PRO­TE­TOR DA FRANÇA

Planeta - - ELO PLANETA -

Oas­pec­to gu­er­rei­ro as­se­gu­rou ao ar­can­jo Mi­guel um gran­de res­pei­to nas di­nas­ti­as mi­li­ta­res e re­ais da Eu­ro­pa, e já no sé­cu­lo 4 o im­pe­ra­dor Cons­tan­ti­no lhe de­di­cou uma igre­ja em Cons­tan­ti­no­pla. Do mun­do bi­zan­ti­no, o cul­to a ele che­gou à Itá­lia e à Gá­lia; nes­ta úl­ti­ma, uma igre­ja foi er­gui­da em 505 em Lyon pa­ra ho­me­na­geá-lo. A par­tir daí, mais e mais os prín­ci­pes fran­ce­ses ma­ni­fes­ta­ram gran­de ve­ne­ra­ção pe­lo ar­can­jo. Carlos Mag­no con­sa­grou seu im­pé­rio a São Mi­guel, que se­ria pa­tro­no da França até o governo de Luís XIII, o qual de­ci­diu con­sa­grar seu rei­na­do à Virgem. Mas a re­sis­tên­cia ina­ba­lá­vel do Monte Saint-mi­chel aos in­gle­ses du­ran­te a Guerra dos Cem Anos (1337-1453) exal­ta­ria ain­da mais o ca­rá­ter na­ci­o­nal do cul­to pres­ta­do ao príncipe das mi­lí­ci­as ce­les­tes. O ar­can­jo re­cu­pe­ra­ria en­tão seu lu­gar de pro­te­tor má­xi­mo da França.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.