Bar­do ator­men­ta­do

Planeta - - PESSOA PLANETA -

O com­po­si­tor, mul­ti-ins­tru­men­tis­ta e can­tor in­glês Thom Yor­ke, da ban­da Ra­di­ohe­ad, não li­mi­ta sua in­qui­e­tu­de às mú­si­cas que faz. Ela se es­pa­lha por um con­jun­to de pen­sa­men­tos e ações as­su­mi­dos por Yor­ke ao lon­go de sua car­rei­ra, ini­ci­a­da nos anos 1990. Ati­vis­ta am­bi­en­tal fer­vo­ro­so e des­de 2003 apoi­a­dor da organização Fri­ends of the Earth, o mú­si­co dis­se que se en­vol­veu a fun­do com o te­ma do aquecimento glo­bal de­pois de seus dois filhos nas­ce­rem e ele “acor­dar to­da noi­te sim­ples­men­te ater­ro­ri­za­do”. Pre­o­cu­pa­do com as se­que­las am­bi­en­tais dos shows de rock, Yor­ke en­co­men­dou com os co­le­gas do gru­po um es­tu­do em 2008 pa­ra re­du­zir a pe­ga­da de car­bo­no das ex­cur­sões do Ra­di­ohe­ad. Des­de en­tão, a ban­da op­ta por tocar em lo­cais com aces­so fá­cil a ôni­bus, me­trô e trens, faz acor­dos com trans­por­ta­do­ras pa­ra re­du­zir a emis­são de CO , usa ilu­mi­na­ção de LED e es­ti­mu­la fes­ti­vais a for­ne­cer plás­ti­cos reu­ti­li­zá­veis. Vegetariano, Yor­ke é um crí­ti­co áci­do da in­dús­tria de car­ne, e tam­bém se po­si­ci­o­na con­tra guer­ras e a fa­vor de um co­mér­cio in­ter­na­ci­o­nal mais jus­to e de uma re­vi­são da dí­vi­da do Ter­cei­ro Mun­do.

Meu fi­lho ama mui­to a vi­da sel­va­gem. E to­da vez que ele de­se­nha um urso-po­lar, que­ro di­zer-lhe que ele pro­va­vel­men­te não o fa­rá quan­do ti­ver a mi­nha ida­de. É meio difícil li­dar com is­so

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.