri­al. Is­so por­que o ali­men­to é ri­co em po­tás­sio, mi­ne­ral im­por­tan­te pa­ra o con­tro­le da hi­per­ten­são. “O nu­tri­en­te pro­mo­ve a di­la­ta­ção dos va­sos san­guí­ne­os, me­lho­ran­do a cir­cu­la­ção, e é es­sen­ci­al pa­ra o re­la­xa­men­to mus­cu­lar”, afir­ma a nu­tri­ci­o­nis­ta Grei­ce Ca­ro­li­ne Bag­gio.

Além dis­so, a ba­ta­ta-do­ce é fon­te de car­boi­dra­to de bai­xo ín­di­ce gli­cê­mi­co, ou se­ja, de­mo­ra mais pa­ra ser trans­for­ma­da em gli­co­se e não pro­vo­ca pi­cos de in­su­li­na no san­gue. Sim­pli­fi­can­do, ela man­tém a fo­me sa­ci­a­da por mais tem­po e aju­da a re­du­zir o acúmulo de gor­du­ra no ab­do­me.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.