Sono

Mo­ral da his­tó­ria: “Dor­mir mal po­de le­var as pes­so­as a ga­nha­rem pe­so, pois elas dei­xam de se­cre­tar hormô­ni­os fun­da­men­tais pa­ra a saú­de.” Quem responde: Dra. Ka­ri­na Ha­ta­no, mé­di­ca do es­por­te do Ins­ti­tu­to Cohen.

Runner’s World (Brazil) - - INSPIRAÇÃO JOÃO MAGALHÃES -

Exis­te um pa­drão de sono re­co­men­da­do pa­ra a mai­o­ria das pes­so­as?

Em ge­ral, a mai­o­ria das pes­so­as de­ve ter um sono com du­ra­ção de seis a oi­to ho­ras, sen­do o mais im­por­tan­te que ele se­ja de qua­li­da­de, ou se­ja, vo­cê de­ve se sen­tir bem e re­cu­pe­ra­do no dia se­guin­te.

Atle­tas ama­do­res pre­ci­sam de mais ho­ras de sono do que a mé­dia das pes­so­as? Por quê?

Eles ge­ral­men­te man­têm a mes­ma quan­ti­da­de de sono, mas al­gu­mas ve­zes po­dem até pre­ci­sar de me­nos ho­ras por­que a qua­li­da­de se tor­na me­lhor.

De que ma­nei­ra a qua­li­da­de do sono po­de in­ter­fe­rir na boa for­ma fí­si­ca?

Ter co­mo ro­ti­na uma noi­te mal dor­mi­da po­de le­var a pro­ble­mas de saú­de, além da insô­nia, co­mo pres­são al­ta, au­men­to do estresse e até mes­mo obe­si­da­de. Du­ran­te o sono no­tur­no são se­cre­ta­dos di­ver­sos hormô­ni­os es­sen­ci­ais pa­ra o nos­so bem-es­tar e saú­de, com is­so, pre­ju­di­car a pro­du­ção po­de le­var ao ga­nho de pe­so. En­tão dor­mir mal po­de, sim, le­var ao au­men­to de pe­so.

Co­mo é pos­sí­vel ava­li­ar se estou dor­min­do de for­ma sa­tis­fa­tó­ria?

A me­lhor for­ma de ve­ri­fi­car a qua­li­da­de do seu sono é ava­li­ar se no dia se­guin­te vo­cê tem a sen­sa­ção de es­tar re­cu­pe­ra­do pa­ra as ati­vi­da­des do dia a dia e se pos­sui dis­po­si­ção e ener­gia nos di­as se­guin­tes. A al­te­ra­ção de hu­mor, co­mo ir­ri­ta­bi­li­da­de e mau hu­mor, po­de ser um si­nal de fal­ta de sono ade­qua­do tam­bém.

Se dur­mo me­nos ho­ras du­ran­te a se­ma­na e mais ho­ras nos fins de se­ma­na, estou com­pen­san­do al­gu­ma per­da ou não faz di­fe­ren­ça?

A me­lhor es­tra­té­gia é dor­mir bem to­dos os di­as, ten­tan­do ade­quar a ro­ti­na pa­ra um sono de qua­li­da­de. Com­pen­sar o sono no fim de se­ma­na po­de ge­rar uma sen­sa­ção boa, po­rém no lon­go pra­zo o can­sa­ço du­ran­te a se­ma­na não é com­pen­sa­do de for­ma ade­qua­da.

Quais são as su­as di­cas pa­ra me­lho­rar a qua­li­da­de do sono de uma pes­soa?

A qua­li­da­de do sono vai ser me­lhor prin­ci­pal­men­te se ti­ver­mos uma ro­ti­na, com ho­rá­ri­os fre­quen­tes de dor­mir e acor­dar, evi­tar co­chi­los com mais de 30 mi­nu­tos, fa­zer re­fei­ções le­ves an­tes de dor­mir e, prin­ci­pal­men­te, pra­ti­car ati­vi­da­de fí­si­ca re­gu­lar. Fa­zer exer­cí­cio fí­si­co de ma­nhã ou à noi­te é uma pre­fe­rên­cia in­di­vi­du­al, o mais im­por­tan­te é en­con­trar o me­lhor ho­rá­rio e pra­ti­car exer­cí­ci­os pe­lo me­nos cin­co ve­zes por se­ma­na.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.